BrasileirasPeloMundo.com
Imigração Portugal

Integração de Imigrantes em Portugal

Integração de Imigrantes em Portugal.

Muitos dos nossos leitores são imigrantes ou pensam em emigrar. Com a atual crise econômico-financeira que tem afetado diversos países no mundo, muitas pessoas tem buscado a migração na tentativa de resolver os seus problemas. Se você nunca mudou de país, já pensou no que é importante na vida de um imigrante internacional? Talvez você nunca tenha pensado nisso, mas a sua adaptação e integração em um país diferente daquele em que você nasceu é muito importante para a sua saúde, bem-estar e sua vida em geral.

De acordo com a Organização das Nações Unidas atualmente existem cerca de 232 milhões de migrantes internacionais e 48% são mulheres. Um dos temas importantes para a vida de cada uma destas pessoas são as políticas dos diversos países no que diz respeito ao acolhimento e integração de imigrantes. Alguns países têm políticas mais receptivas mas outros, nem tanto. A Cristiane já nos contou aqui sobre a lei de integração na Dinamarca.

Desde o início do século 21 um grupo que inclui pesquisadores de diversos países tem estudado, avaliado e comparado as políticas de integração de imigrantes em vários países. Em 2004 foi publicado pela primeira vez o “European Civic Citizenship and Inclusion Index”. Este primeiro relatório incluiu apenas 15 países europeus e avaliou cinco áreas importantes na vida de um imigrante: inclusão no mercado laboral, vistos de longa duração, reagrupamento familiar, atribuição de nacionalidade e políticas anti-discriminação.

Na última sexta feira, dia 12 de junho, foi apresentado na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, Portugal, o último relatório produzido através das pesquisas feitas sobre as políticas de integração de imigrantes e nós estivemos presentes.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

mipex1
Apresentação do MIPEX2015 na Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa. Arquivo pessoal

O MIPEX2015 ou “Migrant Integration Policy Index 2015″ é o quarto relatório de um projeto alargado que analisa e compara as políticas de integração de imigrantes em todos os países europeus e também da Austrália, Canadá, Islândia, Japão, Coréia do Sul, Noruega, Suíça, Turquia e Estados Unidos, contabilizando um total de 38 países.

O MIPEX2015 utilizou 167 indicadores para avaliar as políticas de integração de imigrantes em 8 áreas, especificamente: mobilidade no mercado laboral, educação, participação política, aquisição da nacionalidade, reagrupamento familiar, saúde, residência de longa duração e ações anti-discriminação. A saúde foi incluída pela primeira vez neste relatório. Ao longo dos anos estudados, alguns países têm melhorado as suas políticas e outros, nem tanto.

Leia também: como tirar o visto D7 para morar em Portugal

Nos últimos dois relatórios a Suécia tem ocupado a primeira posição com as melhores políticas de integração de imigrantes. No terceiro relatório e também neste atual Portugal ocupa a segunda posição em termos globais de políticas favoráveis à integração dos imigrantes. Alguns países são melhores em umas áreas que em outras. Por exemplo, no que diz respeito à atribuição da nacionalidade, a legislação portuguesa atual é bastante favorável à atribuição de nacionalidade (de acordo com alguns critérios) entretanto em outros países tais como Estônia, Letônia, Lituânia, Suíça, Áustria e ainda outros países europeus é bastante difícil obter a nacionalidade. E também existem casos em que o país não permite que o seu cidadão tenha dupla nacionalidade.

mipex2
Indicador Anti-discriminação MIPEX2015 – Arquivo pessoal

Quanto à mobilidade no mercado laboral, os países mais favoráveis atualmente são o Canadá, Portugal, Alemanha e os países nórdicos. Os países mais “amigos dos imigrantes” no que diz respeito ao reagrupamento familiar foram Portugal, Espanha e Eslovênia e os que foram mais desfavoráveis nesta área foram a Irlanda, o Reino Unido e Chipre. As áreas em que Portugal ainda precisa melhorar em termos de políticas são as da educação e da saúde.

Não há dúvidas que políticas favoráveis para a integração de imigrantes são muito importantes para todos aqueles que já o são e também para todos aqueles que pensam em emigrar um dia. Projetos que pesquisem estes temas e também relatórios como o MIPEX são muito importantes para todos, pessoas e governos. Contudo, não devem ser vistas de modo isolado quando falamos de adaptação e integração de imigrantes, visto que a adaptação e integração de um indivíduo em seu meio são processos individuais que acontecem a partir de diversos fatores biológicos, psicológicos, sociais, culturais e políticos de cada pessoa que imigra.

Leia também: como abrir conta bancária em Portugal

Portanto, para todos aqueles que pensam em ser imigrantes internacionais, além de conhecer as políticas dos países no que diz respeito à integração é importante conhecer também quais são os reais motivos que o impulsionam a deixar o seu próprio país. Cada pessoa é uma pessoa e cada um tem as suas crenças, seus valores e seus objetivos de vida. Para ser um imigrante de sucesso muitos fatores devem ser pensados antes de deixar o seu país. Pense nisso!

Para saber mais sobre o MIPEX2015 visite o site interativo do projeto.

Related posts

A coragem de quem fica no Brasil

Ana Tavela

Custo de vida em Braga no norte de Portugal

Giselle Costa

Tudo que você precisa saber para morar em Portugal

Ann Moeller

3 comentários

SONIA Junho 20, 2015 at 2:40 pm

OLA BOM DIA, ESTE ASSUNTO ME CHAMA MUITO ATENÇÃO ,PORQUE MEU SONHO E IMIGRAR DE NOVO, A OITO ANOS ATRAZ MOREI EM PORTUGAL NO PORTO, MOREI QUATRO ANOS, GOSTARIA MUITO DE VOLTAR, ,MUITOS DIZEM QUE NA MINHA IDADE E MUITA AVENTURA ,QUANDO OUÇO ISSO O DESEJO AUMENTA MAIS, PORQUE GOSTO DE TRABALHAR E ISTO P MIM E SUFICIENTE, TENHO TRES FILHOS, DOIS IMIGRARAM , O RAPAZ ESTA NOS EUA, A MENINA NORA NO PORTO PORTUGAL, TODOS A QUINZE ANOS ANOS,DE QUALQUER LUGAR EUA OU EUROPA GOSTARIA DE MORAR, SE ENCONTRASSE UMA BOA OPORTUNIDADE DE TRABALHO E MORADIA, NAO QUE FALTE APOIO MAS POR IMPENHAR NA INDEPENDENCIA FAMILIAR , , SE ALGUEM TIVER UM CAMINHO OU ORIENTAÇAO AGRADEÇO,

Resposta
johaness vix Julho 2, 2015 at 1:21 pm

Canada é amigo de imigrante desde quando ? kkkkkkkk

Resposta
Jacqueline Julho 31, 2015 at 2:44 am

Olá Lyria, muito legal os seus textos, gostaria de saber se vc sabe como é viver em portugal com criança pequena (5anos). Eu e meu marido estamos pensando em ir para Portugal e gostaria de saber como é a vida com filhos por aí. Obrigada

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação