BrasileirasPeloMundo.com
Imigração Portugal

Integração de Imigrantes em Portugal

Integração de Imigrantes em Portugal.

Muitos dos nossos leitores são imigrantes ou pensam em emigrar. Com a atual crise econômico-financeira que tem afetado diversos países no mundo, muitas pessoas tem buscado a migração na tentativa de resolver os seus problemas. Se você nunca mudou de país, já pensou no que é importante na vida de um imigrante internacional? Talvez você nunca tenha pensado nisso, mas a sua adaptação e integração em um país diferente daquele em que você nasceu é muito importante para a sua saúde, bem-estar e sua vida em geral.

De acordo com a Organização das Nações Unidas atualmente existem cerca de 232 milhões de migrantes internacionais e 48% são mulheres. Um dos temas importantes para a vida de cada uma destas pessoas são as políticas dos diversos países no que diz respeito ao acolhimento e integração de imigrantes. Alguns países têm políticas mais receptivas mas outros, nem tanto. A Cristiane já nos contou aqui sobre a lei de integração na Dinamarca.

Desde o início do século 21 um grupo que inclui pesquisadores de diversos países tem estudado, avaliado e comparado as políticas de integração de imigrantes em vários países. Em 2004 foi publicado pela primeira vez o “European Civic Citizenship and Inclusion Index”. Este primeiro relatório incluiu apenas 15 países europeus e avaliou cinco áreas importantes na vida de um imigrante: inclusão no mercado laboral, vistos de longa duração, reagrupamento familiar, atribuição de nacionalidade e políticas anti-discriminação.

Na última sexta feira, dia 12 de junho, foi apresentado na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, Portugal, o último relatório produzido através das pesquisas feitas sobre as políticas de integração de imigrantes e nós estivemos presentes.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

mipex1
Apresentação do MIPEX2015 na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa. Arquivo pessoal

O MIPEX2015 ou “Migrant Integration Policy Index 2015″ é o quarto relatório de um projeto alargado que analisa e compara as políticas de integração de imigrantes em todos os países europeus e também da Austrália, Canadá, Islândia, Japão, Coréia do Sul, Noruega, Suíça, Turquia e Estados Unidos, contabilizando um total de 38 países.

O MIPEX2015 utilizou 167 indicadores para avaliar as políticas de integração de imigrantes em 8 áreas, especificamente: mobilidade no mercado laboral, educação, participação política, aquisição da nacionalidade, reagrupamento familiar, saúde, residência de longa duração e ações anti-discriminação. A saúde foi incluída pela primeira vez neste relatório. Ao longo dos anos estudados, alguns países têm melhorado as suas políticas e outros, nem tanto.

Leia também: como tirar o visto D7 para morar em Portugal

Nos últimos dois relatórios a Suécia tem ocupado a primeira posição com as melhores políticas de integração de imigrantes. No terceiro relatório e também neste atual Portugal ocupa a segunda posição em termos globais de políticas favoráveis à integração dos imigrantes. Alguns países são melhores em umas áreas que em outras. Por exemplo, no que diz respeito à atribuição da nacionalidade, a legislação portuguesa atual é bastante favorável à atribuição de nacionalidade (de acordo com alguns critérios) entretanto em outros países tais como Estônia, Letônia, Lituânia, Suíça, Áustria e ainda outros países europeus é bastante difícil obter a nacionalidade. E também existem casos em que o país não permite que o seu cidadão tenha dupla nacionalidade.

mipex2
Indicador Anti-discriminação MIPEX2015 – Arquivo pessoal

Quanto à mobilidade no mercado laboral, os países mais favoráveis atualmente são o Canadá, Portugal, Alemanha e os países nórdicos. Os países mais “amigos dos imigrantes” no que diz respeito ao reagrupamento familiar foram Portugal, Espanha e Eslovênia e os que foram mais desfavoráveis nesta área foram a Irlanda, o Reino Unido e Chipre. As áreas em que Portugal ainda precisa melhorar em termos de políticas são as da educação e da saúde.

Não há dúvidas que políticas favoráveis para a integração de imigrantes são muito importantes para todos aqueles que já o são e também para todos aqueles que pensam em emigrar um dia. Projetos que pesquisem estes temas e também relatórios como o MIPEX são muito importantes para todos, pessoas e governos. Contudo, não devem ser vistas de modo isolado quando falamos de adaptação e integração de imigrantes, visto que a adaptação e integração de um indivíduo em seu meio são processos individuais que acontecem a partir de diversos fatores biológicos, psicológicos, sociais, culturais e políticos de cada pessoa que imigra.

Leia também: como abrir conta bancária em Portugal

Portanto, para todos aqueles que pensam em ser imigrantes internacionais, além de conhecer as políticas dos países no que diz respeito à integração é importante conhecer também quais são os reais motivos que o impulsionam a deixar o seu próprio país. Cada pessoa é uma pessoa e cada um tem as suas crenças, seus valores e seus objetivos de vida. Para ser um imigrante de sucesso muitos fatores devem ser pensados antes de deixar o seu país. Pense nisso!

Para saber mais sobre o MIPEX2015 visite o site interativo do projeto.

Related posts

Roteiro turístico em torno de Braga em Portugal

Giselle Costa

Sistema de saúde em Portugal

Graziella Espósito

Festa de São João em Portugal

Adriana Silva Couto

3 comentários

SONIA Junho 20, 2015 at 2:40 pm

OLA BOM DIA, ESTE ASSUNTO ME CHAMA MUITO ATENÇÃO ,PORQUE MEU SONHO E IMIGRAR DE NOVO, A OITO ANOS ATRAZ MOREI EM PORTUGAL NO PORTO, MOREI QUATRO ANOS, GOSTARIA MUITO DE VOLTAR, ,MUITOS DIZEM QUE NA MINHA IDADE E MUITA AVENTURA ,QUANDO OUÇO ISSO O DESEJO AUMENTA MAIS, PORQUE GOSTO DE TRABALHAR E ISTO P MIM E SUFICIENTE, TENHO TRES FILHOS, DOIS IMIGRARAM , O RAPAZ ESTA NOS EUA, A MENINA NORA NO PORTO PORTUGAL, TODOS A QUINZE ANOS ANOS,DE QUALQUER LUGAR EUA OU EUROPA GOSTARIA DE MORAR, SE ENCONTRASSE UMA BOA OPORTUNIDADE DE TRABALHO E MORADIA, NAO QUE FALTE APOIO MAS POR IMPENHAR NA INDEPENDENCIA FAMILIAR , , SE ALGUEM TIVER UM CAMINHO OU ORIENTAÇAO AGRADEÇO,

Resposta
johaness vix Julho 2, 2015 at 1:21 pm

Canada é amigo de imigrante desde quando ? kkkkkkkk

Resposta
Jacqueline Julho 31, 2015 at 2:44 am

Olá Lyria, muito legal os seus textos, gostaria de saber se vc sabe como é viver em portugal com criança pequena (5anos). Eu e meu marido estamos pensando em ir para Portugal e gostaria de saber como é a vida com filhos por aí. Obrigada

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação