BrasileirasPeloMundo.com
Bélgica

Minha Vida na Bélgica

Há um pouco mais de três anos eu troquei o ensolarado Rio de Janeiro pelo país das batatas-fritas (para aqueles que não sabem, os Belgas juram ter inventado a tal batata). Minha mãe já estava morando há uns cinco anos na Bélgica e eu, nos meus vinte e poucos anos, sem saber muito bem o que fazer da vida, querendo mudar de ares e de paisagem resolvi que Bruxelas poderia ser uma boa mudança. Devo dizer que ainda existem muitas coisas com as quais não me habituei em Bruxelas, como o clima; quase sempre chuvoso.

Porém, independentemente do cinza habitual e da dependência constante dos guarda-chuvas e sites metereológicos, morar na capital da União Europeia tem inúmeras vantagens, como o cenário multi-cultural e uma gama de atividades culturais imensa. Estou sempre indo em festivais de cinemas de todos os tipos de filme, exposições de artistas de todo o mundo, restaurantes de comidas típicas de todas as partes do globo e adoro esse contato com gente vinda de varios lugares e tendo vidas tão diferentes (ou nem tanto) da minha.

Para aqueles que não conhecem muito bem a Bélgica, podemos dizer que ela é ao menos um lugar curioso. Dividido em três regiões: Flandres ao norte, Bruxelas a capital e Valônia ao sul, o pequeno país tem três línguas oficiais (o holandês, o francês e o alemão) e muitas não-oficiais mas que são super fáceis de se ouvir em todo lugar (como a árabe, o inglês, o espanhol…). A situação política daqui é também bem peculiar e complicada, não sendo raro um próprio belga se encontrar perdido tentando entender a coisa todas. Temos por exemplo o recorde mundial de ausência de um governo. (541 dias, no total).

E é por isso que esse pequeno país cheio de problemas tão diferentes para nós brasileiros (como a disputa linguística entre os falantes de holandês e os francófonos) é um lugar bem interessante, com seu charme próprio e muitas vezes precisamos de olhos atentos e bom-humor para desfrutar de todas as coisas boas aqui presentes. A adaptação nem sempre é fácil e no meu caso demorou para que tantas coisas entranhas ou diferentes conseguissem ganhar a minha graça, ou pelo menos o meu entendimento.

Como por exemplo a burocracia complicada, se achar nas confusões administrativas belgas pode ser um trabalho hercúleo. Depois de dois anos aqui, explorando, trabalhando, encontrando novos hobbys, eu resolvi seguir uma formação de assistente social e me inscrever na escola foi um épico de mais de um ano de estresse e correria atrás de papeis; muitas vezes inexistentes. Felizmente a enorme variação de cervejas magníficas e os deliciosos chocolates belgas são ótimos aliados nos momentos de estresse, assim como a própria cidade, que é cheia de pequenos tesouros em sua paisagem, com os murais Art-Nouveau e a arquitetura de Victor Horta, que muitas vezes ajudam a trazer um sorriso aos meus lábios quando estou passando pela rua.

Em geral, a vida aqui é bem diferente do ritmo acelerado que encontramos na maioria das grandes cidades brasileiras, não sei se é do frio, ou dos belgas mesmo, mas sinto que a maioria das pessoas aqui são muito mais caseiras. E foi desse novo jeito, mais calmo, onde eu fui vendo nas pequenas e grandes diferenças, a maneira de explorar Bruxelas e a mim mesma, momentos mais reclusos e mais calmos me ajudaram bastante a olhar pra dentro e ir descobrindo e redescobrindo coisas novas, ou  já há muito tempo escondidas em mim. Eu fui me encantando pouco a pouco com a cidade, mudando o meu olhar e ganhando novas experiências incríveis que só uma vida longe do nosso país pode nos proporcionar.

Related posts

Sistema de ensino na Bélgica

Tábata Senna

Lugares incríveis para conhecer na Bélgica

Marcela Bueno

Documentos para casar na Bélgica

Marília Assis Breite

46 comentários

Daphne Junho 7, 2013 at 12:51 pm

Oi Bia, muito legal a sua apresentaçao. Fiquei curiosa pois nao conheço Bruxelas, aliàs ,nunca fui à Belgica e ao ler seu texto fui imaginando o cenàrio do lado de là!
Bjs!
Daphne

Resposta
Ana Junho 7, 2013 at 3:08 pm

Muito legal mesmo. De fato, pra perceber certas coisas em nos, ca de dentro, so mudando de pais…

Beijo!

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 11:06 am

Pois é, as vezes precisamos mudar o fora para poder poder olhar melhor pra dentro!

bjks

Resposta
Rodz Junho 7, 2013 at 3:10 pm

Bia!
Muito bom o texto, parabéns! Eu gostaria muito de ter visto fotos (principalmente da arquitetura que você mencionou), fiquei muito curioso pra ver essa sua perspectiva em imagem!
E parabéns pela nova carreira :p
Escreva mais, tenho certeza que existem mais coisas que você gostaria de falar sobre a Bélgica.
beijos e saudades!

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 11:05 am

Obrigada Rodz!!
Vou ver se tiro umas fotos e nos próximos posts elas estarão presentes, pode ter certeza!

Bjks e saudades!

Resposta
karla Junho 7, 2013 at 3:39 pm

bOM VEMOS QUE BURROCRACIA E MUNDIALLLLLL 😉
mAIS UMA ASSISTENTE SOCIAL mUNDIAL 😉
dEPOIS QUANDO TERMINAR A FACULDADE ME FALA COMO FOI … !!!!tAMBEM SOU ASSISTENTE SOCIAL

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 11:04 am

Siiim! Burocracia é até mais presente que Mac Donald’s hehehehe
E sim, assistentes sociais dominando o mundo! Quando terminar eu falo sim! 🙂

Resposta
Ann Junho 7, 2013 at 3:49 pm

Bruxelas e um lugar que esta sempre na minha lista de lugares para conhecer bem e nunca fui por mais de 1 dia…portanto, decidi que sera neste verao rsrs..lugar encantador, nao so Bruxelas, na verdade, toda Belgica, Brugges e um sonho tambem. Aproveite a sua passagem por ai e boa sorte nos estudos 🙂 Bem vinda ao time! Bj

Resposta
Beatriz Junho 7, 2013 at 4:28 pm

Olá Daphne,
Obrigada! Espero que realmente tenha te animado, Bruxelas é um lugar bem legal, tanto para morar quanto para visitar!
Aliás, concordo com a Ann, a Bélgica toda é cheia de lugares bem legais e de quebra tudo bem perto um do outro, já que o país é pequeno =)

Resposta
Beatriz Junho 8, 2013 at 8:03 am

E obrigada Ann, pela oportunidade!! To adorando poder saber mais de tanto lugar do mundo pelos olhos das pessoas que moram neles e muito feliz de poder passar um pouco da minha experiência por aqui! =)
bjks

Resposta
Debora Junho 7, 2013 at 4:42 pm

Muito bom o artigo. Bruxelas é uma cidade menos óbvia, mas tem lá os seus muitos encantos.

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 11:02 am

Obrigada Debora!
Sim! Bruxelas tem os encantos, mas eles estão onde menos esperamos! 😉

Resposta
Mchelle Fechine Junho 7, 2013 at 4:44 pm

Bia, falando especificamente sobre a dureza que sofre um estrangeiro, brasileiro, para conseguir um “lugar ao sol”, em qualquer lugar do mundo, não é nada fácil, não é mesmo? Tem que haver muita coragem, muita perseverança para deixar uma vida e encarar o desafio de recomeçar em outro lugar.
A grosso modo, é como voltar os tempos de criança e reaprender a falar, escrever…Tudo novamente.
Parabéns por sua bravura!
Lá vou eu encarar o desafio também.
É isso aí! 😉

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 11:01 am

Sim Michelle, é sempre difícil ser estrangeiro, tudo novo e muitas vezes bem diferente, temos realmente, como você disse, voltar aos tempos de criança, mas isso também é uma ótima oportunidade de crescermos mais e novamente, mudando e ganhando mais experiências, um olhar novo…

Tenho certeza que você tem toda a força para encarar esse desafio!! Boa sorte nessa nova jornada!
bjks

Resposta
Bianca Junho 7, 2013 at 5:07 pm

Lindo ler esse depoimento de todo um processo de adaptação seu, nesse novo ambiente.
Bruxelas ficou mais encantadora agora, espero poder voltar com calma e ter tempo de me encantar pela cidade!

Parabéns, ficou lindo!

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 10:56 am

😀
Obrigada!! Venha sim!!!

bjks

Resposta
Fernanda Franco Junho 7, 2013 at 9:45 pm

Bem vinda ao grupo, Bia! Tambem fiquei curiosa em conhecer a cidade, mas, voce tem um fator positivo que e ter a mae ai ja pra dar um suporte. Boa sorte por ai! Bjs Fernanda

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 10:55 am

Olá Fernanda, obrigada!
Claro, tendo a mãe ajuda bastante, a experiência acaba sendo outra!
bjks

Resposta
Mônica Junho 8, 2013 at 2:00 am

Oi, Bia!! Adorei o texto. A sua carinha!! Muitos beijos e muita felicidade na chuvosa e cervejosa Bélgica!

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 10:53 am

Obrigada Mônica! =)
Pode deixar que estarei aproveitando tudo, as cervejas e até a chuva!

bjks

Resposta
Iuri Rossi Junho 8, 2013 at 6:03 am

Muito legal o texto Bia! Sempre bom ler algo dos amigos que não vemos a anos, e de cidades tão legais como Bruxelas. Admito que fiquei encantado com a Bélgica, principalmente com Brugges!!!! Lugares que eu certamente voltarei!

Abs do Rio

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 10:52 am

Obrigada Iuri!
Que bom que você gostou, do texto de do país! Realmente Brugges é linda demais!! Se aparecer pelas bandas dá um aviso, sempre bom rever velhos amigos 🙂

bjks

Resposta
Tereza (bruxelas) Junho 8, 2013 at 12:11 pm

Sou tua fã, Bia! 🙂

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 10:51 am

Obrigada Tereza! =)

Resposta
Tati Sato Junho 10, 2013 at 9:35 am

Oi Bia!

Antes de tudo, bem-vinda ao grupo! =)

Quando me mudei de São Paulo para a Europa, achei que tudo fosse ser perfeito – afinal, como poderia existir problemas em países desenvolvidos como os europeus? A verdade é que existe e, como estrangeiros, nos deparamos com a loucura de encontrar um meio de nos adaptarmos a ela. Realmente, esse é um trabalho hercúleo. Acho que seja assim porque não conhecemos como funciona o país…

Não conheço Bruxelas, mas tenho um casinho para contar. Lembro-me que um dia viajava da França (Nice) de volta a Dublin e trocaria de vôo em Bruxelas. Quando saí do aeroporto, não havia nem uma alma viva nas cabines da imigração e, por isso, continuei andando. Quando tive que pegar meu vôo até Dublin, os guardas da imigração começaram a me perguntar onde estava meu carimbo de chegada a Bruxelas. Eu respondi que não havia ninguém nas cabines da imigração e eles me deram bronca… Fazer o quê? Hehe!

Um beijo

Resposta
Beatriz Junho 11, 2013 at 10:51 am

OiTati, obrigada!
Pois é, a diferença faz parte e é aos poucos que vamos aprendendo como funciona tudo e o “jeitinho” local”!
Quanto ao aeroporto, aqui acontece umas coisas doidas como essa, já tiveram alguns casos de menores de idade que saíram daqui, passaram pelo aeroporto e só foram ser barrados na cidade de destino! Um deles um menino de 12 anos, saiu da escola e resolveu ir pra Espanha, foi andando com a sua mochila, sem bilhete nem nada e só foram parar ele quando chegou em Málaga! hehehe É o que por aqui chamamos de surrealismo Belga :p

bjks

Resposta
Christine Marote Junho 24, 2013 at 10:47 pm

Bem vinda Bia (um pouco atrasado, reconheço…rs)!
O mais interessante de tudo isso é ver que a Europa também não é essa engrenagem tão perfeita assim. Todos os lugares tem seus problemas e as pessoas acabam dando seu ‘jeitinho’ de viver e aprender…
Beijo.

Resposta
Bruna Oliveira Março 18, 2014 at 1:09 pm

Oi Bia, estou indo para a Bélgica em maio, acompanhando meu marido em um compromisso de trabalho. Assim terei meus dias livres. Como não domino as línguas faladas na Bélgica, gostaria de saber se você indica alguma brasileira que mora ai que pode me acompanhar e sugerir algumas andanças durante os dias. Ficarei hospedada em Bruges.

Obrigada,
Bruna

Resposta
Beatriz Maio 21, 2014 at 12:14 pm

Oi Bruna,
Desculpa não ter visto seu comentário antes! Espero que sua viagem esteja sendo boa. Eu infelizmente não conheço ninguém em Brugges pra poder dar indicações :/

Tem um post aqui no Brasileiras, onde eu falo dos meus lugares preferidos e dou umas dicas de Bruxelas, talvez você encontre alguma coisa que te interesse! Se não tivesse em semana de provas eu me ofereceria pra ser guia por um dia, mas infelizmente não vai dar!

Bjks

Resposta
eloisa Maio 2, 2014 at 2:08 pm

Olá. Vou estar em Bruxelas por um dia em julho. Gosto muito de comer moules. Quando vou a França sempre como no Leon, de Brussels. Você teria alguma indicação de restaurante para almoço de moules e frutos do mar no centro de Bruxelas, próximo a estação Bruxeles midi, que é por onde chegaremos? Obrigada.

Resposta
Beatriz Maio 21, 2014 at 12:17 pm

Olá Eloisa!

Desculpa a demora pra responder! Eu não conheço nenhum grande restaurante perto de Midi, mas não muito longe, na Bourse, já no centro da cidade, tem um chamado “Arcadi” na Galerie du Roi – Chausée d’Alsenberg. Lá tem Moules deliciosos e de quebra, tortas maravilhosas pra sobremesa 🙂

Bjks

Resposta
Beatriz Maio 21, 2014 at 12:18 pm

Ops, Na verdade é +- perto da Bourse, mas mais pertinho da Grand Place!

Resposta
Loraine Maio 23, 2014 at 1:13 pm

Olá Beatriz, estarei em Bruxelas na semana da Copa, você teria uma dica de bar que certamente passará o jogo do Brasil no dia 17-06? Muito obrigada!

Resposta
Karine Julho 3, 2014 at 8:12 pm

Oi Bia!

Em agosto eu irei pra Bélgica, mais precisamente para Hasselt, e ficarei por 7 meses pelo programa do governo Ciências sem Fronteiras! Você saberia me dizer como é a vida em Hasselt? Se a parte da alimentação é muito cara (principalmente do dia a dia). Fora os gastos com moradia e despesas básicas como moradia, água, luz, internet e gás (que já está td pago), você acha que eu consigo viver bem com 500 euros por mês?

Agradeço a atenção!!

Resposta
Renata Março 4, 2016 at 2:33 pm

Karine, hoje sou eu que estou na mesma situação, gostaria de saber como foi sua experiência e pedir algumas orientações. Nada melhor do que me me inspirar em alguém que já passou por isso 🙂 Poderia por favor entrar em contato comigo? meu email é [email protected]

Resposta
Luiza Horta Julho 24, 2014 at 11:55 am

Oi Bia, adorei seu post. Já visitei Bruxelas e me vi em algumas passagens do seu texto.
Mudarei para Bruxelas para fazer meu mba mês que vem, e gostaria de conversar melhor com vc para pegar dicas sobre alguns aspectos mais práticos do cotidiano.
Agradeço desde já e se puder, me adiciona no facebook (/luiza.horta) para conversarmos mais!
Abraços!!

Resposta
CRISTIANE Agosto 22, 2014 at 8:54 pm

Boa tarde Beatriz!

Gostei muito das informações contidas em suas entrelinhas, aparentemente é um lugar adoravel, com caracteristicas bem atrativas e uma benefica tranquilidade muito procurada por mim para extensão de conhecimento, além de caracteristicas culturais inestimaveis.,mas como em todo lugar possui não tão bons ou mesmo agradaveis e como tenho planos de fixar resid~encia pelo menos por alguns tempo neste, gostaria de mais informações sobre violência, empregos e maiores informações que facilitariam estadia no mesmo.

Agradeço

Att

Cristiane

Resposta
Joelma Gomes Setembro 18, 2014 at 11:51 pm

Boa noite!
Há 3 anos que vou a Bélgica 2x ao ano. Namoro um Belga maravilhoso, um homem incrível. A família dele sempre me recebem muito bem. Adoro esse país. A cidade que ele mora fica em Liège. Conheço um pouco Bruxelas e adoro visita-la sempre que estou lá. Estudo francês para me comunicar melhor com todos, mas é muito difícil…kkkk
Em Dezembro chego por aí para passar 1 mês…amo de paixão esse pequeno país.
Beijos.
Joelma Gomes

Resposta
Andressa Dezembro 19, 2014 at 12:31 pm

Bom dia, eu estou pretendendo ir para morar nesse peculiar pais.
gostaria de ouvir algumas curiosidades, cotidiano caso vc possa me passar.
me add no facebook.com/andressasediara

Resposta
Sofia Julho 6, 2015 at 5:30 pm

Olá Bia.
Nunca pesquisa pela internet encontrei o seu Blogue.
Também sou Assistente Social, mas no meu país as coisas estão extremanente difíceis na área, pelo que tenciono aventurar-me pelo estrangeiro. Contudo, só encontro testemunhos Assistentes Sociais em Inglaterra. Gostaria de saber, se possível, como é o Serviço Social na Bélgica, o que é preciso para exercer, se tem muita empregabilidade e quais as áreas de maior empregabilidade (crianças e jovens, idosos, toxicodependência, etc).

Obrigado pela partilha da sua aventura e votos de muito sucesso no futuro.

Resposta
Thais Julho 13, 2015 at 12:23 pm

Haa adoro a cidade e sempre vou no final do ano..minha mae mora na Belgica ja morou em Antuerpia e agora esta em Ekeren..eu estou criando coragem para morar la pretendo ir no final deste ano…sou super urbana e estou acostumada ao barulho de sao paulo la é bem calmo e educados no transito rsrsrsrrs….Bom mas quem sabe nos encontramos quando eu for Bia Noronha

Resposta
josuel m cavalcante Dezembro 29, 2015 at 3:52 pm

oi bia meu nome é josuel cavalcante moro em fortaleza brasil.sou jogador profissional de snooker sinuca no brasil tenho vontade de conhecer a belgica e tentar jogar ai.gostei da sua historia

Resposta
Caio Agosto 3, 2016 at 8:03 pm

ola, alguém sabe se tem alguém que pode redirecionar uma compra que pretendo fazer ai, porque aqui no Brasil sem condições, uma antena com cabo de aparelho auditivo, pois meu pequeno filho esta a um mes sem escutar por conta de uma antena custar 1750 reais, achei na bélgica um preço mais em conta(muito mais em conta) porem preciso que alguém receba e me envie aqui ino brasil pois o custo de envio pela empresa fica quase o mesmo valor que aqui.

se caso alguém souber de alguma pessoa que faça esse serviço entre em contato, ja nao tenho mais a quem recorrer obrigado.
whatsapp +5511982147435
celular +551982147435
Caio

Resposta
Cristiane Leme Agosto 5, 2016 at 8:05 pm

Caio, a Bia parou de colaborar conosco.
Se uma pessoa for comprar um aparelho desse tipo para você e for mandar da Bélgica para o Brasil, o envio continuará custando caro e é preciso antes verificar se haverá pagamento de impostos na chegada, pois isso também pode encarecer o preço final que você pagará. Envios internacionais custam caro porque normalmente as empresas que enviam custeiam também os eventuais valores devidos para a alfândega brasileira.
Talvez fosse uma ideia tentar encontrar em outros países. A Dinamarca, onde moro, é famosa por seus aparelhos auditivos de qualidade.
Boa sorte,
Edição BPM

Resposta
Carolina Loureiro Setembro 13, 2016 at 11:23 am

Olá Bia, sou portuguesa mas vim viver para Bruxelas à alguns dias, gostava de saber como/onde encontras as informações das diversas coisas que aqui se passam ou que se pode aproveitar aqui na cidade, como festivais/restaurantes/Cinema/workshops…… Em Lisboa conseguia encontrar tudo isso na revista Time Out, não sei se tens conhecimento, há em várias cidades do mundo (Europa?) Mas em Bruxelas ainda não encontrei. Se tiveres conhecimento de alguma revista ou site do género agradecia 🙂 muitíssimo obrigada.

Resposta
Cristiane Leme Setembro 14, 2016 at 7:23 pm

Carolina, a Bia parou de colaborar conosco mas temos outras colunistas na Bélgica. Procure pelos textos publicados mais recentemente sobre o país no blogue.
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação