BrasileirasPeloMundo.com
Malásia

Malásia – Morando em Kuala Lumpur

Estou morando em Kuala Lumpur há pouco mais de 6 meses. A decisão de vir foi bem rápida pois meu marido foi “convidado” para um projeto especifico da empresa e por isso não poderia deixar de vir. Viemos com a intenção de passar somente 1 ano e ver como nos adaptaríamos, já que nunca havíamos morado fora do Rio de Janeiro (cidade que somos nascidos e criados) ainda mais na Ásia, lugar que nunca nem tínhamos pensado em vir de férias tão cedo.

Viemos em Janeiro, e desde então estamos nos acostumando a viver neste pais tão diferente do nosso.

IMG_1774

A Malásia é um pequeno país do sudeste asiático, perto de Cingapura, Tailândia e Indonésia, com clima caraterístico desta região, quente e úmido.

O pais é considerado um pais em desenvolvimento, ou seja, não é terceiro mundo, nem primeiro. De fato, Kuala Lumpur (KL) é uma cidade moderna em sua maioria, mas com muitos problemas ainda.

A religião oficial é a muçulmana e a população é formada por 3 principais etnias: Malaios, Chineses e Indianos. Uma coisa interessante daqui, é que eles consideram sua nacionalidade pelos seus descendentes e não pelo país que nasceram.

Os malaios (mais de 50%) são os que nasceram aqui e de família malaia e portando são considerados muçulmanos . Os que são de família Chinesa, se consideram chineses, mesmo tendo nascido aqui. Os indianos a mesma coisa. O restante é um mix de varias nacionalidades, incluindo os expatriados.

 

Devido esta mistura de raças, as regras de país muçulmano não são tão rígidas, fato que me aliviou um pouco quando cheguei. Os não muçulmanos (mulheres principalmente) não precisam andar cobertas, mas ainda assim evito colocar roupas muito justas e andar de roupa de academia na rua, rsrsr, já que no Rio é quase um uniforme. Aqui os  homens não podem andar sem camisa e eles acham muito estranho este nosso costume.

O inglês é aceito na grande maioria dos lugares, mesmo que de forma arcaica. O mandarim também é muito falado devido a população chinesa.

 

A melhor dica que posso dar é vir com mente e ouvidos abertos, para conseguir se adaptar tanto ao inglês deles quanto a cultura do dia a dia, que na minha opinião é o mais difícil de se acostumar, principalmente as pequenas coisas, como por exemplo dirigir do lado direito, os pedidos em restaurantes que nunca vem junto e ou na ordem que pedimos, e o que mais me incomoda, o cigarro, que é liberado na maioria dos lugares até mesmo fechados. Fato que mostra um pouco do atraso do país na minha opinião. Enfim muitas diferenças e curiosidades boas e ruins que poderiam dar um livro.

IMG_2445

A vida aqui não é cara como em Cingapura (sem contar bebida alcoólica que costuma ser), sendo um atrativo para muitas pessoas optarem por morar aqui, e os expatriados normalmente conseguem ter uma vida muito boa, com bons apartamentos/casas, carro, plano de saúde, e para quem tem filhos, escolas internacionais muito boas, tudo pago pelas empresas na maioria dos casos.

Não indico vir para cá sem emprego certo, pois ha uma certa dificuldade em conseguir  já estando aqui, pois existe um protecionismo ao locais.

O dia a dia aqui é seguro perto de grandes cidades do Brasil como Rio e SP. Não ha risco de assalto com armas , já que a lei é rígida quando o assunto é porte de armas e drogas.

Há relatos de alguns assaltos, principalmente à mulheres, com roubo de bolsas e pequenos delitos, mas no geral a cidade é segura.

Eu estava muito acostumada a andar a pé e de bicicleta, coisa que aqui é difícil e sinto muuuita falta. A cidade não é preparada para receber ciclistas e em muitas partes não tem calçadas. A melhor opção por aqui é o carro ou metrô.

Os finais de semana são meio entediantes na minha opinião e de muitos outros estrangeiros. O programa aqui é ir a Shopping, já que os restaurantes, cinemas, lojas, salões de beleza e etc, estão localizados nos shoppings e o que mais tem aqui é isso. Cada bairro tem pelo menos 2 enormes.

 

No meu caso, como ir a shopping final de semana era só em caso de chuva ou extrema necessidade, acabo por procurar programas ao ar livre, que não são muito fáceis de achar por aqui. Uma opção legal e é ir no KL Bird Park e no Lake Gardens, algo como um Ibirapuera menor.

Além disso, a melhor coisa de estar aqui é poder viajar para países vizinhos incríveis, ha 1 ou 2hs de distância de voo, o que já pode ser considerado outra grande vantagem!

Ame ou odeie, KL pode ser uma boa opção no Sudeste Asiático, para quem busca experiências de vida e ter contato com o oriente nem que seja por um período.

A vida aqui esta sendo uma ótima experiência, me proporcionando conhecer pessoas do mundo todo, países incríveis, e aprendendo a conviver com culturas muito diferentes num mesmo lugar.

Related posts

Trabalho voluntário em Kuala Lumpur

Vanessa Taboada

10 motivos para morar no sudeste asiático

Natalie Lima

Ilhas Perhentians na Malásia, a praia perfeita

Janaína Barreto

72 comentários

Fabi Mesquita Setembro 11, 2014 at 12:48 pm

Menina, bem vinda à Ásia ! Eu amo a Malasia! Bagus Sekali!
adoro a comida, o povo tudo! Se eu puder ajudar de algum modo, me fala!
Esse é um país muito rico e de gente muito, muito boa!
que sua estada seja bem especial!

Resposta
Fernanda Froimtchuk Setembro 11, 2014 at 2:00 pm

Obrigada! Vou postar mais sobre KL! Espero que goste!! A malasia tem sido uma experiencia muito rica mesmo! beijoss

Resposta
Paulo Lunga Outubro 25, 2015 at 4:56 am

Olá Fernanda, bom dia!

Eu recebi uma proposta de trabalho na companhia Conocophillips e confesso que estou com muito medo, pois não tenho um inglês fluente! É muito difícil a adaptação?? Pelo q li, aí têm ótimos colégios e faculdades…
Têm alguma colônia brasileira por aí?

Vc pode me fornecer algumas informações?? Eu tenho q dá a resposta até terça feira!!

Meu e-mail é [email protected]

Desde já agradeço

Resposta
Fernanda Froimtchuk Novembro 3, 2015 at 4:33 am

Paulo, so um aviso, esta rolando um anuncio de vaga falso desta empresa. Fique atento.

Resposta
Monica Novembro 4, 2015 at 3:27 am

Fernanda, você pode me falar mais sobre esse anúncio falso ?

Fernanda Froimtchuk Novembro 4, 2015 at 4:12 am

Como meu marido trabalha na área, soube de pessoas que foram aparentemente contratadas ( o contato está acontecendo pelo LinkedIn) mas notaram algo estranho quando a pessoa do Rh pediu um valor x para pagar o visto de trabalho, o que não pode acontecer. E o perfil do contratante no LinkedIn (se passa por head hunter) não existe. É isso que sei, é que também estão oferecendo vagas em outras empresas além da conocophilips.

Evandro Antunes Novembro 5, 2015 at 10:02 am

Fernanda, recebi a mesma proposta aparentemente do Paulo.Uma pessoa do Linkedin com o nome de Nohradaya, me contactou, e preenchi um questionario o curriculo em ingles. Nao houve contato telefonico nem via skype. E com inicio em 6 de Janeiro. Para essa conocophillips. Será que é um golpe?

Fernanda Froimtchuk Novembro 5, 2015 at 2:00 pm

Evandro, como disse, so sei que o golpe existe e que pedem dinheiro para pagar o visto. Também acharia estranho não fazerem nenhum entrevista antes de contratar. Nenhuma empresa séria faz isso. No próprio site desta empresa estão alertando sobre o golpe. Procure saber mais sobre essa sua oferta. Boa sorte

Lucas Forcinetti Novembro 11, 2015 at 2:08 pm

Prezados, também recebi uma proposta de trabalho para trabalhar na Conocophillips. No meu caso estou achando que é falsa, pois me enviaram um questionário por email. respondi, e depois de alguns dias me enviaram o contrato de trabalho, para inicio em janeiro. Estranho não ter havido nenhum contato telefônico ou via vídeo conferencia.

Maira Maio 25, 2016 at 3:32 am

Eu gostaria de saber se você sabe algo sobre johor,estarei indo morar lá no próximo mês?Desde já obrigada Fernanda….

Resposta
Fernanda Froimtchuk Agosto 13, 2016 at 3:11 am

Desculpe a demora. Não conheço Johor, conheço pessoas que moraram la. Boa sorte

Resposta
juliana Dezembro 21, 2016 at 8:03 am

ola Maira….meu nome eh juliana , moro em Dubai e estamos de mudança para JB em Fev 2017. Voce ainda mora em JB? Esta gostando? Preciso de dicas de agencia ou agente REAL ESTATE , pode me passar??? obrigada ([email protected])

Resposta
jaqueline Vieira Junho 4, 2018 at 2:40 pm

Ola Fabi vc ainda esta na Malásia se sim gostaria de entrar em contato

Resposta
Omara Damasceno Setembro 11, 2014 at 12:58 pm

Ótimo texto.Bem fácil de compreender.Parabens!Da vontade de ir para KL !

Resposta
Vitor Setembro 11, 2014 at 1:54 pm

mto bom! life is now! go girl!

Resposta
Elena Setembro 11, 2014 at 1:56 pm

Deve ser bem difícil morar num pais tão diferente! Aproveite tudo! Bjs Elena

Resposta
Gloria issa Setembro 11, 2014 at 5:08 pm

Adorei, em poucas palavras você traduziu a sua experiência .

Resposta
Joy Matta Setembro 11, 2014 at 5:19 pm

Legal ver como estamos espalhadas por países tao diversos!!! Estou doida pra saber mais coisas da cultura local!!!

Resposta
Mariana Zonatto Setembro 11, 2014 at 6:14 pm

Fê,

Estou adorando esse blog! Muito feliz em saber que você está feliz e se adaptando a esta cultura tão diferente.

Muitas saudades!

Beijão

Resposta
Letícia Setembro 12, 2014 at 4:41 pm

Eu amei KL quando fui… Mudava na hora! kkkk M

Resposta
Joyce Butteri Setembro 12, 2014 at 9:27 pm

Fê, fico mto orgulhosa de ver vc se tornando cada vez mais uma cidadã do mundo. Seu texto tá ótimo e mto legal. Saudade de vc comigo sempre, mas tudo bem, mais na frente a gente se junta de novo. Love

Resposta
Ana Cristina Novembro 25, 2014 at 1:11 pm

Oi, muito legal seu relato, gostei muito! Queria te fazer uma pergunta: como veterinária, me diz como é a vida de animais de estimação por aí, é tranquilo levar um cachorro se formos morar em Kuala Lumpur? Obrigada!

Resposta
Fernanda Froimtchuk Dezembro 3, 2014 at 7:50 pm

Oi Ana! Em Kuala Lumpur a vida dos cães não é muito legal não, pois os muçulmanos daqui não gostam de cachorros e consideram os cães impuros (não podem toca-los), então não se vê cachorro nas ruas, nem mesmo os sem dono (eles logo levam para sacrificar os cães de rua) Quem tem, fica com eles em casa, passeia pelos condomínios, e nenhum parque (acho que 1 parque aceita em em determinada área) aceita cachorros. Eu não teria um cachorro aqui pelo fato de não ser um povo que gosta deles e acho isso importante, para os donos e para os cães, pois assim seu caso pode te acompanhar onde for e aqui não é assim. Um simples andar pelas ruas pode ser um problema (tipo Buling haha)
Mas trazer seu cachorro é permitido sim. Precisa de alguns documentos e ficam de quarentena por 7 a 10 dias chegando aqui. Alem disso algumas raças são proibidas. O site http://www.expatfocus.com/expatriate-malaysia-pets fala um pouco sobre isso. Claro que abandonar nossos filhos peludos não é opção. Só certifique-se antes que o apartamento/predio que ira morar aceita Pets e que a viagem de avião tem escalas e dura em media 24horas. Mas fique ciente de que não é um pais que os ve com bons olhos. Isso é muito chato. A minha Golden ficou com meus pais pois ela ja tem 14 anos e não aguentaria a viagem tao longa.
Espero que tenha ajudado. Um beijo.

Resposta
Alexandre Albuquerque Dezembro 26, 2014 at 5:18 pm

Oi Fernanda!
Parabéns pelo relato no blog, com certeza me ajudou em alguns pontos, mesmo eu tendo visitado KL a 2 anos atrás…
Estou pensando seriamente em sair do Brasil, quero criar minha filha que vai nascer num lugar decente e diferente do nosso Brasil, cada viagem que faço vejo como nosso país é atrasado e como sinto necessidade de mudar de ares, o que me falta é incentivo e o que me resta é um pouco de medo, por já estar com quase 40 anos e minha esposa grávida. Mas gostaria muito de ano que vem poder investir em um visto de trabalho/investidor para a Malásia (estive pensando em HK, Cingapura tb). Sou da area de TI, mas quero sair da área tb, e meu objetivo seria abrir um negócio local, seja uma empresa ou uma franquia.
Eu também sou do RJ, o custo de vida está caríssimo aqui, então você sabe como é a parte de moradia (aluguel ou compra) e plano de saúde, sem ser contratado por uma empresa?
Espero tomar coragem e começar a amadurecer este plano de morar no exterior, a Ásia me fascina, já fui a Malasia, HK, Cingapura, Indonesia…. mas sei que começar uma vida como expat é diferente de como turista.
Obrigado por compartilhar suas opiniões.
Tudo de bom.
Abraço,
Alexandre

Resposta
Fernanda Froimtchuk Janeiro 30, 2015 at 12:06 am

Oi Alexandre,desculpe a demora para responder.
Entao a decisao de mudar de pais é muito particular porque cada família sabe de suas necessidades, medos, dificuldades. Enfim, é difícil falar. A Malásia não é pais de primeiro mundo, sendo assim tem varios problemas semelhantes aos que vemos no Brasil, mas por ser um pais bem menor estes mesmos problemas são em escalas menores. Por outro lado o custo de vida aqui em Kuala Lumpur é muito baixo. O aluguel não é caro (comparado com RJ), e comprar casa/apto dizem ser bem facilitado por conta do juros baixos. Aqui você pode ficar com visto de turista (na verdade sem visto) por 3 meses. Tem muitas pessoas que trabalham sem o visto de trabalho e ficam entrando e saindo do pais a cada 3 meses (só ir a qualquer pais do sudeste asiático e voltar). Não sei como funciona o esquema para abertura de negócios.
A saúde so uso a particular. Aqui você tem que pagar e depois o plano te reembolsa. Mas tem bons medicos por aqui. Acredito que a publica não seja das melhores. Singapura é outro esquema. La dificilmente você conseguiria ficar ilegal. O custo de la é mais caro, mas o pais é melhor. Mais organizado e limpo.
A nossa vinda foi muito rápida. Como não temos filhos fica tudo mais fácil no quesito preocupação, mas mesmo assim a asia é muito diferente do que temos principalmente no RJ. Mas aqui em Kuala Lumpur com certeza com menos dinheiro você consegue morar melhor em relação ao custo. Singapura ja é preciso ganhar bem mais para ter o mesmo padrão de vida de KL. Hong Kong não conheço.
Acho a experiência muito valida para crianças. Aqui ela vai estudar em escolas internacionais e tem muitos estrangeiros morando aqui. Mas ai depende de cada família. Como é muito longe as visitas são poucas rsrsr.
Tomara que voces tomem coragem! Não é fácil ficar longe dos familiares mas temos sempre que por na balança neh.

Boa sorte. qualquer coisa pode perguntar novamente.

Resposta
Glaucia Paradizo Crookes Janeiro 27, 2015 at 5:53 am

Oi Fernanda, que bom saber da sua experiência em KL! Morei por dois anos no Qatar e há sete meses morando em Dubai, porém eu e meu marido estamos prestes a mudar para KL. Fiquei triste quando soube da nossa mudança, pois olhando em outros sites não vi nada que pudesse chamar minha atenção. Procurei no site casas para alugar e não consegui encontrar nada…. Você pode me informar os melhores lugares para se morar em KL? Não temos filhos e nem pets! Desde já agradeço e parabéns pela iniciativa.

Resposta
Fernanda Froimtchuk Janeiro 29, 2015 at 2:08 pm

Oi Glaucia. Entao para alugar um apartamento ou casa você precisa entrar em contato com os agentes.Normalmente as empresas em que voces trabalham indicam estes agentes que mostram os apartamentos de acordo com seu Budget. Caso não sejam empregados de alguma empresa, entra no site propertyguru kuala lumpur. La você vai ver ofertas para alugar e comprar e o contato dos agentes. As áreas que normalmente os expatriados vivem são: KLCC, Mont Kiara e Bangsar. Estes são os bairros. Eu moro no KLCC (onde ficam as petronas towers). Também não tenho filho e gosto porque é um dos poucos lugares que da para andar a pe, e não tenho necessidade de morar perto de escolas e etc. Mas Bangsar seria minha segunda opçao. é mais residencial do que o KLCC mas precisa de carro na maioria das vezes. e pode ser mais barato. Qualquer outra duvida pode me perguntar!! beijao

Resposta
Rafaela Lizardo Fevereiro 22, 2015 at 3:17 am

Que legal adorei a matéria, gostaria muito de morar neste país, porém nem sei por onde começar…

Resposta
Fabiana Março 2, 2015 at 7:24 pm

Adorei seu relato estamos pensando em nos mudar para kL mas temos três filhos vc sabe como e escola e faculdades ?

Resposta
Fernanda Froimtchuk Março 5, 2015 at 1:52 am

Oi Fabiana,
aqui em KL tem muitas escolas internacionais. Inglesas, Australianas, Francesas. Não tenho filhos mas amigos do meu marido que tem e são estrangeiros falam que as escolas são ótimas. Faculdades tem algumas que são parceiras de faculdades inglesas e australianas, alem das locais. Acredito que sejam boas. Não escuto falar mal não. Não sei exatamente os nomes, mas é fácil de achar na internet. beijos e obrigada por gostar do texto.

Resposta
bianca Maio 18, 2015 at 10:34 pm

Oi Fernanda! Sou a Bianca do CRJ amiga da sua irmã! Parabéns pelo blog e estou amando dividir com vc essa experiência de vida! Vou acompanhar as novidades! Ficam por ai por mais quanto tempo!!! Beijosssssss

Resposta
Fernanda Froimtchuk Agosto 17, 2015 at 2:23 am

Oi Bianca!! Que legal que está acompanhando.
Então, agora estou em Cingapura e vamos ficar mais algum tempo (ainda não sei quanto mais). O meu marido está trabalhando aqui e as oportunidades no Brasil estão fracas, então por enquanto vamos ficando aqui!
Se vier para essas bandas e precisar de dicas é só falar!! Beijão

Resposta
Aletheia Junho 25, 2015 at 5:22 pm

Oi Fernanda! Meu nome é Alethéia, Sou do interior do RJ.

Meu marido está com uma proposta de trabalho para este lugar e apesar do meu desespero de me adaptar a novas línguas, não sei como é a parte de alimentação. É muito diferente da nossa?

Seu Blog me ajudou muito a me acalmar! rsrsrsr…

Resposta
Fernanda Froimtchuk Agosto 17, 2015 at 2:20 am

Oi Altheia,
A comida local é muito diferente, sim, mas tem restaurantes e supermercados que vendem comida “normal” tipo a nossa (só que sem farofa ou feijão). Enfim, frutas, legumes, tem tudo. A Malásia é um país tropical como o Brasil, então tem muitas coisas parecidas. Dá para se virar bem.
Boa sorte!

Resposta
Amauri Agosto 28, 2015 at 2:59 pm

Não existe nenhum mercado onde se possa comprar feijão em Kuala Lumpur?

Resposta
Fernanda Froimtchuk Agosto 29, 2015 at 2:27 am

Existe. Na verdade vendem feijao mas não ficam como o do Brasil apos cozinhar. Eu nunca fiz mas os brasileiros que moram em KL sempre preferem trazer do Brasil. E o arroz a mesma coisa.

Resposta
Sidney Agosto 16, 2015 at 3:08 pm

Prezada Fernanda,

Muito boa as informações que passou, acabei de ler porque recentemente recebi um convite através do Linkedin de uma grande empresa multinacional para trabalhar na área de petróleo e gás ai na Malasia, ainda está no inicio as conversas porque nunca trabalhei muito tempo fora do Brasil, apenas algumas semanas nos USA e Suíça. Meu maior receio é a adaptação da esposa e filhos porque eu estarei ocupado com o trabalho e para eles será mais difícil, que dica ou orientação poderia me dar pela sua experiência?

Sidney

Resposta
Fernanda Froimtchuk Agosto 17, 2015 at 2:17 am

Oi Sidney,
Eu e meu marido passamos por isso. Não arrumei emprego lá e ficava muito tempo sozinha. Nao é fácil, mas com o tempo vai amenizando. Kuala Lumpur não é uma cidade com muitas atrações ou entretenimento para que durante o dia a esposa ou filhos tenham muito o que fazer. Os seus filhos provavelmente iriam para escola (lá tem várias internacionais). Para sua esposa indico fazer algum curso lá, seja o que for, ou alguma atividade que ela goste para se ocupar alguns dias. Ate trabalho voluntário eu fiz. Enfim, vale a experiência mas depende muito de cada família e estilo de vida.

Resposta
Juliana Setembro 24, 2015 at 6:58 pm

Qual a diferença ente a moeda de Kuala Lumpur e a do Brasil? Quanto custa uma casa Boa ai só para eu ter uma ideia…. tenho dois filhos pequenos consigo escola para eles… qual o mínimo de renda que vou precisar vou eu e duas crianças um de 4 e outra de 2 quanto acha que gasto de passagens e quanto tempo de vôo? Obrigada Juliana

Resposta
Fernanda Froimtchuk Outubro 25, 2015 at 7:05 am

Juliana, não tenho filhos e a renda que cada um precisa varia muito com estilo de vida.Por isso fica difícil te ajudar nessa questão.
Passagens e tempo de voo também varia, pois vc pode chegar na Malasia por vários caminhos, uns mais longos que outros portanto variando o preço. Posso te dizer que o mínimo de tempo para chegar na Asia são 24h.

Resposta
Guilherme Outubro 7, 2015 at 7:59 pm

Oi Fernanda, boa tarde.

Meu nome é Guilherme e sou do interior de SP. Estou com um projeto para que em 2016 eu mude para os EUA para trabalhar, aprender inglês e tentar fazer uma poupança. O problema maior é quanto ao visto de trabalho que tem me deixado meio querendo desistir, por ser um tanto quanto difícil. Como é a questão do trabalho aí na Malasia para os imigrantes? É por hora? O que o pessoal acha? Se puder responder, claro.

Muito obrigado.
Guilherme

Resposta
Fernanda Froimtchuk Outubro 25, 2015 at 7:02 am

Oi Guilherme, entao como disse no texto não trabalhava quando estava na malasia. O que sei é que você so pode ficar por 3 meses com, visto de turista. Nao sei em que área você trabalha mas conseguir emprego não é tao fácil assim. todos os brasileiros que conheci la e outras nacionalidades foram ja com empregos garantidos. Trabalho pago por hora normalmente é em prestação de serviço, como vendedor de loja e empregados domésticos etc. mas não tenho certeza. não trabalhava la e meu marido trabalha em multinacional.
Na Asia existe um protecionismo grande para que os locais consigam emprego e na Malásia a questão da religião não ajuda muito os ocidentais.
Boa sorte!

Resposta
Selma Moraes Outubro 21, 2015 at 2:17 am

Gostei do seu Blog Fernanda você está de parabéns em interagir com a divulgação de cultura, bem elaborado de fácil entendimento!

Muito obrigada, por transmitir vasta experiência !

Selma Brazil

Resposta
Paulo Lunga Outubro 25, 2015 at 5:15 am

Olá Fernanda!

Meu nome é Paulo Lunga, recebi um convite para trabalhar em uma multinacional do ramo de Oil e Gás, mais te confesso que estou com medo de minha esposa e meu filho não se adaptar!! Além disso, meu inglês não é fluente. Como VC já está a algum tempo por aí, o que VC pode me ajudar com informações?

Desde já agradeço

Abraço

Resposta
Fernanda Froimtchuk Outubro 25, 2015 at 6:57 am

Oi Paulo, morei 1 ano e 4 meses em Kuala Lumpur. Agora estou em Singapura. o pais é sim muito diferente Brasil. Como não conheço seu estilo d vida e historia fica difícil dar opines em relação a se sua família se adaptara ou nao. Posso falar por mim. A adaptacao não é fácil, os primeiros meses são difíceis mas com o tempo aceitei as diferenças. Conheci Brasileiros que amavam morar la e moram ate hoje. Isso vai depender da perspectiva de cada um. Tem sim uma comunidade de Brasileiros por la. No Facebook você consegue achar e ajudam com dicas e algumas informações. Tem uma comunidade de mulheres chamada Amigas Brasileiras em KL. Dao dicas variadas. Me ajudou um pouco no inicio.
Em relação ao inglês, na Asia nenhum local fala inglês bem, mas todos falam o básico. Com o básico da pra se virar no dia dia. Não posso dizer em relacao ao trabalho pois não trabalhava la, mas acretido q em Multinacionais todos falem um nível bom de inglês.
Quando eu fui não tive muita opção de escolher se ia ou não mas não tenho filhos entao não tive essa preocupação, mas muitas famílias de brasileiros la tem filhos e todos estudando e tal. Sempre sair do Brasil é uma ótima experiência e a Asia mais ainda.

Resposta
Livia Outubro 27, 2015 at 11:58 am

Oi Fernanda.
Parabens pelo Blog. Por um acaso sabe se a nossa Carteira Nacional de Habilitação é válida para dirigirmos na Malásia?
Liguei para a Embaixada da Malasia no Brasil e não consegui essa resposta.
Desde de já agradeço a ajuda,
Livia

Resposta
Fernanda Froimtchuk Novembro 3, 2015 at 4:32 am

Oi, serve sim mas é necessário ter a versão tradudiza em inglês, autenticada pela embaixada. Por 1 ano acho pode dirigir assim e acho que para turismo (ate 3 meses) pode usar so a nossa mesmo. eu usava a minha e tinha a tradução guardada no carro.
beijos

Resposta
Veribica Gecys Novembro 2, 2015 at 12:04 am

Olá, Fernanda.
Meu nome é Veronica e meu marido está sendo contratado por uma empresa da Maálásia que fica em Kuala Lumpur, não temos filhos, já li tudo que pude sobre a Malásia, mas ele ira primeiro.
Gostaria de saber se as casas que as empresas oferecem já vem com mobília e utensílios, não temos filhos e sou de fácil adaptação em qualquer lugar, por mais exótico que seja. Gostei muito do seu blog, foi o primeiro que li antes de partir para outros. Meu Inglês não é muito bom, falo bem melhor o francês, mas meu marido fala bem o inglês. Bem é só espeor que me responda. bjs e Boa Sorte na nova jornada.

Resposta
Fernanda Froimtchuk Novembro 2, 2015 at 7:59 am

Oi Veronica,normalmente o local que você vai morar voces que irão escolher. Voces terão um X valor para alugar e poderão escolher alugar uma casa com mobília ou sem. Mas a maioria das moradias (se não forem todas), sem mobília (unfurnished) ja vem com a cozinha mobiliada (geladeira, fogão), e maquina de lavar roupa e ar condicionado instalados. Nas mobiliadas varia. Normalmente ja tem os armários, sofá e cama. Ai você escolhe que for do seu gosto.
Essa foi a minha experiência, mas acredito que a maioria seja assim.
Não se preocupe com o ingles la em Kuala Lumpur. Ninguém fala bem inglês la. O básico ja ajuda e você tera que começar a entender o jeito deles de falar inglês. No mais, KL aparentemente não é exótica pois estruturalmente é um cidade comum, a maior diferença é cultura e a maneira de pensar deles. Boa sorte!!

Resposta
Veribica Gecys Novembro 3, 2015 at 5:20 pm

Obrigada Fernanda! É sempre bom te algumas dicas e seu blog é fabuloso! Parabéns!

Resposta
Monica Novembro 4, 2015 at 4:39 am

Nossa Fernanda, entrar no seu Blog hoje salvou a mim e a minha Família de um golpe, pois recebemos esse contato faz algumas semanas e meu esposo estava participando desse ” processo seletivo” . Enviaram um formulário para que ele respondesse e pediriam para retornar em 4 dias, Ele enviou e eles disseram que ele foi selecionado para início em 5 de Janeiro. Estranhamos um pouco, pois não houve entrevista via Skipe, mas estávamos empolgados com a ideia e no e-mail falava algo sobre pagarmos despesas com o visto e que depois seriamos reembolsados !!! Deus colocou o seu Blog no meu caminho hoje !!! Espero que o nosso relato possa ajudar outras pessoas !! Fiquem com Deus !!!

Resposta
Fernanda Froimtchuk Novembro 4, 2015 at 5:24 am

Que bom que falei a tempo de te ajudar! Meu deus! Fale com seu marido que sempre que uma empresa de fora for recruta-lo as despesas de visto são sempre pagas por eles.E outra dica é claro sempre ocorrem várias entrevistas. Vou tentar avisar ao máximo de pessoas possível! Beijao

Resposta
ANSELMO Dezembro 25, 2015 at 6:59 am

Olá Fernanda meu nome é ANSELMO estou em kuala lumpor a 5 dias vc ainda está aqui na cidade?

Resposta
Cristiane Leme Dezembro 26, 2015 at 8:27 pm

A Fernanda se mudou para Cingapura e está colaborando de lá, agora.
Edição BPM

Resposta
Lorena Janeiro 25, 2016 at 12:01 pm

Olá Fernanda gostei muito do seu blog,sou estudante de zootecnia ,queria saber se nessa área ou mesmo de veterinária é difícil achar emprego e se eles pagam bem?!

Resposta
Marcelo basile Fevereiro 20, 2016 at 1:12 pm

Oi fernanda. Estou com algumas duvidas. Quero visitar a malasia. Qual o melhor mes ? O mesmo é baixa temporada? Passar o ano novo é uma boa ideia? Qtos dias para conhecer a malasia w algumas praias? O custo é baixo mesmo? Aproveitando vi que esta em cingapura. As perguntas servem para os dois. Pois a ideia é conhecer malasia w cingapura. Obrigado

Resposta
Tati Março 8, 2016 at 9:39 pm

Oi Fernanda,
Como é o custo de vida aí?
Meu marido tem uma oportunidade de voar aí pela air Ásia, e gostaríamos de saber mais, pra ver se vale a pena.

Resposta
Gisela Costanzo Abril 7, 2016 at 4:27 am

Oi Fernanda
Estou com uma dúvida muito grande . Espero que você possa me ajudar. 1 euro significa 4,45 Myr . Com 3.500€ convertido por Myr seria mais ou menos 16000 Myr o que se pode comprar com essa quantia em Kuala Lumpur? Moro na Alemanha pretendo fazer férias na Kuala Lumpur .
Espero ansiosa sua resposta
Muito Obrigada
Gisela

Resposta
Marco Paulo Fernandes Abril 8, 2016 at 3:28 pm

Boa tarde Fernanda,

Sabe dizer-me se um salario entre 7500 e 10000 e bom?

Obrigado

Resposta
edvaldo Julho 17, 2016 at 1:33 am

Faixa salarial na Malásia pior ou igual ao Brasil? Cingapura seria uma melhor opção?

Resposta
Fernanda Froimtchuk Agosto 13, 2016 at 3:09 am

Oi Edvaldo, faixa salarial varia com a profissão e com o tipo de contrato que a pessoa faz com a empresa. O salário local (ou seja para os locais ou casos pessoa tenha um emprego que pague salário igual os locais e não como estrangeiro) não é alto não. Mas o custo de via na Malasia (Kuala Lumpur) menor que no Brasil se comparado com grandes cidades. Cingapura o salário é mais alto mas o custo é o triplo de morar em Kuala Lumpur entao acaba sendo menor. Cingapura a concorrência é mais alta, custo de vida alto. Tudo claro varia da sua profissão, experiência e tipo de contrato.

Resposta
Maikon Rissato Agosto 12, 2016 at 1:26 pm

Olá, eu gostaria de saber aonde eu tiro o visto pra trabalhar na Malásia é se é muito difícil de tirar o visto de trabalho pra lá? Estou vendendo minha casa e estou indo morar pra lá .

Resposta
Maikon Rissato Agosto 12, 2016 at 11:28 pm

Por favor Fernanda estou precisando muito saber onde eu faço o visto de trabalho na Malásia eu estou com viagem marcada já tenho um comprador pra minha casa e preciso muito da sua ajuda, desde já agradeço.

Resposta
Fernanda Froimtchuk Agosto 13, 2016 at 3:05 am

Ola Maikon,
o visto de trabalho é obtido através do empregador, ou seja, a empresa que você ira trabalhar é que pode solicitar o visto de trabalho para você.
Para entrar na Malásia como turista não precisa de visto. Você pode entrar e permanecer no pais por 3 meses. La você pode começar o processo para o visto de trabalho atraves da empresa que te empregar.
Espero ter ajudado. Boa sorte.

Resposta
lucilei Novembro 17, 2016 at 4:26 pm

Olá Fernanda!

Como vai ? Estou pretendendo visitar KL em janeiro. Pois conheci um rapaz no site de relacionamento e estamos trocando mensagens a algum tempo. você conhece algum lugar que seja mais frequentados por brasileiros ai? manda resposta por e-mail.

Resposta
Ann Moeller Novembro 22, 2016 at 10:06 am

Ola Lucilei, a Fernanda não colabora mais com o BPM. E as colunistas não entram em contato com os leitores por email. Equipe BPM

Resposta
jonas Fevereiro 26, 2017 at 9:03 pm

Boa tarde Fernanda você conhece algum site de compras de eletronicos confiável ai da Málasia , e site de artigos de pesca;

Resposta
leandro Oliveira Junho 12, 2017 at 5:37 pm

ola fernanda queria saber sobre custo de aluguel e etc…

Resposta
Fernanda Froimtchuk Julho 13, 2017 at 6:56 am

Vai depender muito do lugar e tamanho do apartamento/casa. Da uma olhada no site propertyguru. Lá da pra ter uma ideia.

Resposta
leandro Oliveira Junho 12, 2017 at 5:38 pm

Sobre aluguel bem baratos em vilarejo quanto custa

Resposta
Jullyane Julho 12, 2017 at 6:55 pm

Oi Fernanda , amei seu site , leitura maravilhosa ! Estou em Sentul em Kuala Lumpur , gostaria de saber se é tranquilo sair e voltar para respeitando o tempo de permanência máxima de 3 em 3 meses ? Estamos aqui irá fazer 3 meses , iremos viajar para poder ficar mais 3 meses , fiz uma pesquisa e vi que não há problema , mas gostaria se você tem conhecimento sobre isso . Muio obrigada ?

Resposta
Fernanda Froimtchuk Julho 13, 2017 at 6:46 am

Oi Jullyane,

Normalmente não tem problema. Acho que eles só encrencam se fizer isso sempre. Mas nunca se sabe né. Mas já vi várias pessoas fazerem isso sim.

Boa viagem!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação