BrasileirasPeloMundo.com
Argentina Culinária Pelo Mundo

Mercados e Feiras Gastronômicas em Buenos Aires

Mercados e Feiras Gastronômicas em Buenos Aires.

Se existe algo que gosto muito em Buenos Aires, é a vida ao ar livre. Já comentei aqui que a cidade é perfeita para quem gosta de caminhar e aproveitar seus espaços públicos. Também, outra faceta que me agrada muito é a da gastronomia que, longe de ser somente empanada e assado, ultimamente tem revelado uma tendência que resiste às crises: as feiras e mercados gastronômicos.

Podemos encontrar desde produtos caseiros, de pequenas produções, algumas exclusivas para feiras, até opções gastronômicas de restaurantes famosos que aproveitam a moda dos mercados e feiras para oferecer seus menus e fazer sua marca mais conhecida do público em geral.

Leia também: Gastronomia argentina: hábitos e pratos típicos

Buenos Aires Market

Há 7 anos, essa feira itinerante de alimentos gourmet recorre as praças dos bairros da Capital oferecendo degustação e produtos com preços promocionais, além de promover a alimentação saudável, apresentando ao seu público produtores regionais certificados de patês, queijos, azeites, doces, cereais e temperos especiais, por exemplo. É o evento que mais gosto de ir porque além da comida, sempre montam algum palco onde se pode participar de aulas rápidas de cozinha e entrevistas com chefs importantes e é muito bem organizado. Se realiza durante um final de semana por mês com acesso livre para todas as idades.

Buenos Aires Market também realiza festivais como o de hamburgueres, da pizza, de comida para celíacos e vegetariana. Todas as edições normalmente se suspendem em caso de chuva.

Acervo Pessoal - Produtos locais
Acervo pessoal – Produtos locais

Mercado de San Telmo

Localizado no bairro de mesmo nome, minha visita a esse mercado foi uma surpresa bem bacana porque San Telmo é o bairro para turismo. Quase todos os restaurantes e lojas são voltados para o turista. Inclusive tem uma rua inteira, a Defensa, onde todos os domingos fazem uma feira que basicamente vende bugigangas e souvenirs e, morando aqui, pra mim já não é tão interessante. Eu achava que o mercado seria um “mais do mesmo” dessa rua, porque fica perto. Já dentro do mercado, numa primeira parte, encontramos toda sorte de antiguidades como móveis, jóias, livros, discos de vinil e muita arte. É legal recorrer os postos e prestar atenção nos detalhes vintage que são uma viagem no tempo. Logo depois desse passeio, está o pátio de comidas que acomoda restaurantes, verdureira, frutaria (onde encontrei carambola, aqui chamada de fruta estrela) e até um açougue. O motivo dessa mistura é porque o objetivo inicial do mercado era abastecer os imigrantes que chegavam a Buenos Aires no início do século XX. Essa história se mantém viva em cada posto de comida e de antiguidades.

Clique aqui para conhecer mais sobre este mercado.

Patio de Los Lecheros

O pátio dos leiteiros, antes era uma estação de trem que recebia as produções de leite de todo o país para depois distribuir, em carroças, pelas ruas dos bairros próximos. Isso foi até a década de 60, quando as novas normas de segurança e higiene entraram e vigor e uma nova forma de distribuir e refrigerar o produto fez com o que o pátio fosse desativado. Hoje, com os esforços do governo e da iniciativa privada, este lugar se tornou um point onde podemos ver shows e várias atividades multiculturais, como festivais de cinema. Claro, tudo isso com uma oferta gastronômica que tem o apoio de chefs super reconhecidos na cidade. Também possui uma horta, mercado de produtos orgânicos e um espaço com 150 mesas para sentar e compartir um bom momento. Você pode ter mais informações através desse link.

Festivais Buenos Aires Celebra

Buenos Aires, como a conhecemos hoje, é fruto das várias correntes migratórias, mais ainda depois das duas Grandes Guerras que devastaram o continente europeu. Então, com o objetivo de fortalecer o vínculo da cidade com os diversos coletivos de imigrantes que aqui vivem, foi criado o “Buenos Aires Celebra”, que homenageia diferentes países. Acontece sempre na Avenida de Maio e o público pode disfrutar de manifestações culturais como danças, músicas, desfiles, arte e, principalmente, culinária típica do país homenageado.

Normalmente acontece nas datas de independência ou qualquer outra de grande importância no país do momento. A do Brasil, por exemplo, sempre se realiza na nossa semana da pátria e nem precisa dizer que é uma ótima oportunidade para comer aquela feijoada com caipirinha e matar a saudade da coxinha. Tenho vários amigos argentinos que simplesmente não perdem uma festa, quando é a do Brasil, porque sem dúvidas é a que tem o povo mais animado, desfiles de escolas de samba e sempre trazem algum grupo para animar a festa! Os eventos sempre contam com o apoio de suas respectivas embaixadas. Para saber mais, clique aqui.

Leia também:  Entrar na Argentina apenas com o RG

A Província de Buenos Aires também tem seus eventos, como a Feira das Coletividades, Festa do Sabor Alemão entre muitas outras, mostrando que a cidade também pode ser uma parada obrigatória para o turismo gastronômico, oferecendo, através de seus eventos, pratos que representam cada lugar da Argentina, além de promover receitas, alimentação e hábitos de consumo saudáveis.

Related posts

Hábitos alimentares alemães

Karina Finke

Os espaços públicos na vida da capital argentina

Patricia Souza

Onde encontrar ingredientes e comida brasileira na Nova Zelândia

Gabriela Nunes

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação