BrasileirasPeloMundo.com
Empregos Pelo Mundo Espanha

Mercado profissional espanhol: a importância do estágio

A economia espanhola não vai lá de vento em popa… o país tem um dos índices de desemprego mais altos da Europa e esse pode ser o motivo pelo qual diversos brasileiros que estão buscando trabalho fora do Brasil não consideram a Espanha como um destino promissor. Além disso, os salários daqui, se comparados a outros países da Europa, deixam bastante a desejar.

No entanto, se você está considerando vir para a Espanha para estudar, acredito que esse texto pode te dar uma ajuda para trilhar seu caminho profissional por aqui. Os estudantes internacionais que têm estadia de estudos no país estão autorizados a trabalhar, desde que o limite não chegue a 40 horas semanais.

Para ficar claro, são permitidas carga-horárias laborais de menos de 40 horas por semana. Assim sendo, essa é uma ótima oportunidade para você começar a ganhar experiência profissional no novo país!

Se você está aqui fazendo uma faculdade ou uma pós-graduação, te incentivo muito a procurar um estágio. Esta é, sem dúvida, a melhor maneira de você se inserir no mercado laboral daqui.

Se você já não é mais tão jovem e acha que um estágio vai ser um “downgrade” na sua carreira, te aconselho a rever seus conceitos. Primeiro porque se você é recém-chegada provavelmente terá que trilhar todo o caminho novamente até galgar um posto mais prestigioso; segundo porque os estágios aqui são muito valorizados e, como eu já disse acima, uma boa oportunidade de se inserir no mercado.

As empresas e os chefes levam muito a sério o desempenho do estagiário, ou seja, se você for boa, há grandes chances de que será aproveitada quando o período de “prácticas” terminar. Prácticas é o nome que se dá ao estágio em castelhano, que é justamente para você colocar em prática o que está aprendendo na teoria.

O estágio vai te dar não somente experiência na sua área profissional, mas também experiência no mercado de trabalho espanhol. Você vai ganhar a vivência em uma empresa, vai poder ver como é o dia a dia entre os funcionários.

Pequenos (ou grandes) hábitos que podem ser diferentes do ambiente profissional brasileiro e que te farão ganhar traquejo no ambiente daqui. Se você já estava acostumada a trabalhar no Brasil, verá que aqui algumas coisas são diferentes. E se você ainda não tinha nenhuma experiência laboral, vai poder se moldar direto no estilo espanhol.

Outro fator que considero muito importante são os contatos. Eles podem ser decisivos em um próximo passo que você deseje dar. Quanto mais gente você conhecer por aqui (mantendo uma boa reputação) mais portas irão se abrir no futuro! Porque em todos os lugares do mundo, um ótimo CV aliado a uma excelente indicação podem ser capazes de te colocar onde você deseja estar!

Leia também: Melhores áreas para emprego em Barcelona

É bom ressaltar que o LinkedIn é uma ferramenta bastante utilizada por aqui. Por isso vale a pena manter o seu perfil atualizado na rede. Além de servir para buscar vagas, ele também pode fazer com que os recrutadores cheguem até você. Vejo o uso desta ferramenta muito mais ativo aqui do que no Brasil (pelo menos desde que saí de lá).

Tipos de estágio

Aqui são comuns dois tipos de estágio: os remunerados e os não-remunerados. Os becários são os postos sem remuneração, que geralmente contam com um auxílio-transporte. Já te adianto que essa não é a opção de “prácticas” mais desejada pelos espanhóis.

Obviamente eles dão preferência a realizar um estágio remunerado. E é aí que pode estar uma grande oportunidade para os recém chegados, e/ou para os que ainda não estão com o idioma a 100%. Decidir ser becária pode parecer pouco ambicioso em um curto período de tempo, mas se desempenhar sua função com responsabilidade e comprometimento, há muitas chances de que em um curto prazo, você possa reverter a situação financeira.

De duas maneiras: ou a empresa reconhecerá suas qualidades e te fará uma proposta para um cargo remunerado (pode ser um estágio ou um cargo full-time, mas lembre-se que isso dependerá do tipo de visto que possui) ou você, por já ter uma experiência em uma empresa na Espanha, terá mais chances de disputar uma vaga remunerada.

Leia também: Tudo que você precisa saber para morar na Espanha

Como eu disse antes, acredito que o estágio seja uma passo fundamental para quem quer ingressar no mercado de trabalho espanhol (e no de outros países também). Mesmo que você não esteja mais na casa dos 20 anos, te aconselho a olhar com bons olhos a possibilidade de se candidatar a uma vaga deste tipo.

Nada mais é do que um começo, ou recomeço, dependendo da sua situação. Se você for persistente e determinada, qualidades-chave para qualquer imigrante, as “prácticas” podem render ótimos frutos para sua vida profissional. Boa sorte! Que você comece com o pé direito!

Related posts

Dicas de como trabalhar em Porto Rico

Cris Rivera

As primeiras etapas de um tradutor na Espanha

Fernanda Medeiros

O que é a apostila de Haia, onde e como fazê-la

Susana Sawa Toledo

2 comentários

Raíssa Janeiro 28, 2019 at 9:47 am

Olá. Sou brasileira e moro na argentina à um ano, possuo DNI e tudo mais. Meu namorado é argentino e possui dupla nacionalidade espanhola, hoje ele reside em barcelona. Gostariamos de fazer o documento de união estável para que eu possa morar com ele. Vi que o documento só é expedido se o casal morar junto por 12 meses, mas o passaporte brasileiro so me permite ficar na espanha por ate 3 meses. Ha alguma maneira de solucionar esse problema?

Resposta
Carolina Lauzen Janeiro 28, 2019 at 5:07 pm

Oi, Raissa! Saludos desde Barcelona!
Respondendo à sua pergunta: eu não tenho as informações técnicas a respeito de união estável, mas eu acredito que deva haver alguma maneira de fazê-la sem necessitar comprovar esses 12 meses que você menciona. O que eu te sugiro é buscar ajuda especializada (pq referente aos assuntos de extranjería existe muito disse-me-disse e informacao truncada). Recentemente fiz uma prorrogacao da minha estadia aqui e optei por pedir ajuda especializada. Te passo o contato da empresa com quem eu tratei, pois sei que sao de confianca: http://www.globalimmigration.es/
Inclusive falam portugues, se for melhor para vc. Espero ter ajudado! Boa sorte!!!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação