BrasileirasPeloMundo.com
10 Motivos Portugal

Dez motivos para morar em Portugal

Dez motivos para morar em Portugal.

Muita gente pensa em Portugal como o país do bacalhau e do vinho, não é mesmo? Pois é, mas Portugal é muito mais que isso e tem muitos motivos que nos fazem viver por aqui. Vou contar um pouquinho para vocês.

1 – O tamanho do país: Portugal é um país pequenino com pouco mais de 92.000 quilômetros quadrados. Em pouco tempo podemos viajar pelo país e ver muitas coisas mas, para conhecer mesmo, só vivendo aqui. Há tanta história em cada cantinho e tantas paisagens bonitas e diferentes em cada região que só quem mora no lugar pode aproveitar. E além de Portugal continental, os arquipélagos da Madeira e dos Açores são muito bonitos e merecem serem visitados. Podem ver um pouquinho da cidade da Horta, na Ilha do Faial aqui nesta foto.

Horta2 – O clima: Portugal tem um clima agradável na maior parte do ano com inverno chuvoso e verão seco. O sul do país (Algarve) é a região mais quente com temperatura média de 13 graus no inverno. Na região de Lisboa, em janeiro, no mês mais frio do inverno, a temperatura média ronda os 8 graus. Considerando o norte da Europa, Portugal tem um clima fantástico e muitos outros europeus como alemães e ingleses compram casa no Algarve para viver a sua aposentadoria. E ainda tem a Serra da Estrela onde neva muito no inverno e está a pouco mais de 200 Km de Lisboa. Portanto, temos clima e temperatura para todos os gostos.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

3 – As praias: Com um clima desses, com verão quente, só temos que aproveitar as praias. A costa portuguesa em Portugal continental tem mais de 900 Km de extensão e muitas praias para se aproveitar. O Algarve tem a água do mar mais quentinha podendo atingir os 23 a 24 graus no verão.

praia4 – A história e a cultura: Para quem gosta de história tem sempre algumas ruínas romanas, algum castelo e algum palácio para visitar. E na maior parte do país, e não somente nas grandes cidades como Lisboa e Porto, há sempre algum evento acontecendo. Às vezes são tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo que fica até difícil escolher. Ah, e tem também as festas de verão. Embora o clima do país não seja muito mal, é a partir de maio e no verão que acontece a maioria das festas das cidades. Em junho temos as festas de Lisboa, de Oeiras, de Évora, em agosto as festas de Cascais, em setembro a feira de São Mateus em Viseu, a feira mais antiga da Península Ibérica e já tem mais de 600 anos de história, além de tantas outras nas cidades menores.

Leia também: como tirar o visto D7 para morar em Portugal

6 – A educação pública: É gratuita e de qualidade para todas as crianças e jovens desde a pré-escola até ao ensino médio e obrigatório dos 5 aos 18 anos de idade. O Ministério da Educação tem desenvolvido vários projetos e programas de promoção do sucesso escolar e o país tem progredido acentuadamente nos “rankings” mundiais, encontrando-se atualmente já próximo dos países da frente. Estes resultados foram obtidos através de grandes investimentos em formação de professores, nos edifícios escolares, na introdução de tecnologias no ensino e  um apoio acrescido aos alunos que revelam dificuldades de aprendizagem. Todas as escolas oferecem aos alunos esporte, bibliotecas escolares bem equipadas e laboratórios para o ensino das ciências. Todas as crianças começam a aprender inglês aos 8 anos e uma segunda língua estrangeira a partir dos 12. E, além de tudo, um estudante não precisa estudar em escolas particulares para entrar nas Universidades públicas.

7 – O Serviço Nacional de Saúde: O SNS atual foi criado em 1979. Desde então muita coisa melhorou na saúde portuguesa e os indicadores de saúde revelam. Basta ver a taxa de mortalidade infantil que abaixou de 24,3 em 1980 para 2,9/1000 nascidos vivos em 2013. O SNS é regulado por taxas moderadoras mas estão isentos de pagamento os desempregados, as crianças até 12 anos, pessoas com baixa renda, grávidas e parturientes, entre outros. Como em todo sistema de saúde, pode ser que você encontre defeitos mas, em geral, funciona bem!

8 – Transportes públicos nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto: Essas duas cidades concentram a maioria da população residente em Portugal e suas áreas metropolitanas são servidas por uma ampla rede de transportes que incluem ônibus (autocarros), bondinhos (elétricos), trens (comboios) e ainda barcos. É possível ir de comboio de Lisboa a  Cascais (30 Km) em 30 minutos apreciando o oceano Atlântico. Muito bom, não é mesmo?

elétrico9 – A segurança: Portugal é um país seguro e a criminalidade tem diminuído ao longo dos anos. Infelizmente ainda existe mas, de acordo com os Relatórios de Segurança Interna, de 2012 para 2013 houve uma redução de 6,9% na criminalidade global que ocorreu no país. Uns dos maiores problemas são furtos em automóveis e dirigir com taxa de álcool no sangue acima da permitida.

Leia também: como abrir conta bancária em Portugal

E para concluir vou falar dos famosos: o bacalhau e o vinho.

10– A gastronomia: A comida em Portugal é muito boa, variada e barata e, se você gosta de comer bacalhau e beber vinho, chegou ao paraíso. Em Portugal diz-se que existe uma receita de bacalhau por cada dia do ano (mas tenho certeza que existe mais). Você pode comer bacalhau à Brás, com natas, à lagareiro, à Gomes Sá, feijoada de bacalhau, etc. De acordo com estatísticas recentes, cada português consome 6 quilos de bacalhau por ano.

Além do bacalhau também temos feijoada (diferente da brasileira), cozido à portuguesa, carne de porco à alentejana, açordas, excelentes peixes e mariscos e ainda tantos outros pratos típicos e deliciosos. E a famosa sardinha assada!

sardinhas1No quesito vinhos, Portugal é um grande produtor e muitos vinhos portugueses já ganharam prêmios internacionais. De acordo com a Revista de Vinhos, em 2012 o país produziu 630 milhões de litros e a região que mais produziu foi a do Douro. Há excelentes vinhos produzidos no Douro, no Dão, no Alentejo, na Bairrada, todas regiões produtoras. Há também os excelentes vinhos licorosos como o do Porto e o Moscatel de Setúbal. Há vinhos para todos os gostos e bolsos e até tem vinhos em embalagens tetrapak por menos de 1 euro o litro. Mas, esqueça estes. Há bons vinhos a partir de 3 euros a garrafa. Acredite!

Ficou com vontade? Então venha experimentar um pouco da terrinha passeando por aqui.

Related posts

Férias no Porto: o melhor destino europeu de 2017

Priscila Maranhão

5 curiosidades históricas sobre Coimbra

Isadora Lima

Meu marido foi expatriado. E agora?

Analu Tavela

200 comentários

Ieda dos Reis Outubro 16, 2014 at 10:48 pm

Amei o teu trabalho. Que saudades da Santa Terrinha, onde podia comer sardinha na brasa, com tudo; castanhas quentinhas antes de pegar o comboio para a Quinta da Figueirinha; tomar ginginha no Rocio e de tantas coisas boas que essa terra e essa gente maravilhosa me deram. Eu era feliz e sabia! Um grande abraço Lyria.

Resposta
Lyria Reis Outubro 16, 2014 at 10:58 pm

Que bom!!! Muito obrigada! 🙂
Verão é tempo de sardinhas. Agora, no outono, já chegaram as castanhas. 🙂 Só coisa boa!
abraços! 🙂

Resposta
Roseli Araujo araujo Março 20, 2015 at 12:37 am

Lyria que delícia de ler o seu texto,eu estou decidida ir morar em Portugal com minha família,sou professora aqui no Brasil,o que vc acha…amo o brasil mas aqui infelizmente não esta dando mais.Abraço

Resposta
Lyria Reis Março 24, 2015 at 10:52 pm

Olá Roseli,
Muito obrigada pelo comentário! 🙂
Cada lugar é um lugar, cada país é um país. Em todos os lugares há coisas boas e ruins.
Cada pessoa tem o seu próprio motivo para mudar de um país para outro.
O que eu acho? Só você e sua família saberão o que é bom para vocês.
Leia também os outros textos da categoria Portugal.
Boa sorte!

Resposta
Ricardo Maio 4, 2015 at 3:51 am

Tendo como profissão professor como é pra conseguir emprego?

Lyria Reis Maio 7, 2015 at 12:22 am

Olá Ricardo,
Depende muito e cada caso é um caso. Mas, em geral, está bem difícil conseguir emprego nesta área.

Laura Maio 27, 2015 at 3:10 pm

Eu não sou brasileira e nem portuguêsa, Nasci na Bélgica e sou filha de imigrantes italianos e por enquanto moro na Irlanda. Vim pra cá pra melhorar o meu Inglês e acabei aprendendo o português também :). Tem uma comunidade brasileira muito grande aqui 🙂 Acho que a Senhora tem que ir em um lugar onde a senhora pensa se sentir bem. Se fica escutando as pessoas que dizem não possível por causa da crise ou outro motivo, não vai fazer nada. Claro que tem que bem pensar nisso por que você tem uma familia, mas acho que nada é impossível. Para ter viajado bastante, posso dizer que cada país tem os seus problemas. Talvez os salarios estão mais baixos em Portugal mais as despesas também e a qualidade de vida, na minha opinião, é bem melhor.que no norte da Europa. Mas isso depende de que tipo de vida uma pessoa quer e que é o mais importante. Quando vim pra Irlanda, a minha familía ficava dizendo que não conseguiria um trabalho por que tem crise etc etc. E aí ??!! Tem crise em toda a Europa … é o mundo inteiro que está indo mal. Fiquei dois anos sem achar um trabalho na Bélgica.
Foi dificíl no inicío, não intendia a língua ( o inglês é bem diferente do que se aprende na escola), tinha pouco dinheiro, sozinha, sem o apoio da minha família etc etc Trabalhei ganhando o minimo e depois achei um trabalho melhor …Tudo isso pra dizer que não é facil não, mas nos conseguimos, tem quer ter força, coragem e vontade…
Tem uma dica em Itáliano : “volere è potere” ou seja “querer é poder”. Então desejo pra Senhora boa sorte qualquer seja a sua escolha.
P.S : me desculpe se o meu português não é muito bom :).

[email protected] Abril 17, 2015 at 8:11 pm

Olá Roseli ! Este post está bom MAS falta muito a falar a respeito de Portugal quando se fala em morar em Portugal . Pense bem antes de partir com a sua família . Acredito que no Brasil nao esteja fácil , mas em Portugal também nao está . Eu sou portuguesa e nao estou a viver em Portugal á 4 anos . A vida em Portugal é cara vs salário . A senhora sendo brasileira precisa de visto . Pense bem e desejo a maior sorte do mundo . 🙂 Beijos

Resposta
Aline Fevereiro 23, 2017 at 3:18 am

Olá, Lyria, tudo bem? Deixei um comentário neste dia e com meu nome: Aline August 16, 2015 at 1:13 pm, coloquei meu e-mail pessoal e muita gente me escreve, você poderia excluir esta publicação para mim? Por favor?

Posteriormente, pode excluir esta também, muito obrigada!

Resposta
Cristiane Leme Fevereiro 23, 2017 at 10:08 pm

Aline, a Lyria parou de colaborar conosco. Não encontrei seu comentário nesse texto. Por favor, indique o texto onde está o comentário.
Sobre divulgar o e-mail pessoal, fica a dica para todos: evitem divulgar dados pessoais como e-mail e telefone em plataformas públicas. A gente nunca sabe o que pode vir da Internet 🙂
Equipe BPM

Resposta
Luma Julho 14, 2015 at 3:57 pm

Olá, boa tarde!
Eu e meu marido estamos planejando uma mudança para Portugal (tenho dupla cidadania, ele não)…
Aqui no Brasil temos casa própria, veículo quitado e bons empregos, mas gostaríamos de viver novas experiências e eu sempre nutri um certo fascínio por Portugal, porém esta crise me assusta um pouco, como estão as coisas por ai?
O plano é partimos em fevereiro de 2016, mas ainda estamos analisando os prós e os contras, se você puder me ajudar ficarei muito grata!!!!

Resposta
Lyria Reis Julho 15, 2015 at 11:58 am

Olá Luma,
Obrigada pelo comentário.
Sugiro, se puder, que acompanhe o noticiário de Portugal, jornais online e televisão. Assim poderá “ver” como anda a crise.
Se você gosta de Portugal, porque não passeia por aqui?
Boa sorte!

Resposta
Aline Agosto 16, 2015 at 1:13 pm

Olá, Luma!
Eu e meu marido também estamos dentro de tudo o que falou, inclusive, nós dois temos cidadania italiana e pretendemos ir em dois anos.
Não possuo fascínio por Portugal, rrss, mas, escolhemos Portugal pela facilidade inicial com o idioma (óbvio, somos brasileiros), apesar de eu já ter morado na França e nos comunicarmos bem em inglês, francês e espanhol.

Ainda temos muito medo de não arrumarmos emprego em nossa área.

Se quiser trocar ideias, meu e-mail: [email protected]

Resposta
Edna Augusto Novembro 14, 2015 at 4:18 pm

Oi Aline,também pretendemos nos mudar para Portugal,meu marido tem cidadania e eu não,mas como mulher esposa de cidadão eu tenho direito a residência,mas vou pesquisar melhor,queremos mesmo é focar no idioma inglês,mas Portugal é onde teremos o apoio inicial.Se quiser se comunicar p trocarmos informações meu email é [email protected] .Obrigada

Jorge Bastos Malheiro Fevereiro 26, 2017 at 7:42 pm

Vir para Portugal pode ser uma excelente escolha para mudar a vida de um brasileiro descontente com a sua terra. No entanto, antes de tomar uma decisão definitiva e tomar uma atitude arriscada que lhe pode custar cara, convém ter algumas noções do passo que está prestes a dar.

Portugal é um belo país, acolhedor e hospitaleiro que recebe bem quem deseja estabelecer-se por cá. Tenha, no entanto, em atenção os seguintes pontos:

1. NÃO VIR ILEGAL. Aconselhe-se junto do Consulado de Portugal na sua região sobre aquilo que deve fazer para ter a sua situação regularizada e não se arriscar a uma repatriação forçada. Se isso acontecer você fica impedido de voltar a entrar no país por um período dilatado…

2. ESQUEÇA O FAMOSO «JEITINHO BRASILEIRO». O Português despreza quem tenta dar o golpe e isso é um bom passaporte para iniciar a viagem de regresso com uma mão à frente e outra atrás. As autoridades portuguesas não são burras (embora muitos brasileiros pensem o contrário) e sabem ir às redes sociais ver as sugestões de golpadas sugeridas por muitos chicos espertos

3. NÃO TRATE AS PESSOAS POR «VOCÊ» E MUITO MENOS POR «TU». O Português é uma pessoa formal e esses tratamentos são apenas usados quando existe intimidade. E não é você quem decide quando é apropriado. Trate as pessoas por «senhor», «senhora» acrescentando o título académico quando disso tenha conhecimento: doutor(a), engenheiro(a), arquitecto(a), professor(a), etc. E use SEMPRE as formas de cortesia, bom dia, boa tarde, boa noite, por favor, obrigado, com licença. E peça sempre desculpa se interromper alguma coisa ou conversa. Seja EDUCADO como gostaria que fossem para consigo.

4. VOCÊ TEM UMA LICENCIATURA? Isso ajuda em igualdade de circunstâncias para obter um lugar… de salário mínimo. Mas não se entusiasme. Como verá mais adiante, as universidades portuguesas estão todas cotadas entre as 5% melhores do mundo. Além de que 40% dos estudantes portugueses avançam para o Mestrado e muitos seguem para o Doutoramento. Licenciaturas estrangeiras, em Portugal, para trabalhar no ramo, só têm lugar à partida as de universidades de primeira ordem. E as do Brasil não estão por aí.

5. QUER VIR PARA PORTUGAL PARA FAZER FORTUNA? Esqueça! O salário MÍNIMO em Portugal é dos mais baixos da União Europeia. No entanto dá para fazer uma vida digna como não consegue fazer no Brasil e um casal, ambos com o salário mínimo, já fazem uma boa vida, bem tranquila. Daí para cima, está na sua mão agarrar as oportunidades que lhe surgirem e trabalhar com afinco. Pode chegar bem longe se tiver talento e honestidade. E se aproveitar as acções de formação profissional que o IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional) coloca à disposição de quem quer subir na vida

6. FALA INGLÊS? Em Portugal as crianças começam a aprender inglês na escola primária, aos 12 anos começam a falar uma segunda língua estrangeira e ao terminar o secundário já falam três ou quatro línguas. Portugal está inserido na União Europeia e a miscigenação populacional é um facto corrente. Inglês, francês, espanhol, alemão, italiano são línguas habituais do dia-a-dia no turismo, no atendimento ou nos negócios. No entanto, se você fala árabe, chinês, japonês ou russo isso pode ser uma grande vantagem. Prepare-se.

7. PORTUGAL NÃO É UM PAÍS XENÓFOBO. A prova é que temos um primeiro-ministro indiano, uma ministra da justiça negra e já tivemos um ministro da educação macaense. Se você merece, o céu é o limite. Mas por falar em xenofobia, veja o que pensa do vídeo seguinte (em Portugal não fazemos piadas sobre brasileiros):

8. VOCÊ QUER UM EMPREGO DECENTE? Você tem que estar preparado para uma certa reserva dos Portugueses quanto aos Brasileiros. Não é nada de pessoal, mas há alguns (poucos) anos atrás chegou do Brasil uma leva de imigrantes que fez a maior desordem por cá, com assaltos, roubos, estupros, destruições gratuitas e deixando as casas que habitaram num estado inconcebível. Evite linguagem, vestuário e penteados «radicais» se não quer ser associado a esses marginais. Ninguém o vai prender por isso mas também NINGUÉM LHE DARÁ EMPREGO.

Está pronto para enfrentar o desafio? Então aqui vai uma lista do que Portugal tem para lhe oferecer comparado com aquilo que você tem no Brasil:

Esperança de vida à nascença:
– Portugal: 21º (acima de 80 anos)
– Brasil: 67º (75 anos)

Saúde pública:
– Portugal: 12º
– Brasil: 125º

Pacifismo:
– Portugal: 5º
– Brasil: 105º

Segurança:
– Portugal: 5º
– Brasil: 139º

Mortalidade infantil:
– Portugal: 23º 23 ‰

Criminalidade:
– Portugal: 35,39
– Brasil: 70,62

Cuidados de saúde
– Portugal: 27º > 70%
– Brasil: 72º < 52 %

Custo de vida (padrão Nova Iorque = 100)
– Portugal: 26.22
– Brasil: 53,07

Desemprego:
– Portugal: 10,5 % (2016) – tendência descendente
– Brasil: 11,9 % (2016) – tendência crescente

Literacia
– Portugal: 95,7 %
– Brasil: 92,6 %

Universidades portuguesas: (ranking mundial) {excelência}
– Porto: (167ª) {206ª}
– Lisboa: (250ª) {145ª}
– Coimbra: (275ª) {380ª}
– Minho: (320ª) {448ª}
– Nova de Lisboa: (394ª) {458ª}
– Aveiro: (430ª) {404ª}

Ou seja, em 11.996 universidades existentes no mundo, as principais universidades públicas portuguesas estão TODAS entre as TOP 500 (melhores 5%)

Ensino público não universitário (qualidade a nível global)
– Portugal: 30º
– Brasil: 56º

Inovação
– Portugal: 30º
– Brasil: 69º

Competitividade
– Portugal: 36º
– Brasil: 57º

Qualidade geral de infra-estruturas
– Portugal: 16º
– Brasil: Não consta dos TOP 100

Terceira idade (acima dos 60 anos)
Índice global
– Portugal: 38º
– Brasil: 56º
Esperança de vida aos 60
– Portugal: 24 anos
– Brasil: 21 anos
Esperança de vida saudável aos 60
– Portugal: 17,6 anos
– Brasil: 16,1 anos
Cobertura de pensão de reforma
– Portugal: 100 % da população
– Brasil: 86 % da população

Adaptabilidade (Notre-Dame Global Adaptation Index)
Resume a vulnerabilidade de um país a alterações climáticas e outras mudanças globais em combinação com a sua prontidão para implementar resiliências
– Portugal: 26º
– Brasil: 75º

Acesso a energia eléctrica (% da população)
– Portugal: 100 %
– Brasil: 99,5 %

Inflação (2016)
– Portugal: 0,90 %
– Brasil: 6.29 %

Protecção do meio ambiente
– Portugal: 15 º
– Brasil: 77 º

Poluição
– Portugal: 16 º
– Brasil: 53 º

Rede rodoviária
– Portugal: 2º
– Brasil (não consta da lista das melhores redes rodoviárias mundiais)

Internet mais rápida
– Portugal: 25º (já existe a 200 Mbytes, 100 Mbytes é comum)
– Brasil: 48º

Melhor qualidade de vida
. Portugal: 8º
. Brasil: 53º

PIB [per capita] segundo IMF
– Portugal: 46º [28,515]
– Brasil: 86º [15,211]

Para além de tudo isto, Portugal tem um sistema de transportes de primeira qualidade, uma gastronomia maravilhosa, vinhos de qualidade mundial a preços inimagináveis no Brasil, doçaria de comer e chorar por mais, paisagens de sonho e, para os Brasileiros, o melhor clima da Europa, embora um pouco frio no inverno com neve no nordeste e no centro leste. Mas nada que possa assustar.

No entanto se quer um clima mais ameno e um ambiente MUITO tranquilo, pode optar pelos nossos arquipélagos da Madeira ou dos Açores que não desiludem ninguém.

E se você gosta de viajar, todos os países da Europa estão ao alcance da mão por preços bem acessíveis

Claro que Portugal NÃO É um país perfeito. Caso contrário seria nº 1 em tudo, não é? É verdade que os impostos são altos, a gasolina e o diesel são caríssimos, os salários são relativamente baixos… Mas qual é o país que está em primeiro lugar em TODOS os critérios?

Temos os nossos problemas e estamos conscientes deles mas vamos fazendo os possíveis por melhorar. Seja bem-vindo se vier por bem. Portugal recebe-o de braços abertos.

Resposta
Jorge Bastos Malheiro Fevereiro 26, 2017 at 7:58 pm

Um erro de transcrição:
Mortalidade infantil:
– Portugal: 23º 23 ‰

Sobre preconceito e xenofobia relativos a brasileiros,há que acrescentar:
Há brasileiros e brasileiros.
O problema é que há alguns anos (recentemente) houve uma leva de imigrantes brasileiros provenientes da escória da sociedade que provocou em Portugal os maiores desmandos, assaltos, estupros, agressões, destruições gratuitas que provocaram uma onda de revolta em Portugal. E também uma invasão de prostitutas que, pela sua agressividade, fez as maiores tropelias entre a sociedade portuguesa.
Os brasileiros de bem, são bem-vindos, mas há uma suspeição à partida que obriga a que seja provada a sua idoneidade e bom carácter. Para além disso há a triste história da Maitê Proença que, num programa «Saia Justa», resolveu ridicularizar Portugal e os portugueses que nunca mais lhe perdoaram. Essa senhora não sabe, por exemplo, que em Portugal existem Escolas Superiores de Hotelaria (a nível de licenciatura) e Escolas de Hotelaria (ensino médio) e que os profissionais que a foram ajudar (apear de usarem uniforme) provavelmente falam três ou quatro línguas e têm formação em informática muito maior do que ela tem. A hotelaria, em Portugal, é levada muito a sério e o turismo também.
Acresce os programas da TvGlobo que também passam por cá e que retratam o Brasil como uma terra de mulheres (muito) fáceis e de vigaristas e oportunistas do pior calibre. Isso tudo não contribui para a boa fama dos brasileiros, como se imagina.
A imagem está a esbater-se, a prova é que já são mais de 160.000 os brasileiros a viver em Portugal sem problemas, mas tiveram uma integração difícil ao princípio. A verdade não se pode esconder, a fama (melhor, a má fama) tem sempre um custo para as pessoas inocentes.
Por outro lado há que considerar que no Brasil vivem 200 milhões de pessoas e Portugal é 100 vezes menor que o Brasil e tem apenas 11 milhões (tem a dimensão do estado de Santa Catarina ou de Pernambuco). Por isso é-nos difícil, melhor, impossível, acolher todos os descontentes que o Brasil tem. Daí que as autoridades portuguesas tenham que ser rigorosas na selecção de quem autorizam a residência e sejam inflexíveis na deportação daqueles que não são capazes de se comportar devidamente e de se integrar na nossa sociedade.
Fui claro? Por favor não se sintam ofendidos, não há nada de preconceito nem de xenofobia, apenas de racionalidade e precaução. Afinal Portugal é a nossa casa.

Resposta
Jorge Bastos Malheiro Fevereiro 26, 2017 at 8:02 pm

Manteve-se o erro de transcrição:
Mortalidade infantil (nados-mortos por 1000 nascimentos):
– Portugal: 23º : abaixo de 5 ‰
– Brasil: 107º : acima de 23 ‰

Juliana Antonino Petersen Outubro 17, 2014 at 5:44 am

Adorei o texto, Lyria! Fiquei ainda com mais vontade de conhecer Portugal. Agora que o frio começa a chegar aqui na Dinamarca, da uma vontade enorme de fugir para um canto quente, heheh!

Ps. Somos colegas de profissão 🙂

Resposta
Lyria Reis Outubro 17, 2014 at 8:49 am

Oi Juliana! Oi colega 😉
Venha! 🙂 Tenho certeza que não vai se arrepender. A temperatura média de janeiro em Lisboa é de 8 graus. “Quentinho” perto da Dinamarca, não é mesmo? Mas venha na primavera, maio, junho, quando pode aproveitar as festas dos santos populares.
Abraço!

Resposta
Milena Junho 29, 2015 at 6:15 pm

Olá,adorei o texto,fiquei encantada com tudo!
Breve,breve estarei indo pra Lisboa para aproveitar o friozinho Dr Janeiro.
Adoro o frio!
Bjos :-*

Resposta
Henrique Reis Outubro 17, 2014 at 10:08 pm

Já estou com saudade!

Resposta
Lyria Reis Outubro 18, 2014 at 3:09 pm

É só voltar e aproveitar! 🙂

Resposta
Marilisa L R Sacchetta Outubro 19, 2014 at 8:17 pm

Olá Lyria, bom ouvir coisas boas de Portugal, pois estou indo morar aí em janeiro com a minha família. Minha maior preocupação é a escola para os meus filhos de 7 e 10 anos,como escolher sem errar. Também sou dentista mas ainda vou verificar como legalizar meu diploma.
Quanto ao clima é bem parecido com o de São Paulo no inverno.Bjs

Resposta
Lyria Reis Outubro 21, 2014 at 8:45 am

Olá Marilisa,
Portugal é um bom país para se viver mas, como eu sempre digo, em todos os lugares há coisas boas e outras menos boas. Eu já escrevi outros textos sobre como estudar em Portugal. Quanto às escolas, o que eu posso dizer é que a escola pública portuguesa é muito boa. Quanto ao clima é mais o verão daqui parecido com o inverno de São Paulo. 🙂 Acredite!
abraço!

Resposta
Maurilio Outubro 21, 2014 at 12:30 am

Gostei de seu texto.
vamos para Portugal em novembro . Como esta a vida para medicos ai. Aqui no Brasil esta uma dureza.

Resposta
Lyria Reis Outubro 21, 2014 at 8:35 am

Caro Maurílio, que bom que gostou do texto. Muito obrigada!
Quanto à sua questão, em todos os lugares do mundo há prós e contras. Só você vai poder avaliar de acordo com as suas expectativas. 🙂
Você pode ler também no blog, outros dois textos em que falamos sobre a crise em Portugal.
Mais uma vez, obrigada!

Resposta
Stefany Assunção Novembro 7, 2014 at 1:43 am

Oi tudo bem?
Gostei do seu texto, estou cursando direito aqui no Brasil, ano que vem é meu ultimo ano. Estou pensando de ir morar em Portugal assim que terminar. Você sabe se consigo exercer alguma area do direito brasileiro ai? Abraço =)

Resposta
Lyria Reis Novembro 7, 2014 at 10:50 pm

Olá Stefany,
Existem alguns advogados brasileiros exercendo a profissão em Portugal. Essa não é a minha área e sugiro que você tente entrar em contato direto com algum advogado ou então com as associações de imigrantes brasileiros. Em Lisboa tem a Casa do Brasil de Lisboa e no Porto a Associação Mais Brasil.
Abraço!

Resposta
Rafael Maio Novembro 8, 2014 at 6:09 am

Olá Lyria Reis, estou desesperado pra sair do Brasil, aqui está insuportável, (Ex.: se vc é roubado, o ladrão ainda te processa), o meu avô paterno era português, será que consigo naturalização? Você conhece alguém ( ou talvez, você mesma) que saiu do Brasil e foi direto pra Portugal, de uma vez só, sem precisar aquele vai e vem de quem imigra? Portugal permite que estrangeiros estudem no país? Com nacionalidade, eu acredito que sim. Os portugueses, de modo geral, são brutos e ignorantes como os brasileiros? Eles são pessoas de fácil trato? (Obs. meu avô morreu quando eu era criança, ele era bem tranquilo, e muito honesto, porém não lembro de mais detalhes dele, que se associem aos costumes de Portugal, era de Póvoa de Varzim).

Resposta
Lyria Reis Novembro 8, 2014 at 2:02 pm

Caro Rafael Maio,
Em primeiro lugar, sugiro que você leia os outros posts sobre Portugal que escrevemos aqui no blog, pois eles irão responder algumas das suas questões.
Eu conheço a realidade brasileira e posso te dizer que, em todos os lugares do mundo há sempre prós e contras, coisas boas e coisas ruins, acredite! 🙂
Quanto à migração, te digo que cada pessoa é uma pessoa e cada um reage à migração ao seu modo. Emigrar, deixar o seu país para ser imigrante em outro não é uma tarefa fácil. Quem é imigrante tem que reaprender muitas coisas porque por “mais parecido” que seja o outro país é sempre outro país, com outras leis, outras regras e outros costumes. Nós vamos falar mais sobre isso em outros posts. Acompanhe o blog! 😉
Uma pessoa que pensa em ser imigrante internacional tem que ter a mente e o coração abertos ao novo e ao diferente sem juízos de valor e preconceitos.
Sugiro que você tente conversar com outros imigrantes. Você vai ver como cada um tem a sua opinião. E procure informações também nos consulados e nas associações de apoio a imigrantes.
Abraço!

Resposta
Rafael Maio Novembro 8, 2014 at 10:10 pm

Lyria, sempre que pergunto a pessoas que saíram do Brasil, sobre morar no exterior, recebo respostas evasivas, pelo menos ao meu ver, eu tenho sim, mente aberta a tudo que seja diferente do Brasil pois tenho horror ao Brasil e muita vergonha de ser brasileiro, vergonha mesmo, se um dia estiver em Portugal, e alguém perguntar se sou do Brasil, nem sei onde esconder a cara. Peço que por favor, leia a notícia deste link até o final, e depois me diga concretamente sim ou não, se você já viu esse tipo de coisa acontecer em Portugal?? prometo que não pergunto mais, além dessa.
Segue o link: http://www.istoe.com.br/reportagens/391377_O+REI+DA+CARTEIRADA

Resposta
Lyria Reis Novembro 9, 2014 at 7:23 pm

Olá Rafael,
Como eu já disse, em todos os lugares há sempre coisas boas e coisas ruins. 🙂 Não podemos generalizar, em nenhuma situação, nem no Brasil e nem fora dele. Se você tem condições, viva um tempo fora, em outro país, para ter a sua própria experiência.
LR

Resposta
[email protected] Maio 6, 2015 at 8:31 pm

Rafael, se essa é a resposta que procura, vou dizer: o Brasil é uma merda, um antro de corrupção, crime e infraestrutura precária. Fuja se puder. Abraço

Resposta
Evaldo Tomaz Novembro 28, 2014 at 12:28 pm

sabe o que tenho que fazer para cursar um mestrado em Portugal ? sou formado em ADM caso vou pra morar é fácil conseguir um emprego.

Resposta
Lyria Reis Novembro 28, 2014 at 3:33 pm

Olá Evaldo Tomaz,
Já escrevemos sobre o ensino superior neste post. http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-como-estudar-em-portugal-ensino-superior-45117332
Para ter informações mais precisas você vai ter que entrar em contato direto com a Universidade que tenha o curso do seu interesse pois, cada curso tem os seus pré-requisitos. Quanto a emprego não está fácil conseguir emprego. Mas claro que cada caso é um caso e depende muito das qualificações profissionais de cada pessoa.
Boa sorte!

Resposta
ANDRÉ ARAÚJO Dezembro 3, 2014 at 6:30 pm

Nossa, fiquei com vontade de morar em Portugal. Parabéns, fez uma excelente “propaganda”! Existe facilidade para os brasileiros conseguirem visto permanente? E quanto ao mercado de trabalho? Sou formado em Direito, posso ter boas expectativas de atuar na área?

Resposta
Lyria Reis Dezembro 4, 2014 at 12:02 am

Caro André Araújo,
Todo estrangeiro deve ter um visto para morar em Portugal. Para saber mais sobre os tipos de vistos em Portugal veja este link:
http://www.sef.pt/portal/v10/PT/aspx/apoioCliente/detalheApoio.aspx?fromIndex=0&id_Linha=4771
Quanto ao mercado de trabalho, deve procurar informar-se com alguém da área. Existem advogados brasileiros que trabalham em Portugal. Eles poderão falar melhor do que eu sobre o tema.
Boa sorte!

Resposta
Viviane Karol Grion Dezembro 4, 2014 at 2:59 pm

Olá Lyria, eu e meu marido somos cabeleireiros aqui no Brasil e recebemos proposta para trabalhar em Portugal. O proprietário do salão irá nos fornecer a carta para podermos receber o visto para residir no pais. Você saberia me dizer qual e a média de salário de um profissional em Portugal?. Eu conseguiria alugar algum imóvel ou comprar imóvel?

Resposta
Lyria Reis Dezembro 4, 2014 at 8:50 pm

Olá Viviane,
Num estudo divulgado em maio de 2014, o salário médio líquido mensal em Portugal, em 2013, foi de 984 euros, metade da média europeia que foi de 1972 euros. Isso inclui todas as profissões. Não lhe sei dizer especificamente da sua profissão mas, em geral e por causa da crise econômica, os salários tem baixado em Portugal.
Lembrem-se, o visto deve ser obtido no consulado português no Brasil.
Sobre o aluguel de casas, é muito relativo e pode ser mais ou menos fácil, dependendo do lugar para onde forem.
Boa sorte!

Resposta
Viviane Karol Grion Dezembro 5, 2014 at 2:20 pm

Olá Lyria, com essa carta do proprietário a burocracia para o visto é menor?

Resposta
Lyria Reis Dezembro 8, 2014 at 5:57 pm

Olá Viviane,
Vocês podem ler sobre os diversos tipos de visto em Portugal neste link.
http://www.sef.pt/portal/v10/PT/aspx/apoioCliente/detalheApoio.aspx?fromIndex=0&id_Linha=4771
Para maiores informações, procure o consulado português no Brasil mais perto da sua residência.
Boa sorte!

Resposta
Ana Abril 2, 2017 at 10:27 pm

Viviane, eu e meu marido também somos cabeleireiros e barbeiros. Gostaria de saber como foi que conseguiu o contrato de trabalho ainda estando no Brasil?

Resposta
Luciene de Freitas Marcelino Dezembro 10, 2014 at 5:14 pm

Olá Lirya
Eu estou tirando minha cidadania Portuguesa e pretendo ir morar em Portugal, gostaria de saber da situação de trabalho se é facil arrumar ? E ter uma base de valores de alugueis ?
Obrigada

Resposta
Lyria Reis Dezembro 10, 2014 at 9:50 pm

Olá Luciene,
Em geral não está fácil arrumar emprego e a taxa de desemprego ainda é alta mas também depende da sua formação.
Quanto a valores de aluguéis é muito variável porque depende do tipo do imóvel e da cidade.
Boa sorte!

Resposta
Marcos Araujo Dezembro 13, 2014 at 4:39 pm

Bom dia muito interessante seu texto observando vosso currículo vi que você é dentista, sou técnico protese dental ceramista e penso em morar em Lisboa quais seriam as chances pra mim grato.

Resposta
Lyria Reis Dezembro 20, 2014 at 10:04 pm

Boa noite Marcos,
Depende de vários fatores, cada caso é um caso e é difícil dizer.
Num país em crise, com baixos salários, saúde bucal nem sempre é prioritário.
Boa sorte!

Resposta
jonatas Dezembro 25, 2014 at 1:59 pm

Tenho muita vc vontade de ir….quero ir pra ficar…..sou mecânico automotivo..estou perdido por onde começar e quanto devo quardar pra ir embora…

Resposta
Lyria Reis Dezembro 26, 2014 at 10:14 am

Bom dia Jonatas!
Procure o consulado de Portugal no Brasil mais próximo de sua residência. Eles poderão dar melhores informações sobre imigrar em Portugal.
Boa sorte!

Resposta
Ana Paula Galvão de Oliveira Faria Janeiro 20, 2015 at 10:30 am

Olá meu nome é Ana Paula eu li seu texto ,e gostei muito tenho grande interesse em tentar a vida em Portugal, meu esposo é encanador , mas trabalha no que for preciso , no geral você aconselha ou não arriscar , mesmo com a crise , por que aqui no Brasil para o pobre trabalhador está impossível de comprar uma casa própria , a gente se desespera e pensa em tentar a vida em algum lugar fora daqui e ouvir um posicionamento de quem já vive é de extrema importância ! Obrigado bjs

Resposta
Lyria Reis Janeiro 21, 2015 at 10:03 am

Olá Ana Paula,
Eu já escrevi sobre a crise em Portugal num post anterior. Neste momento, por aqui os empregos são poucos e os salários muito baixos, acredite! Os funcionários públicos tiveram um corte de 22% nos salários e os de empresas privadas por volta de 11%. Milhares de portugueses tem deixado Portugal. Na minha opinião, uma pessoa só deve deixar o seu país se tiver um contrato de trabalho em outro país.
Boa sorte!

Resposta
Eduardo Viera Janeiro 22, 2015 at 10:32 pm

Olá amiga. Adorei seu texto! Desde já agradeço pelos bons conselhos e belas palavras… Tenho 35 anos sou formado Treinador de Futebol e eu e minha esposa que tem a Cidadania Portuguesa estamos querendo ir para Portugal agora no meio do ano de 2015. Queremos trabalhar e arrumar escolas para as nossas duas filhas, uma de 12 anos e outra de 8 anos. Quero morar em um País Europeu para buscar ensinamentos sobre minha Profissão e soube que no Futebol Português eles adoram Brasileiros. Um Grande abraço, Fica com Deus. Eduardo Vieira

Resposta
Lyria Reis Janeiro 23, 2015 at 12:28 pm

Olá Eduardo,
Muito obrigada!
Desejo boa sorte a você e sua família!

Resposta
Antonio Carlos Costa Janeiro 26, 2015 at 11:33 pm

Olá Lyria;
Estive vendo as suas postagens e Portugal me fascina, gostaria de preliminarmente passar um período no país, para que possa tirar as minhas conclusões. Te pergunto:
A – Um apto de 02 qts bem situado de padrão médio em Lisboa, qual seria o valor do aluguel?
B – Um casal precisaria de aproximadamente de quanto entre aluguel, alimentação e lazer em Portugal?
Fico no aguardo.
Abraços

Resposta
Lyria Reis Janeiro 27, 2015 at 12:00 pm

Olá Antonio Carlos,
Muito obrigada por ler o blog!
Respondendo às suas questões: (claro que pode variar de acordo com o seu estilo de vida)
Eu diria que entre 800 a 1200 euros você aluga um T2 ou 3 assoalhadas (é a denominação em Portugal para 2 quartos) num bairro simpático em Lisboa. Eu falo só do concelho de Lisboa e não arredores.
Quanto à segunda pergunta depende muito mas alguns gêneros alimentícios são mais baratos em Portugal que no Brasil em geral e outros tem os mesmos preços.
Se quiser outras informações, entre em contato através do meu blog.
Boa sorte!

Resposta
Gautier Paolo Janeiro 27, 2015 at 12:50 pm

Lyria, estou me casando este ano e gostaria de morar em portugal, Me formarei em psicologia e minha futura esposa em administração. Será que teremos vagas de empregos ai? Pode me indicar um site bacana sobre começar a vida em portugal. Parabens pela reportagem, gostei. Obrigado!

Resposta
Lyria Reis Janeiro 27, 2015 at 10:03 pm

Olá Gautier Paolo,
Os empregos por aqui andam escassos e milhares de portugueses tem emigrado em busca de emprego mas, cada caso é um caso.
Sugiro que façam uma procura na internet sobre empregos em Portugal para terem uma ideia.
E também que informem-se bastante, leiam bastante e só mudem se realmente tiverem oportunidade de trabalho.
Muito obrigada e continue a acompanhar o blog.
Boa sorte!

Resposta
rodrigo Janeiro 28, 2015 at 5:01 pm

ola Lyria Reis, tudo bem…eu estou com muita vontade de ir morar em Portugal…tenho um salao de beleza aqui no Brasil..e queria ir embora, morar ai…o que vc acha de montar um salao de beleza ai…obg .

Resposta
Lyria Reis Janeiro 29, 2015 at 6:49 pm

Olá Rodrigo,
Não conheço este mercado e qualquer coisa que eu disser é “apenas” o que eu acho. Portugal é um país pequeno mas mesmo assim existem muitas diferenças entre as várias cidades. Também não conheço as suas condições no Brasil. O Brasil é muito grande e são tantas diferenças, não é mesmo?
A minha sugestão é: tire umas férias, venha a Portugal e pesquise a sua área. Só assim poderá avaliar se vale a pena fazer uma mudança ou não.
Continue a ler o blog. Muitos textos interessantes continuarão a ser publicados!
Boa sorte!

Resposta
rodrigo Fevereiro 7, 2015 at 2:54 pm

muito obg..pelas dicas…farei isso ..irei passear por ai…abraçosss

Resposta
Paloma Fevereiro 14, 2015 at 11:26 pm

Ola Lyria!! Parabens pelo seu texto! Fala claramente as principais duvidas e questoes que temos quando vamos para outro pais. Moro na Inglaterra e adoro, porem o clima voce sabe que nao e dos melhores, tenho filhos pequenos e a minha principal preocupacao e a educacao, li outros comentarios sobre escolas, mas gostaria que voce informarce algum site do governo para decidir qual regiao para morar. Desde ja agradeco!

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 15, 2015 at 12:36 pm

Olá Paloma,
Não sei se entendi bem que tipo de informação governamental você deseja. Mas, se a sua preocupação é com as escolas, o que eu posso dizer é que todas as escolas públicas e privadas seguem o mesmo plano curricular definido pelo Ministério da Educação português.
Claro que pode haver diferenças entre escolas mas não me parece que exista entre regiões, por exemplo, pode haver uma escola “menos boa” em um bairro de Lisboa e outra melhor numa cidade menor.
Um link em que você pode ter algumas informações é o http://infoescolas.mec.pt/
Se tiver mais alguma dúvida, escreve novamente.
Boa sorte!

Resposta
SAMUEL BARROS Fevereiro 18, 2015 at 10:42 am

Lyrio, bom dia! Parabéns pelo blog! Informações precisas e assertivas. Tenho a nacionalidade, meus filhos também, minha esposa não tem. Estou pensando em adquirir um imóvel aí. Penso em cidades do Norte. Pode ser apto casa ou uma quinta. Qual dica você me da de boas cidades para se morar, não contando apenas o apelo turístico, mas de valorização, escolas, etc… Resumindo, cidades boas para viver no norte rsrs obrigado!

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 19, 2015 at 12:17 am

Olá Samuel,
Você conhece Portugal? Porque não visita o país e viaja de norte a sul conversando com as pessoas para saber o que elas pensam do lugar onde moram? 🙂
Cada pessoa/família tem as suas prioridades e, o que pode ser bom para mim, pode não ser pra vocês. Portugal é um país pequeno mas existem muitas diferenças entre as regiões e cada uma tem a sua beleza e atrativos.
Boa sorte!

Resposta
Samuel Barros Fevereiro 19, 2015 at 9:49 am

Lyria, bom dia! Não conheço o pais. Meus pais, que são portugueses me falam das regiões. Temos maior apreço pela vida em locais mais frios, campo, e próximo de universidades. Pensamos em algumas cidades: Porto, Viseu, Vila Real, braga e Coimbra. O que você me diz? Estou a procura de um imóvel, poderia até ser uma quinta o que me diz? Minha esposa e Fisioterapeuta Neuromuscular com Pôs e Especialização na Unifesp e USP, esta procurando um mestrado na área. tem alguma recomendação? Muito obrigado oelo retorno. Um abraço

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 20, 2015 at 9:55 am

Olá Samuel,
Conheço todas e são boas cidades. Não sei em que região no Brasil vocês vivem mas, apesar de Portugal ser um país pequeno, há muita diferença de clima entre as regiões. As cidades do litoral não sofrem tantas variações de temperatura. No interior faz muito mais frio como também mais calor. Em Vila Real e Viseu pode nevar no inverno. No norte chove mais e tem pior tempo que no centro e sul. O inverno português não se compara com o inverno brasileiro da região sudeste.
Quanto ao mestrado sugiro que façam uma procura por “mestrado em fisioterapia”. As universidades costumam ter o plano de estudos com as disciplinas ofertadas nas suas páginas da internet. Assim ela poderá “ter uma noção” sobre os cursos e fazer a opção pelo que lhe interessa.
Boa sorte!

Resposta
Janete Fevereiro 19, 2015 at 1:52 am

Olá Lyria,
Gostei muito das suas explicações e orientações. Eu estou para me aposentar daqui um ano e gostaria de passar um tempo em Portugal para conhecer melhor e quem sabe até morar definitivamente. Você sabe me dizer se eu conseguiria um visto para morar sendo aposentada? Você conhece alguém nesta mesma situação? Um abraço. Obrigada.

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 20, 2015 at 9:36 am

Olá Janete,
Existem muitos alemães e ingleses aposentados que vivem no Algarve (sul de Portugal). Sei que existem brasileiros aposentados em Portugal mas não sei te dizer, com certeza, qual o tipo de visto que eles tem.
Sobre os tipos de vistos em Portugal você pode ler aqui http://www.sef.pt/portal/v10/PT/aspx/apoioCliente/detalheApoio.aspx?fromIndex=0&id_Linha=4771
Sugiro que você procure um consulado português no Brasil para que te dê maiores informações.
Boa sorte!

Resposta
Oliveira Junho 14, 2015 at 8:47 pm

Olá. Bom texto, parabens! Quero abrir uma cafeteria e Lisboa, será possível?

Resposta
Lyria Reis Junho 15, 2015 at 11:00 am

Olá!
Obrigada pelo comentário!
Claro que é possível se cumprir todos os critérios exigidos pelas autoridades.
Boa sorte!

Resposta
Maria Valdés Fevereiro 19, 2015 at 3:28 am

Eu não vejo a hora de ir morar em Portugal. Vejo o Porto, vejo o Algarve, passo os olhos de uma ponta a outra, Nazaré, Serra do Lousã, não me decido. Portugal me encanta e ao me aposentar, irei, aliás, iremos. Seja na praia, no sol, seja fitando uma lareira acessa no frio do Porto, tudo em Portugal me atrai. Adorei seu texto, parabéns! Qaundo eu for, escreverei.

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 20, 2015 at 9:37 am

Olá Maria Valdés,
Portugal é um país bonito! 🙂
Muito obrigada!
Boa sorte!

Resposta
Igor Fevereiro 26, 2015 at 1:35 pm

Bom dia. Parabéns pelo site. Recentemente estive na Italia e percebi que existem muitos africanos “sujando” as ruas e os próprios italianos nos alertam para tomar cuidados com eles. Em pesquisas que fiz dizem que Portugal está pior na questão de segurança e imigrantes africanos ilegais. Este ano irei para Portugal e estou estudando a compra de um imóvel de veraneio, você recomendaria Portugal (Ilha da Madeira) para investimento e sabe se o governo está fazendo alguma coisa a respeito do africanos ilegais???

Obrigado,

Igor

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 26, 2015 at 10:46 pm

Olá Igor,
Portugal tem feito muito pela integração de todos os imigrantes e está em segundo lugar, abaixo apenas da Suécia, nas políticas de integração de imigrantes na Europa.
Quanto ao investimento, o mercado imobiliário não está bom e existem muitos imóveis parados, sem comprador. Tenho conhecidos que já desceram bastante o preço do imóvel e mesmo assim não conseguem vender.
Boa sorte!

Resposta
rosana Novembro 3, 2015 at 1:37 am

Ola, tudo bem ? meu nome e Rosana tenho muito interesse em morar em Portugal. sou corretora de imoveis sera que arrumaria logo emprego na minha areia ? meu marido e formado em tecnico quimico . tenho dois filhos um de 20 anos e um 12 vai a familia toda .obrigado !

Resposta
Lyria Reis Novembro 10, 2015 at 6:35 pm

Olá Rosana,
Obrigada por ler o blog e comentar!
A grande maioria dos imigrantes não arruma emprego na sua área no começo mas, cada caso é um caso.
Boa sorte!

Resposta
ronaldo varerla Março 2, 2015 at 5:39 pm

oi otima tarde Lyria Reis gostaria de me mudar para ai agora em abril na regiao de algaver sou brasileiro casado aposentado tenho uma vida razoavelmente boa aqui mais estive ai alguns anos atras e me apaixonei por ai sabe quero voltar a morar ai gostaria q vc me dissese algo a respeito dai como esta as coisas agora ai vejo jornal leio muito mais e sempre bom conversar com alguem parcial procuro conversa com as imobiliarias ai mais e muito dificil como posso fazer para comprar uma casa ou um apartamento ai obrigado pela sua atençao grato.

Resposta
Lyria Reis Março 3, 2015 at 11:53 am

Olá Ronaldo,
Se você tem uma vida razoavelmente boa aí, para que quer mudar? 🙂 Porque não aproveita e passeia em Portugal? Assim você pode conversar com as pessoas, ver com os seus próprios olhos e saber se é isso mesmo que quer.
Boa sorte!

Resposta
cecilia ferreira Maio 23, 2015 at 12:03 am

Lyria Reis, como esta? Gosto muito das suas respostas,,,parabens bjs

Resposta
Lyria Reis Junho 27, 2015 at 3:36 pm

Olá Cecília,
Muito obrigada! 🙂

Resposta
Anna Maia Março 9, 2015 at 11:08 pm

Oi Lyria, parabéns pelo blog. Sou aposentada e meu filho único deve ir morar um tempo na Franca. Como tenho cidadania portuguesa, Estou pensando em passar um tempo na Europa e pensei em alugar um lugar pequeno em alguma cidade do Algarve, para a partir de Lisboa fazer algumas viagens para outros paises.

Estive em Portugal 2 vezes, mas não conheço o Algarve. Mas acredito que tenha clima maus ameno e me sinto mais feliz vivendo em praia. No seu blog encontro dicas sobre a região que possa me ajudar a escolher a cidade?

Obrigada e um grande abraco.

Resposta
Lyria Reis Março 9, 2015 at 11:46 pm

Olá Anna,
Muito obrigada! 🙂
Eu sugiro que você passeie pelo Algarve antes de alugar alguma casa ou apartamento. Quanto ao clima, depende de quanto tempo você vai ficar. Se ficar um ano inteiro, o Algarve tem melhor clima que a região Norte mas nos meses de verão costuma estar bem mais cheio de turistas. Há uns lugares que eu acho melhores que outros mas, só você poderá decidir de acordo com o que você gosta, não é mesmo? Umas pessoas gostam de lugares calmos e outras gostam de mais movimento. A partir de Faro você também pode viajar para outros destinos sem ter que vir a Lisboa.
Continue a acompanhar o blog.
Boa sorte!

Resposta
Renato Março 11, 2015 at 9:51 pm

Minha esposa tem cidadania alema, eu tenho cidadania italiana, e nossa filha pequena tem as duas. Cada vez mais pensamos em ir embora. Aqui no Brasil ultimamente soh corrupto tem vez :

http://www1.folha.uol.com.br/especial/2014/petrolao/

http://exame.abril.com.br/brasil/noticias/partidos-querem-cargos-para-roubar-diz-abramo

Resposta
Tiago Março 23, 2015 at 11:44 pm

Boa noite, Lyria Reis.
Ha muito tempo eu tenho vontade de ir embora do Brasil. E por causa da língua, moeda e principalmente por ser apaixonado pelas fotos que vejo de Portugal, sempre me imaginei morando aí.
Se não for pedir muito, gostaria de entrar em contato pra tirar dúvidas sobre como ir e onde ficar assim que chegar aí. Tenho muito medo de sair do Brasil pois nunca saí kkkk Mas minha vontade de ir para Portugal é maior.
Estou deixando meus contatos mais fáceis, gostaria muito que me respondesse.
Parabéns pela matéria!!

Facebook: https://www.facebook.com/tiago.ctu
WhatsApp: +5512988373112

Resposta
Lyria Reis Março 24, 2015 at 11:39 pm

Olá Tiago!
Já pensou quantos estrangeiros adorariam morar no Brasil por causa das fotos que veem das belezas do país? 😉
Se você tem mesmo interesse em mudar de país, informe-se bastante e tenha os pés no chão.
Para morar em Portugal um estrangeiro deverá ter um visto válido. Sobre vistos veja este link.
http://www.sef.pt/portal/v10/PT/aspx/apoioCliente/detalheApoio.aspx?fromIndex=0&id_Linha=4771
Boa sorte!

Resposta
cecilia ferreira Maio 23, 2015 at 12:08 am

tem toda a razao Lyria Reis

Resposta
Fernando Silva Abril 5, 2015 at 10:13 pm

PARABENS PELO TEXTO!
JA ESTAVA ANIMADO A MUDAR DE ARES. EM AGOSTO ESTOU DE MUDANÇA.

Resposta
Alberto Rogers Abril 6, 2015 at 6:05 pm

Boa tarde Lyria,

Gostaria de obter informações sobre as condições que Portugal oferece para aposentados (brasileiros), sabe se há algum benefício? Ou pelo contrário são criadas dificuldades?

Resposta
Lyria Reis Abril 9, 2015 at 11:28 pm

Olá Alberto,
Até onde eu sei não há nenhum benefício para aposentados brasileiros. Se eu souber, volto a escrever.
Obrigada por ler o blog!

Resposta
Victória de Paula Abril 9, 2015 at 8:31 pm

Amei saber tudo isso, estou louca pra ir morar em Portugal, será que consigo emprego rapido? tenho 18 anos, e ainda não fiz faculdade. sera que vai ser mais dificil?
BEEEIJOS

Resposta
Lyria Reis Abril 9, 2015 at 11:35 pm

Olá Victória,
Leia também os outros textos sobre Portugal e os textos que falam sobre migração aqui no blog.
Uma migração internacional não é fácil e deve ser muito bem estruturada para que o sonho não vire pesadelo.
É um desafio na vida de qualquer pessoa e quanto mais qualificada a pessoa for, maior a possibilidade de encontrar emprego.
Cada caso é um caso e há pessoas que conseguem emprego mais rápido que outras. Mas acredite, o desemprego aqui está alto e é ainda mais alto entre imigrantes.
Boa sorte!

Resposta
carina benato Abril 11, 2015 at 9:42 pm

olá Lirya adorei ler seus posts! Bem sou formada em Ed Fisica , bailarina , coreógrafa, interprete e meu esposo é hoteVleiro e corretor de imóveis. Enfim gostaria de saber qual seriam as possibilidades de emprego nessa área e se com cidadania italiana ficaria mais fácil? E se cidades de interior seria mais barato para morar e quanto? Gratidão!!

Resposta
Lyria Reis Abril 13, 2015 at 9:33 pm

Olá Carina,
A cidadania italiana te dá possibilidade de residência em Portugal mas não te ajuda em emprego. Em muitos casos, para exercer certas profissões é preciso ter a equivalência de estudos. Há diferenças de custo de vida entre as cidades mas também há menos ofertas de emprego.
Sugiro que procure antes por emprego em sites na internet para ter uma ideia do que pode encontrar.
Boa sorte!

Resposta
erica Abril 19, 2015 at 2:51 am

Oi Lyria tenho muita vontade de morar em Portugal levar meus filhos para estudar aprender outras linguas e cultura meu marido trabalha na area de construçao civil,ja trabalhou de garçon,na verdade sabe muito mais,a vida aqui nao e facil.

Resposta
Lyria Reis Abril 24, 2015 at 12:11 pm

Olá Erica,
A vida não está fácil no mundo. 🙂
Eu já escrevi sobre a crise em Portugal. O desemprego, embora tenha baixado um pouco, continua alto. (veja também os outros textos da categoria Portugal)
Um dos setores que sofreu muito com a crise foi o da construção civil. Claro que cada caso é um caso mas, sugiro que, se pensam em mudar do Brasil, pesquisem bem sobre os países e só saiam se tiverem um trabalho ou muito apoio pois, não é fácil.
Muito obrigada por ler o blog.

Resposta
Dez Razões Para Morar em Portugal - Noticia Abril 21, 2015 at 1:21 am

[…] das “brasileiras pelo mundo” um espaço de mulheres para mulheres, encontrámos um artigo , escrito Lyria Reis, que pretendemos partilhar com os visitantes do nosso […]

Resposta
glaucia Abril 25, 2015 at 10:15 pm

olá, vc tem algum site de emprego pra indicar ?

Resposta
Lyria Reis Abril 28, 2015 at 9:37 pm

Olá Glaucia,
Não tenho. Sugiro que você faça uma pesquisa na internet.
Boa sorte!

Resposta
Ana Iris Viterbo Maio 1, 2015 at 6:55 pm

Em casa somos três brasileiros e meul marido é nascido no Soure. Mas veio em 1953 pra CA e nunca mais voltou. Só tem a certidão de nascimento dai de Portugal. Eu como esposa consigo visto? E minha filha de 18? Meu filho de 24 tem OAB pode tentar ir e trabalhar como advogado? Grata se souber alguma informação !

Resposta
Ana Iris Viterbo Maio 1, 2015 at 7:51 pm

Esqueci de informar meu marido português e padrasto dos meus folhos desde 2009 e eu já era separada do pai das crianças que daleceubem 2010. Grata Ana Iris Viterbo.

Resposta
Lyria Reis Maio 7, 2015 at 12:21 am

Olá Ana Iris,
Se você é casada você pode ter o visto de reagrupamento familiar. Para a sua filha somente se for comprovada a dependência pois ela já tem 18 anos. Quanto ao seu filho, veja o post sobre OAB na categoria Portugal.
Boa sorte!

Resposta
Adriana Maio 6, 2015 at 4:34 pm

Olá,

vou fazer um estagio no mês de julho em Lisboa, será que consigo uma escola que minha filha de nove anos possa ficar?

Resposta
Lyria Reis Maio 7, 2015 at 12:24 am

Olá Adriana,
Não lhe sei dizer porque julho é mês de férias escolares. Porque você não tenta perguntar para as pessoas do local onde você vai fazer o seu estágio onde os pais normalmente deixam os seus filhos nesta época do ano? Talvez eles possam te ajudar.
Boa sorte!

Resposta
Alexandra Turini Maio 15, 2015 at 11:32 pm

Boa noite,gostaria de saber a respeito de faculdade,em média qual o valor de engenharia mecânica e odontologia,?Obrigada

Resposta
Lyria Reis Maio 20, 2015 at 10:11 pm

Olá Alexandra,
Sugiro que faça uma pesquisa nas páginas das universidades. Assim você poderá buscar todas as informações que forem importantes para você.
Boa sorte!

Resposta
Marco Moreira Maio 16, 2015 at 12:58 am

Olá! Tenho uma dúvida. Se souber me responder ficarei muito agradecido. Sou casado pela segunda vez. Recebi agora a cidadania portuguesa e ainda não registrei em Portugal o primeiro casamento, que depois tenho que homologar o divórcio para então registrar o meu casamento atual.
Agora que vem a pergunta. Se eu resolver mudar para Portugal nos próximos meses, posso pedir agrupamento familiar sem realizar este tramite primeiro?
Parabéns pelo site!

Resposta
Lyria Reis Maio 20, 2015 at 10:13 pm

Olá Marco,
Quanto à sua dúvida sugiro que você consulte um advogado. Assim você poderá explicar toda a sua situação e ver o que precisa ser feito em termos de documentação.
Boa sorte!

Resposta
Fredy Frota Maio 17, 2015 at 11:45 pm

Boa noite, sempre tive vontade de morar em Portugal, tenho 25 anos, estudante de ciências aeronáuticas. Seu texto me convenceu de ir a Portugal, se voce pudesse queria que ajuda com algumas informações, sobre meu curso superior se encontro e onde ai em Portugal, questão de trabalho, sobre visto sobre o que for possível para eu ir morar em Portugal, e quando digo trabalho, eu digo fazer qualquer tipo de serviço. Amo meu Brasil, mas, aqui não da mais pra mim, minha área aqui é muito limitada e cara, espero respostas, grato, Fredy Frota!!!

Resposta
Lyria Reis Maio 20, 2015 at 10:29 pm

Olá Fredy,
Obrigada por ler o blog e obrigada pelo comentário! Este texto apenas mostra algumas coisas boas em Portugal mas, como em todos os lugares, também existem outras menos boas. 🙂
Pense bem, se você acha que a sua área é limitada num país com 200 milhões de pessoas, imagine num com apenas 10 milhões?
Eu sugiro que você faça uma pesquisa na internet sobre os vários temas que tem curiosidade e continue a nos acompanhar.
Boa sorte!

Resposta
Ligia Queiroz Maio 20, 2015 at 5:12 pm

Olá, sou estudante de enfermagem. Gostaria de saber como está a situação dos enfermeiros por aí. Como é o salário e se é fácil pra conseguir emprego.
Sou tataraneta de portugueses, é impossível conseguir uma cidadania?

Resposta
Lyria Reis Maio 20, 2015 at 10:37 pm

Olá Ligia,
Para você poder exercer a sua profissão aqui tem que ter equivalência de diploma. Este processo pode ser caro e demorado. A crise afetou a todos e muitos enfermeiros portugueses saíram de Portugal por falta de emprego no país.
De acordo com a legislação atual sobre a nacionalidade você não tem direito contudo, todo imigrante com autorização de residência por pelo menos 6 anos e que cumpra todos os deveres de cidadão (pagamento de impostos e segurança social) pode pedir a nacionalidade mas, nem todos os que pedem tem o pedido deferido.
Boa sorte!

Resposta
cecilia ferreira Maio 23, 2015 at 12:24 am

Parabens pelo que eu li das respostas de Lyrta Reis.GOSTEI
Sou portuguesa, eu vivo nos Estados Unidos da America, aqui as coisas tambem nao estao faceis, E por todo mundo como voce disse nos comentarios…para imigrar tem que se saber bem sobre o pais, boa sorte para todos

Resposta
Lyria Reis Maio 24, 2015 at 8:47 pm

Olá Cecilia,
Muito obrigada pelos seus comentários! 🙂

Resposta
Arlete Maio 28, 2015 at 7:03 pm

OLA LYDIA, Temos 60 e 69 anos e vamos estar 10 meses em Porto, Portugal. em 2016. Escolhemos essa vivencia, para apenas por viver.. temos simplicidade, tempo e economias para lá estar nesse periodo e vamos frequentar uma universidade senior.. apenas para conhecimento e claro, levar os nossos.. Nesse tempo aproveitaremos e conheceremos um pouco mais da Europa. Já estamos nos organizando e fazendo todos os legalizações possíveis para nossa segurança. Obrigada pela informações. at. ArletE e CEZAR

Resposta
Lyria Reis Maio 28, 2015 at 9:06 pm

Olá Arlete!
Aproveitem a terrinha! 🙂
Boa sorte!

Resposta
fabiana morais brito Maio 31, 2015 at 12:31 pm

Drt gostaria de saber sobre tratamentos odontologico em portugal,vou o ano que vem e meu menino tem 7 anos vai precisar de aparelho,melhor esperar e colocar ai,ou coloca aqui no brasil e faz manutencao em portugal,e muito caro o tratameNTO

Resposta
Lyria Reis Junho 2, 2015 at 10:23 am

Olá Fabiana,
Qualquer tratamento deve ser começado e terminado pelo mesmo profissional.
Boa sorte!

Resposta
Brunito. Junho 3, 2015 at 6:57 pm

Parabéns Lydia pelo seu trabalho, é bom ouvir falar bem do meu Pais porque isso torna-se raro. Eu desejo a todos portugueses de ficar ai porque eu moro em França à 6 anos fiquei separado da minha irma e do resto da minha família excepto os meus pais. Tenho 14 anos e o meu sonho era volta para ai… para sempre pois a vida no estrangeiro é difícil. E por isso tento fazer tudo escolher estudos longos (engenheiro) e não me importa o que todos me dizem (tipo “não venhas para Portugal, vais te arrepender”) pois eu quero simplesmente voltar ai, estou determinado. Para todos que tenham a sorte de estar ai aproveitem porque apesar da crise Portugal é simplesmente INCRÍVEL!! 🙂

Resposta
Lyria Reis Junho 3, 2015 at 11:01 pm

Olá Brunito,
Nem tudo são flores mas temos que valorizar as coisas boas, não é mesmo? Seja sempre positivo, vale a pena!
Muito obrigada pelo comentário e boa sorte!

Resposta
Luciana Junho 7, 2015 at 7:24 pm

Olá Lyria! Sou Luciana e já vivi a experiência de estar neste lugar onde se respira arte por todos os cantos. Encantada,meu objetivo é morar em Lisboa. Estou me planejando. Estando aí seria muito complicado arrumar um emprego legal em Portugal?

Resposta
Lyria Reis Junho 8, 2015 at 5:25 pm

Olá Luciana,
Obrigada por comentar! Lisboa é uma cidade muito bonita mesmo!
Quanto à sua pergunta… não sei! 🙂 Não sei o que é um “emprego legal” pra você. Depende de tantos fatores que é muito difícil responder à sua pergunta.
Mas, se pensa em emigrar, prepare-se bastante porque, passear em um lugar é muito diferente de morar nele.
Boa sorte!

Resposta
Raphael Junho 13, 2015 at 11:36 pm

Olá Lyria! Ótimo texto e só aumenta a vontade de ir para este lugar. Tenho uma dúvida, sou formado em técnico de enfermagem e sou massoterapeuta. Você acha que, com os certificados daqui eu consigo trabalhar na área sem precisar o certificado do país, ou se é o mesmo?
Grato.

Resposta
Lyria Reis Junho 14, 2015 at 12:34 pm

Olá Raphael,
Cada caso é um caso mas é muito difícil um imigrante conseguir trabalhar na sua área de formação sem ter a sua formação reconhecida. A grande maioria dos casos os diplomas tem que ser reconhecidos ou ter equivalência de uma instituição de ensino em Portugal.
Boa sorte!

Resposta
Aline Junho 27, 2015 at 9:33 pm

Ola Sou Analista de qualidade em um hospital
e sonho em fazer mestrado em Portugal em Faro
umas duvidas.. é difícil arrumar emprego..?
o salário é compatível com o custo de vida da região

Desde já agradeço

Resposta
Lyria Reis Junho 28, 2015 at 8:17 pm

Olá Aline,
Quanto às suas dúvidas… depende. Acho difícil você conseguir emprego na sua área de trabalho. Os empregos no Algarve são muito sazonais. No verão, quando há mais turistas, há mais trabalho ligado ao turismo. No inverno, muito menos. Com a crise em Portugal houve uma redução nos salários e os custos vão depender do local que você morar.
Boa sorte!

Resposta
Karyne Saboia Julho 1, 2015 at 1:31 am

Olá, Lyria Reis
Sou brasileira, no momento resido aqui no Brasil, tem pretensão de morar em Portugal. Sou médica, gostaria de saber como está o mercado de trabalho na minha área? Como é feita a validação do diploma ? Desde já grata .

Resposta
Lyria Reis Julho 3, 2015 at 8:12 am

Olá Karyne,
Quanto ao mercado de trabalho é muito relativo, o que pode ser bom para você pode não ser para outras pessoas.
Com a crise no país, muitos médicos portugueses saíram de Portugal para trabalhar em outros países.
Boa sorte!

Resposta
CLÓRIS REGINA CORREA CANDINHO Julho 2, 2015 at 10:16 pm

estamos aposentados quero ficar um ano emportugal será que 1ooo euros da para pagar aluguel e alimento. sem mais, atenciosamente.CLÓRIS REGINA CANDINHO

Resposta
Lyria Reis Julho 3, 2015 at 8:15 am

Olá Clóris,
Dependendo do lugar que morar, dá, mas não é fácil.
Lembre-se que estrangeiros devem ter um visto adequado para poder morar no país.
Boa sorte!

Resposta
Bruno Julho 13, 2015 at 12:45 am

Olá tudo bem gente ? Alguém tem como passar algum contato de skype . Alguém que more ai em portugal pra gente conversar ?

Resposta
Marisa Dezembro 19, 2015 at 3:36 pm

Oi permitam-me interferir sinto-me muito grata e lisongeada por gostarem tanto do meu Pais. Qualquer coisa eu deixo meu email para esclarecer duvidas. A todos desejo muita boa sorte e concerteza serao sempre muito bem recebidos em Portugal.

Resposta
miltonvidotto Julho 23, 2015 at 11:06 pm

Olá Lyria! Muito bom seu artigo e suas respostas.
Estou decidida a me tornar residente de Portgal. Já tenho dupa nacionalidade portuguesa/brasileira.
Estou disposta a começar do zero.
Tenho uma filha de 8 anos e o que quero é viver em um país onde eu me sinta respeitada como cidadã.
Queria te pedir uma sugestão de um bairro bom para se viver com criança e que tenha facilidade de transporte.
Claro que a sugestão que te peço é para quem vai precisar de início morar num lugar que eu pague por volta de 300/350 euros de aluguel.
Pois quero começar trabalhando no que tiver pra eu trabalhar. Ou seja, estou super satisfeita em ganhar o salário mínimo daí e poder ter escola pra minha filha de qualidade, saúde pública para minha família e saber que os impostos que pagarei será para uso dos cidadãos.

Muito obrigada pela ajuda que puder me dar! Abraços e ótimo verão!!
PS: estou usando a conta de meu marido , mas aqui quem fala é Luciana!! rs

Resposta
Lyria Reis Agosto 21, 2015 at 10:50 am

Olá Luciana,
Infelizmente não lhe posso dar sugestões porque depende de vários fatores, principalmente da cidade e região de Portugal.
Boa sorte!

Resposta
Victor Agosto 3, 2015 at 4:30 pm

Lyria Reis, eu e minha esposa estamos planejando morar em Portugal, eu possuo cidadania portuguesa e ela não. Ela possui graduação em Odontologia e gostariamos de saber o que é necessário para que ela possa exercer a profissão em Portugal.
Obrigado.

Resposta
Lyria Reis Agosto 21, 2015 at 10:52 am

Olá Victor,
Para exercer a profissão aqui ela terá que voltar para a faculdade e cursar mais algumas matérias. Não há equivalência automática. Depois de concluído o curso terá que se inscrever na Ordem dos Médicos Dentistas.
Boa sorte!

Resposta
rrgodinhoRubens Agosto 7, 2015 at 12:39 pm

Bom dia Lyria.
Vc acha que com um rendimento de uns 4000 euros, um casal com dois filhos pequenos, teria uma vida confortavel ai ?
(a ideia seria morar no inicio, em um apartamento alugado…) Li em alguns blogs, que um casal sem filhos gasta por volta de 800 euros (no Porto), mas tenho minhas duvidas, alem da vida em Lisboa ser mais cara que no Porto…

Meu alvo é a região de Oeiras, Paço de Arcos / Cascais, que ja’ conheço bem…
Desde ja’ agradeço
Rubens

Resposta
Lyria Reis Agosto 21, 2015 at 10:59 am

Olá Rubens,
Quanto à sua dúvida, depende do estilo de vida de vocês.
O Porto é mais barato que Lisboa e essa região que você sugere é das mais caras de Portugal. Eu acho 800 euros um pouco apertado, principalmente se você tem filhos. Há sempre que se pensar em “imprevistos”, não é mesmo?
Valores de aluguel (por aqui é a “renda”) vai depender do tamanho e da localização do imóvel e também se é casa ou apartamento.
Boa sorte!

Resposta
Eliezer Agosto 9, 2015 at 6:52 pm

Olá, muito bom seu post. Você saberia me disser como funciona a função de corretor de imóveis em Portugal? Se precisa de formação? Como é a remuneração? Assalariado ou não e etc? Agradeço desde já.

Resposta
Lyria Reis Agosto 21, 2015 at 11:01 am

Olá Eliezer,
Não tenho conhecimento específico sobre esta função. Sugiro que pesquise na internet ou entre em contato com imobiliárias em Portugal pedindo informações.
Boa sorte!

Resposta
wagnermoreno Agosto 9, 2015 at 11:33 pm

Olá Lyria! Muito bom seu artigo e suas respostas, porem, na maioria dos sites que se procura saber sobre Portugal, normalmente só encontramos o lado bom. Como você mesmo disse, nem tudo são sempre flores. Aqui no Brasil, se quisermos saber o lado ruim do pais é só ler nos jornais. Ai também é assim? Você poderia me indicar alguns jornais representativos das principais cidades, para que eu possa me informar. Obrigado e parabéns pelo blog.

Resposta
Lyria Reis Agosto 21, 2015 at 11:11 am

Olá Wagner,
Muito obrigada pelo comentário!
Existe um tipo de “conhecimento” que você só consegue ter quando vivencia a cultura local. Um estrangeiro que lê um jornal brasileiro não “compreende” a situação do mesmo modo que você porque você vive e acompanha os acontecimentos do seu país diariamente. Quanto aos jornais portugueses, existem vários como o Diário de Notícias, o Expresso, O Jornal de Notícias, o Correio da Manhã, etc, cada um com um tipo de enfoque nas notícias.
Boas leituras! 🙂

Resposta
Vanda Melhado Agosto 14, 2015 at 1:32 pm

Todos os países estão com sérios problemas…mas a Europa ainda mantém uma cultura mais séria que aqui…acredito que ainda se consiga viver melhor em Portugal que no Brasil…muito embora a politica populista está se alastrando tbm pela Europa.

Resposta
Erika Agosto 19, 2015 at 6:29 pm

Olá, eu e meu marido estamos planejando de ficarmos em PORTUGAL em dezembro agora e janeiro de 2016. Temos um casal de filhos um menino de 13 anos e uma menina de 09 anos. Temos amigos que tem casas ai e vão nos emprestar, me parece que é no Porto.
Estamos já quase na reta final na liberação da nossa cidadania pois pretendemos morar ou em Portugal, Espanha ou Itália.
Minha preocupação são as crianças com a escola, de perderem um ano caso decidirmos morar lá e ficarmos pelo menos 1 ano ou 2.
Temos um apartamento de 160 metros quitado e dois carros. Não queremos nem vender e nem aluga o imóvel e nem vender os carros
Meu filho é federado e joga no Corinthians e estamos com propostas para ele ter oportunidades fora no futebol tb. Meu marido é concursado e é agente da Policia federal aqui de são paulo.
Ele tem licença a capacitação para pegar de 2 anos e por isso a nossa vontade de passar esse tempo fora do Brasil.
Gostaria de saber melhor local (cidade) para se morar com as crianças ai e escolas,como funciona a parte de matricula, os anos escolares daqui com ai.
O menino esta terminando o 7 ano e a menina esta terminando o 4 ano.
Agradeço muito se me ajudasse. Estou um pouco perdida quanto a isso, não sei se estou fazendo o certo!
O Brasil não vejo futuro para meus filhos em todo o sentido (estudo, profissão, a criminalidade está terrÍvel, a saúde aqui está um caos, a corrupção) pagamos muito e não temos retorno de nada. TUDO PIORA AO INVÉS DE MELHORAR!!!.
Estivemos nos EUA por 2x e na ultima vez ficamos 40 dias e retornamos agora dia 25 de julho de lá. Tudo funciona, os impostos vc paga mas tem retorno, como vc mesma disse, todo pais tem seus problemas mas o Brasil té demais!!!!
Pagamos escolas valores absurdos, convenio medico tb está alto demais, Ipva,Iptu,e se tivéssemos o retorno claro que seria prazeroso pagar mais…..

Obrigada !!!

Resposta
Lyria Reis Agosto 26, 2015 at 10:42 am

Olá Erika,
Obrigada por comentar. Sugiro que leia também os outros posts que escrevi sobre Portugal e também os comentários.
Quanto às suas questões:
As crianças provavelmente terão equivalência ao ano concluído no Brasil. Como o ano letivo começa em meses diferentes sempre haverá alguma perda.
Quanto ao melhor local, tudo depende do que vocês querem, não é mesmo? O que é bom para um pessoa pode não ser para outra.
Se vocês podem passar um tempo fora será sempre uma boa experiência para você e sua família mas, cuidado.
Em todos os países há sempre o lado bom e o lado ruim.Tem que avaliar muito bem o que é importante para vocês e os prós e contras de uma mudança internacional.
Boa sorte!

Resposta
Marcus Guedes Agosto 19, 2015 at 10:12 pm

Olá Lyria! Estamos pensando em morar em Portugal, mas temos uma filha de 8 anos, com Síndrome de Down. Como é a assistência às pessoas especiais aí em Portugal? Parabéns pelo Blog!

Resposta
Lyria Reis Agosto 26, 2015 at 10:44 am

Olá Marcus,
Quanto à educação, o governo tem investido na inclusão das pessoas especiais no ensino normal.
Boa sorte!

Resposta
Gilberto de Oliveira Rosa Agosto 29, 2015 at 5:19 pm

Olá Lyria, que maravilha ler teus teus comentários sobre Portugal. Que sua vida seja sempre abençoada por aí.
Tenho uma filha que está aí dese 26/agosto e permanecerá até 15 de fevereiro/2016, foi fazer um intercâmbioa na cidade do Porto e morando em Vila Nova de Gaia. Ela é Técnica em prótese dentaria, trabalha com ortodontia, faz trabalhos magnificos os quais aqui não são muito valorizados pelos profissionais da Odontologia (resumindo, ela diz que se trabalha bastante e recebe pouco, que pena…). Eu, sabendo da qualidade do trabalho dela, insisto que ela deva seguir na área….
Já pensei seriamente em ir morar em Portugal…quem sabe Deus me concede essa oportunidade, pois, sou aposentado e disponho de alguns aluguéis.

Um abraço, saúde e sucesso Lyria.

Gilberto Rosa- Porto Alegre-RS.

Resposta
Lyria Reis Setembro 1, 2015 at 3:10 pm

Olá Gilberto Rosa,
Muito obrigada por ler o blog e por comentar!
Em toda profissão, se gostamos, temos que investir e persistir. O “sucesso” vem com o tempo, não é mesmo?
Desejo que o intercâmbio de sua filha seja proveitoso e tudo de bom para vocês!
Muito obrigada! 🙂

Resposta
elainecostacampos Setembro 5, 2015 at 9:54 pm

Olá, Lyria

Estou perto de me aposentar e li que aposentados vivem bem em ALGARVE.Como adoro praia , pensei se não seria uma boa opção. Detalhe que sobrevivo com muito pouco no Brasil, cerca de R$2.700,00 (usd 700,00), câmbio tá bem alto….mas tenho uma pensão a receber de aproximadamente R$ 2.000,00 mensaL ( USD500,00). Quero saber se dá pra viver modestamente em ALGARVE com essas grana….

Resposta
Lyria Reis Setembro 7, 2015 at 10:33 am

Olá Elaine,
Obrigada por comentar.
Em primeiro lugar, quais aposentados?
Para morar em Portugal você precisa ter nacionalidade portuguesa ou ter um visto/autorização de residência válido.
Para isso você precisa procurar um consulado português no Brasil para saber quais sãos os documentos exigidos para ter o visto.
Acompanhe o blog que em breve falaremos sobre esse tema.
Boa sorte!

Resposta
sandra Setembro 17, 2015 at 12:49 am

Olá Lyria. Me aposentei recentemente e li artigo das leis q Portugal está oferecendo a aposentados q queiram morar no país. Que cidade vc sugere perto de Algarve? Gosto de sossego mas irei sozinha. Grata

Resposta
Lyria Reis Setembro 17, 2015 at 4:43 pm

Olá Sandra,
Muito obrigada por comentar e vou aproveitar a sua pergunta para esclarecer uma questão.
Portugal não está oferecendo. A questão é: existe uma possibilidade na legislação portuguesa para atribuir autorização de residência (AR) a estrangeiros (aposentados ou outros) que não seja por trabalho ou estudo, por exemplo.
Sugiro que você procure um consulado português no Brasil para verificar quais as exigências para a AR.
Algarve é uma região de Portugal, especificamente a região sul. Lá existem cidades maiores e menores, aldeias, vilas. Qualquer lugar pode ser bom para morar dependendo do que é importante para você.
Desejo que realize o seu objetivo. Boa sorte!

Resposta
Antônio Setembro 20, 2015 at 9:36 pm

Eu estou morando em Portugal a uma semana e jaja entro na escola mas fiquei sabendo que o bullyng com estrangeiros é alto… Isso é verdade?

Resposta
Lyria Reis Setembro 22, 2015 at 8:55 am

Olá Antônio,
Depende de vários fatores mas pode acontecer sim.
Desejo que não aconteça com você mas, se acontecer, venha contar para nós.
Boa sorte!

Resposta
kémely Setembro 21, 2015 at 12:36 am

Olá Lyria, vi q você trabalha na saúde, sabe me dizer sobre vagas para Fonoaudiólogos? Me formo o ano que vem e estiou interessada em ir para Portugal. Obrigada. Gostei muito do post 🙂 Muito legal!!!

Resposta
Lyria Reis Setembro 22, 2015 at 9:00 am

Olá Kémely,
Apesar de Brasil e Portugal falarem a língua portuguesa existem muitas diferenças entre elas e não é tão fácil assim como as pessoas pensam. Além do mais não existem diferenças só nas palavras mas também no modo de falar, de escrever e também na construção subjetiva do pensamento. Veja esse texto http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-nossa-lingua-portuguesa-43122353
Para poder trabalhar em Portugal você terá que revalidar os seus estudos.
Boa sorte!

Resposta
Flavio Setembro 25, 2015 at 10:32 pm

Muito bom seu texto.

Estou indo morar em Viseu e farei uma dupla especialização na cidade do Porto, terapia de casal / família e sexualidade na faculdade de psicologia e outras ciências, e gostaria de saber se você conhece algum local para mestrado na área de família e o que você pensa sobre mercado de trabalho para brasileiros em Portugal.

Grande beijo.

Resposta
Lyria Reis Outubro 23, 2015 at 10:07 pm

Olá Flávio,
Obrigada por comentar!
Sugiro que você mesmo procure pelo mestrado do seu interesse depois de estar em Portugal, já que vai fazer uma especialização por aqui, não acha?
Boa sorte!

Resposta
André Cunha Setembro 26, 2015 at 2:50 am

Oi Lyria!! Achei muito bacana sua forma clara e objetiva ao falar de Portugal. Tenho cidadania portuguesa e pretendo me mudar para Portugal no inicio de 2017. Me programo a anos e tudo indica que dará certo! Trabalhei muito já e a idéia é trabalhar de longe, pouco, com meu negocio que tenho no Brasil. Posso estar em qualquer lugar…
Como sou carioca, penso em algo proximo a lugares solares… rsrs!
Pensei em algum lugar proximo à Lisboa ou Algarve, mas que não fosse caro viver como esses locais… será que Lagos é uma boa opção ($$)? Pode me sugerir lugares?

Desde já, te agradeço muito!
Abraços, André

Resposta
Lyria Reis Outubro 23, 2015 at 10:14 pm

Olá André,
Obrigada por comentar!
Você já conhece Portugal? O Algarve é uma região e Lagos fica no Algarve. Eu acho Lagos uma cidade simpática e boa para se viver mas cada pessoa tem os seus gostos e as suas prioridades não é mesmo?
Boa sorte!

Resposta
Silvia Setembro 27, 2015 at 2:02 pm

Na sua opinião qual o melhor lugar para aposentado viver: Cascais ou Algarve?

Resposta
Lyria Reis Outubro 23, 2015 at 10:18 pm

Olá Silvia,
Obrigada por comentar!
Na minha opinião qualquer pessoa deveria viver no lugar que gostasse. 🙂
Boa sorte!

Resposta
Marta de Assis Pereira Outubro 1, 2015 at 6:19 pm

Lyria gostei muito de suas informações bem realistas e sinceras. Agradeço por você estar ajudando tanta gente inclusive a mim.Meu filho sempre estudou num bom colégio porque como não tinha irmãos nós nos esforçamos para dar uma boa educação dentro das possibilidades. Terminou o segundo grau e começou a fazer Direito mas infelizmente não gostou. Ele resolveu fazer Gastronomia. No começo eu não aceitava, até adoeci. Aprendi que tenho que respeitá-lo com suas escolhas. Moramos em Minas Gerais e as faculdades no País e principalmente por aqui são particulares. Ele é apaixonadíssimo pelo curso Superior Tecnológico além de turismo e Hotelaria. Gostaria de saber se pode nos orientar com relação a ESTHE – em Estoril. entramos no site e ele se interessou muito porque tem Mestrado na área que mais gosta. Se você puder nos orientar na obtenção de ajuda, esclarecimentos, caminho a seguir, orientação…bolsa de estudos…qualquer maneira de amor vale a pena.
Muito Obrigada
Marta Assis

Resposta
Lyria Reis Outubro 6, 2015 at 9:02 pm

Olá Marta,
Que bom que o seu filho está contente e você também. Cada um tem seu caminho, não é mesmo?
As faculdades em Portugal, mesmo as públicas, também são pagas.
Muito obrigada por comentar e por ler o blog!

Resposta
Marisa Dezembro 19, 2015 at 4:07 pm

Ola Marta o seu filho que se informe bem no Porto, la o Douro e etc esta a desenvolver muito na area do Turismoe tem perspectivas de continuar. Este final do ano la no Porto vai estar em alta com muito turismo como nunca se viu antes 😉 Porto esta a mudar e para muito melhor 😉 mas claro nem tudo sao rosas boa sorte

Resposta
Rejane Outubro 9, 2015 at 7:05 pm

Olá Lyria! Tenho pensado e procurando amadurecer a idéia de morar um período em Portugal. Sou formada em psicologia, com bastante experiência na área organizacional e saúde. Tenho pós graduação na área de Recursos Humanos e finalizando especialização em Gerontologia. Ultimamente tenho trabalhado com público de idosos com cuidados e treinamentos nessa área e atendimento na área clínica. Gostaria da sua opinião sobre a minha área e mercado de trabalho em Portugal. Sou casada e tenho filha de 12 anos. Estou aberta a outras experiências profissionais. Tenho 48 anos e graças a Deus saúde e disposição de uma pessoa de 30 anos. Me diga sua opinião!!!! Obrigada e Abraços!

Resposta
Lyria Reis Outubro 23, 2015 at 10:31 pm

Olá Rejane,
Muito obrigada por comentar!
Leia também este meu texto http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-cinco-coisas-que-voce-deve-saber-antes-de-mudar-de-pais-00108913
Além da adaptação pela qual tem que passar um imigrante, em muitos casos toda a sua “bagagem” construída, os seus cursos e experiência não tem valor no novo país. O que eu quero dizer com isso? A não ser que você seja contratada por algum empregador em Portugal que aceite o seu currículo, você praticamente terá que recomeçar do zero (ou quase).
Outra coisa, todas as profissões reguladas por uma Ordem Profissional, para que um estrangeiro possa exercê-la em Portugal ele terá que fazer equivalência de seu curso e posteriormente se inscrever na respectiva Ordem.
Não é para desanimar ninguém. Todas as pessoas devem procurar realizar os seus objetivos mas sempre com o conhecimento da realidade para que a desilusão não seja grande.
Desejo muito boa sorte para você!

Resposta
Rejane Dezembro 4, 2015 at 1:16 pm

Obrigada pelas informações. Realmente pensei que fossem considerar o que já tenho experiência Bom, de qualquer forma penso em fazer um mestrado na área de psicologia. Pode me orientar? Agradeço e parabenizo pelo seu blog esclarecedor, realista e rico em informações! Abraços!

Resposta
thayse Outubro 18, 2015 at 1:10 pm

olá tudo bem ?bom eu sou brasileira e estou a procura de emprego em portugal achei ai tudo muito lindo tenho boas experiencias so que aqui no brasil não tenho família tenho um filho mas não mora comigo ,faz um bom tempo que procuro um emprego aonde me disponho a morar como empregada doméstica ,babá cozinheira,sou manicure,garçonete,só que entro nos sits de empregos sempre pede carteira de habilitação,esperiencia em comida portuguesa ai e tão dificil assim pra arrumar esse tipo de trabalho aqui no brasil eu moro em juiz de fora mg o emprego esta imposivel de conseguir vc acha que devo esquecer essa idéia de trabalhar longe?meus agradecimentos muito obrigada thayse beijo

Resposta
Lyria Reis Outubro 20, 2015 at 11:06 am

Thayse,
A taxa de desemprego em Portugal é maior que no Brasil e são muitas as exigências.
Claro que não é impossível conseguir mas também não é fácil. Você já tentou procurar trabalho em outra cidade brasileira? As coisas são sempre mais fáceis dentro do seu próprio país onde você sabe como as coisas funcionam do que fora dele.
Você não precisa esquecer a ideia de trabalhar em outro país mas, se fizer isso, é bom que seja bem estruturada porque as coisas não são assim tão simples.
Boa sorte!

Resposta
Mariana Janeiro 13, 2016 at 7:54 pm

Oi tudo bem?! Adorei seu texto e vi no seu Curriculum q vc é dentista. Meu marido e eu somos protéticos, Ele ceramista. Eu sou cidadã italiana. Estamos doidos pra ir pra Portugal. Mas não temos referência na nossa área q é pouco difundida. Você tem alguma dica? Grata

Resposta
Lyria Reis Janeiro 15, 2016 at 10:25 pm

Olá Mariana,
Muito obrigada por ler o blogue e por comentar!
Eu sou dentista mas trabalho com pesquisa acadêmica. 🙂
Sugiro que você tente entrar em contato com clínicas para se informar sobre o que querem.
Boa sorte!

Resposta
sebastião willian oliveira Fevereiro 1, 2016 at 9:58 pm

Olá, Lyria mora, eu morei por 8 anos em Portugal, de 2006 a 2014, e estou cursando 2º ano faculdade de administração aqui no Brasil, para quando formar, voltar para esta terra que amo!! sinto muitas saudades daí, é muito bom ver alguem falar bem de Portugal, parabéns pelo seu trabalho!! bateu aquela saudade!! não vejo a hora de voltar. abraçosss… se apetecer trocar algumas idéias, taí meu e-mail: [email protected]

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 3, 2016 at 11:05 am

Olá Sebastião,
Muito obrigada! 🙂

Resposta
Willian Fevereiro 7, 2016 at 11:59 am

Oi Lyria, existe profissao de vigilancia por ai:::: aqui sou guarda de banco.. com o meu diploma daqui posso conseguir alguma coisa ai:: estou prestes a marcar viagem, mas encaro outros servicos tmbm…..me de uma dica por favor…

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 8, 2016 at 9:34 pm

Olá Willian,
Muito obrigada por ler o blogue e por comentar.
Diplomas estrangeiros para ter validade em Portugal precisam ser reconhecidos, revalidados ou ter equivalência.
Leia também os outros textos e os comentários da categoria Portugal.
Boa sorte!

Resposta
Antonio Carlos Vianna Braga Fevereiro 14, 2016 at 5:33 pm

Sem falar do custo de vida relativamente baixo.

Resposta
João Vieira de Brito Filho Fevereiro 20, 2016 at 4:52 pm

Maravilhoso artigo e com uma didatica capaz de nos fazer ver e sentir Portugal. Parabéns

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 21, 2016 at 7:43 pm

Muito obrigada! 🙂

Resposta
Viviane barbosa Fevereiro 21, 2016 at 4:12 pm

Oi Lyria, tenho muita vontade de ir morar em Portugal, mas acho que minha graduação não me dá oportunidades no novo país, sou graduada em História. Será que para pensar nessa possibilidade eu teria de procurar uma segunda opção de profissão para poder viver e ser bem recebida?

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 21, 2016 at 7:48 pm

Olá Viviane,
Muito obrigada por ler o blogue e por comentar!
Existem algumas opções para se ter uma autorização de residência em Portugal.
Leia os meus outros textos aqui no BPM. Tem muitas informações sobre Portugal.
Para falar comigo entre em contato através do email do meu blogue pessoal, ok?
Boa sorte!

Resposta
Simone M. R. Fevereiro 22, 2016 at 5:48 pm

Olá, tudo bem? Vou me aposentar em três anos e penso em passar um período longo com o marido e meus filhos adolescentes em Portugal. Pretendemos viver com cerca de dois mil euros. Acredito que teremos que nos adaptar, pois no Brasil temos um nível de vida muito bom. A dúvida é onde morar. Elegemos dois lugares, Oeiras/Cascais (por causa da praia, clima e proximidade com Lisboa) ou Vila Nova de Gaia/Porto (por causa da praia e custo de vida, mas o clima pode ser difícil). A diferença de custo de vida é muito grande entre os dois lugares? As escolas públicas são semelhantes? E o clima (adoro praia!!). O que você nos aconselha? Desde já obrigada!!

Resposta
Lyria Reis Fevereiro 25, 2016 at 12:34 pm

Olá Simone,
Muito obrigada por ler o BPM e por comentar!
Em primeiro lugar, todo estrangeiro que pretenda morar em Portugal deve ter uma Autorização de Residência adequada. Sobre os tipos de vistos existentes atualmente leia este texto: http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-tipos-de-visto-151018920
Não sabemos se a legislação será a mesma daqui a 3 anos…
Existem sim diferenças de custo de vida mas é relativo. Há locais caros no Porto e baratos no concelho de Cascais.
As escolas públicas são semelhantes. O clima é pior no Norte que no Sul do país.
O que eu aconselho? 🙂
Num mundo em mudança como o atual eu aconselho você a pensar neste “projeto” daqui a dois anos.
Leia também o meu blogue pessoal. Se precisar de informações e orientações personalizadas entre em contato por email.
Boa sorte e muito obrigada!

Resposta
Cátia santini Março 18, 2016 at 7:52 pm

Crise tem em todo o lugar..já força de vontade não.. Por isso sendo portuguesa e morando 25 anos no Brasil, em 2017 regresso a Portugal.. se é pra passar dificuldades fico no meu país, onde ainda se encontra educação de qualidade..transporte excelente e saúde muito melhor que aqui.. acho que quando se está de partida deve-se colocar o país onde mora e o que pretende morar em um papel, e ir assinalando pontos positivos e negativos de cada um, se um deles te der um ponto positivo a mais já vale a pena.. Não vejo a hora de regressar à minha terra..

Resposta
Patrícia Cunha Março 22, 2016 at 2:30 pm

Olá Lyria, gostei muito do texto! Já conheço Portugal, temos amigos portugueses. Mas surgiu uma possibilidade de morar aí um tempo, através de um doutorado na área de engenharia civil do meu marido. Temos um filho de 1 ano e 9 meses e queremos encomendar mais um, mas não sei se passar a gravidez e ter um bebê num país diferente seria o ideal. Não faço ideia de como funciona o pre natal, partos etc em Portugal…Existe algum artigo nesse site sobre esse assunto? Onde posso encontrar mais informações? Obrigada!

Resposta
Lyria Reis Março 23, 2016 at 12:19 pm

Olá Patrícia,
Muito obrigada por ler o BPM e por comentar.
Sugiro que você leia também os outros textos da categoria “Portugal”, os textos coletivos e também os textos sobre maternidade que várias colaboradoras já escreveram. Você irá encontrar muita informação importante e relevante.
Boa sorte!

Resposta
rooderson Março 31, 2016 at 4:26 am

Boa Noite, Lyria , estou terminando de programar , para ir para portugal em agosto, sou engenheiro eletricista e gostaria de saber, se tem algum conhecimento sobre as vagas nesse setor… e qual localidade de portugal seria mais coerente para iniciar a procura de emprego, tanto na minha area quanto em outra..

Resposta
lyria Maio 6, 2016 at 10:43 am

Olá Rooderson,
Obrigada por ler o texto e por comentar!
O lugar ideal para você começar a procurar emprego é na internet. Se conseguir achar vagas na sua área tente entrar em contato para saber quais os procedimentos para poder se candidatar à vaga. Poderão pedir equivalência de curso e Autorização de Residência em Portugal entre outras exigências.
Leia também os outros textos que eu já escrevi aqui no BPM sobre Portugal. Sobre cultura portuguesa leia o meu blogue pessoal.
Boa sorte!

Resposta
Robson Abril 11, 2016 at 7:54 pm

Olá Lyria! Parabéns pelo teu artigo.
Tenho uma dúvida sobre o SNS, Todos dizem que é muito bom e que não é necessário fazer um Plano Privado. Os custos são baixos e a qualidade muito boa. Porém, como fica na hora de uma internação ou cirurgia? Os custos também são razoáveis? Aqui no Brasil seria impensável para a classe média arcar com os custos de uma internação sem o Plano de Saúde Particular …

Resposta
lyria Maio 6, 2016 at 10:40 am

Olá Robson,
Obrigada por ler o texto e por comentar!
É difícil responder porque pode variar de acordo com a situação socioeconômica da pessoa, o local em que a pessoa mora, o tipo de procedimento….
Milhões de portugueses usam somente o SNS. 🙂
Boa sorte!

Resposta
MARCIA Abril 29, 2016 at 12:43 pm

Adorei!! Estou estudando a possibilidade de morar em Portugal com toda a família, crianças de 8, 11 anos, sou técnica de enfermagem em São Paulo e meu marido Professor, vc acha que estas áreas fica difícil de consseguir emprego em Portugal?? Bjs

Resposta
lyria Maio 6, 2016 at 10:36 am

Olá Marcia,
Muito obrigada por ler o texto e por comentar!
A maioria dos cursos feitos fora de Portugal para ter validade por aqui devem ser reconhecidos, revalidados ou ter equivalência. Cada processo é bastante específico.
Vocês não conseguirão trabalhar nas suas área específica sem antes fazer os trâmites legais exigidos.
Boa sorte!

Resposta
Anderson Antonio Pinto Silva Junho 14, 2016 at 5:04 pm

Oi lyria boa tarde, estou pensando em ir comprar um apt tipo T2 em Setubal e ir morar com minha familia. Nao conheco o Pais em sua realidade apenas por net e familiares que ja estiveram visitando Portugal. Meu bisavo e bisavo paternos eram portugueses e fui criando de uma maneira portuguesa, por isso o meu interesse ser grande. Agora te faco uma pergunta: comprando uma moradia, me facilitaria para me naturalizar ou seria melhor eu conseguir trabalho primeiro e depois comprar a residencia.
Desde ja agradeco
Anderson /RJ

Resposta
Lyria Junho 24, 2016 at 2:20 pm

Olá Anderson,
Muito obrigada por ler o texto e por comentar!
Sugiro que você leia o texto que falo sobre os tipos de visto e autorizações de residência.
http://www.brasileiraspelomundo.com/portugal-tipos-de-visto-151018920
Os Golden Visa permitem que quem compre um imóvel a partir de 500.000 euros tenham autorização de residência em Portugal.
Boa sorte!

Resposta
Jéssica Setembro 4, 2016 at 2:28 am

Olá, adorei o texto!!
Na verdade, o site em geral =P
Tenho duvidas quanto a morar em Portugal, sei que todo lugar tem crise, sei que não é fácil começar do zero em qualquer outro lugar, mais ainda assim acredito que seja uma boa eu ir pra lá.
Estou terminando o curso de Arquitetura e Urbanismo aqui no Brasil, e gostaria de fazer um mestrado em Restauração e Conservação de Patrimônio Histórico (motivo pelo qual eu optei pelo curso de arquitetura e acabei me decepcionando por não ter quase nada sobre o assunto na faculdade). Aqui no sul, tem 2 ou 3 especializações neste ramo, e acredito que por não ter tanto trabalho nesta área por aqui, seja meio complicado arrumar emprego, por isso optei por Portugal, entretanto, ainda não me decidi onde morar em Portugal, como irei com o meu namorado, que é estudante de Educação física, gostaria de uma universidade que tenha este curso, mas que também tenha o meu mestrado, precisamos de um lugar razoavelmente barato também, pois eu chegarei la, recém formada, sem experiência, e com o dinheiro contado pra me sustentar durante pouco tempo. Temos consciência e não nos importamos em trabalhar no que aparecer, mas um lugar com o custo de vida mais baixo, já nos facilitaria a vida.

Desculpa pelo texto, mas é tanta ansiosidade e tantas dúvidas ao mesmo tempo, que eu acabo falando demais.
Desde já, Obrigado!

Resposta
Fernando Ferreira Novembro 17, 2016 at 10:00 pm

Tenho para mim que não há melhor país para se viver do que Portugal. Isto tratando-se naturalmente de pessoas com bons meios de subsistência.
Um clima muito bom (em termos europeus), há de tudo (variedade e quantidade), segurança assinalável, gastronomia excelente, vida relativamente barata, etc. Por tudo isto não é de estranhar que cada vez um maior número de aposentados de países ricos da Europa tenham optado por viver em Portugal.

Resposta
Elizabete Borodai Novembro 26, 2016 at 2:52 pm

Olá, sou Elizabete, moro no Brasil, tenho cidadania portuguesa e estou me aposentando como diretora de escola pública. Meu marido já é aposentado e gostaria de saber se nestas condições poderíamos conseguir visto para morar em Algarve.
O que preciso fazer? Teremos uma renda juntos de 5000 euros, conseguiremos ter uma vida digna?

Resposta
Ann Moeller Novembro 30, 2016 at 11:47 am

Ola Elizabete, no momento temos outras colunistas em Portugal. Sugiro que siga os textos que elas escrevem e deixe comentário por lá. Obrigada. Equipe BPM

Resposta
Osnilton Abril 9, 2017 at 9:18 pm

Olá Lyria, boa noite.

Obrigado por todas essas informações úteis e por um toque pessoal em tudo que escreve, para deixar as coias ainda mais reais.
Gostaria de saber, se souber por ventura, se Portugal/governo também paga auxilio/beneficio infantil? Como na Alemanha por exemplo, paga-se 189 euros por mes por filho até os 18 anos. Ou isso é pago apenas por algumas empresas/órgãos públicos como beneficio?

Uma excelente primavera pra você!!!

Obrigado.

Resposta
Elisa Lima Fevereiro 6, 2018 at 12:23 am

olá sou tecnica de enfermagem e minha filha é radiologista!
gostaria de saber como esta o emprego nessas duas áreas na cidade de Alvero
e em todo territorio de Portugal

obrigado!!!

Resposta
Liliane Oliveira Fevereiro 7, 2018 at 1:46 pm

Olá Elisa,
A Lyria Reis parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas em Portugal que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação