BrasileirasPeloMundo.com
Índia

Mumbai, o coração da Índia

Mumbai.

Ninguém disse que seria fácil. Mas o que também não te disseram é que não seria tão difícil. Chegar na India, e especialmente em Mumbai, uma das cidades mais populosas do mundo pode ser um choque.

Atravessar a rua é uma grande aventura quando as regras de trânsito são pouco respeitadas, quando mão e contramão são abstrações, quando as tecnologias da calçada e do semáforo não são muito difundidas.

O calor pode ser intenso (mas não um completo desconhecido para quem vem do Rio, ou de Teresina, ou de Cuiabá, ou de Porto Alegre…). Os cheiros são igualmente muito fortes, os barulhos das buzinas, insurdecedores. Mas tudo isso você já sabe. Ou ao menos já deveria saber se está se mudando ou considerando se mudar pra cá.

O que você não sabe é que Mumbai tem a segunda maior coleção Art Deco do mundo. Que é uma cidade extremamente vibrante, cosmopolita, com uma interessante mistura étnica, de judeus a parsis, passando por muçulmanos e cristãos, ligada nas principais tendências transnacionais. E sim, uma boa parte da população fala inglês. Ou pelo menos entende o que você fala, ou se esforça ao máximo para entender.

Em Mumbai existe uma oferta infinita de restaurantes, já seja de comida indiana, já seja de comida continental, como eles chamam a gastronomia internacional.

Exposições de arte, de fotografia, festivais de literatura e festivais internacionais de cinema, shows de jazz, de soul, de funk? Tem também! A sua onda é mais reggae ou o afrobeat? Você encontra reagge e afrobeat. Que tal conhecer melhor a cultura indiana e prestigiar um bom concerto de musica clássica daqui? Musica Sufi? Espetáculo de Mudra ou ainda de Kathak?

Mas se a sua onda é maia relax, você a essa altura já deve saber que está no lugar certo. O que você ainda não sabe é que pode praticar yoga de graça num dos melhores institutos de yoga do mundo, logo ali na Marine Drive (a Copacabana de Mumbai). Ou ainda que o céu é o limite quando se trata de produtos orgânicos, para muito além do sal rosa do Himalaia. Que ingredientes super especiais vão fazer parte do seu cardápio cotidiano, como o cow ghee, as curry leaves, os chutneys, o tumeric, as granadas, o cardamomo, o tamarindo, uma infinidade de chás, os diferentes tipos de lentilha. A Índia é a última
esperança do mau cozinheiro!

Sentiu falta da quinoa e da chia? É possível encontrar por preços bem razoáveis. O óleo de coco é onipresente e muito barato. Em abril começa a temporada das mangas, uma
mais deliciosa que a outra! Mas existe uma que é a mais deliciosa de todas: a rainha das mangas, Alfonso.

As principais estréias do cinema hollywoodiano você poderá conferir num multiplex perto de você. Mas antes do filme começar, prepare-se para levantar e prestigiar o hino nacional indiano, que na minha humilde opinião é o hino mais lindo de todos os hinos. Saem todos os instrumentos de corda para sublinhar as glorias militares e entra um mantrinha lindo e comovente. Chegou na sessão atrasado e não deu tempo de comer nada? Não se preocupe! Daqui a pouco tem um intervalo e dá tempo suficiente de comer algo bem saudável pros padrões dos multiplex e dos fast-food (como milho e falafel) e voltar pra ver
o final do filme, bem alimentada e comentando com sua companhia o que estão achando do filme até esse momento.

E por falar em comida, bateu aquela preguiça de ir no supermercado, onde você encontra (quase) tudo o que precisa (e o que não precisa também)? Não tem problema é só acessar o site de uma das maiores cadeias de supermercado, escolher seus produtos, pagar com cartão de débito, escolher a faixa horária que gostaria de receber seus produtos no dia seguinte à realização da compra e aguardar os produtos chegarem pontualmente no conforto do lar. Produtos bem selecionados!

Aliás aqui dá pra comprar quase tudo com cartão. O cartão é muito disseminado e também muito seguro. E para o que você não encontrar no supermercado, está o Amazon. Dá pra comprar de lustra móveis a purificador de frutas e verduras, passando por touca de silicone de natação a pau de selfie. Tá montando a sua casa e tem um orçamento modesto? A Ikea está abrindo sua primeira unidade na India no segundo semestre de 2018. Mas enquanto isso dá pra ir nos excelentes mercados Oshiwara e Chor Bazaar procurar antiguidades e praticar o esporte nacional: a pechincha Entrarei em detalhes sobre esses dois mercados em outro post.

Leia também: qual o idioma oficial na Índia

Bateu a fome, mas não bateu a vontade de cozinhar? Peça delivery. Entrou em pânico só de imaginar o diálogo com o atendente falando em hindi ou marathi (o idioma do estado de Maharasthra)? Peça pelo aplicativo Zomato. Lembre-se que você tá num país de engenheiros, que logo ali em Bangalore (ou Bengaluru) fica o Vale do Silício indiano, daí da pra entender que tudo funciona muito bem pela internet, que aliás é excelente!

Dá pra entender também que a segurança na rede é coisa séria por isso as senhas
nos sites são de complexidade impar. Nao se assuste se você se registrar num site e for repreendido por ter escolhido uma senha fácil. As senhas aqui tem maiúscula, minúscula, número, símbolo, emoji (mentira, mas não duvido!) e tudo mais o que o seu teclado oferecer.

Uma das maiores alegrias foi descobrir que os canais da TV a cabo transmitem filmes hollywoodianos com legenda em inglês (alô MN+). Para quem sofre com o listening, poder ver TV com legendas é bálsamo.

Por outro lado, venha com a sua conta do Spotify do Brasil dado que ainda não está disponível na Índia.

Quando sentir falta dos sabores da terrinha, o Boteco (restaurante brasileiro) está logo ali e Guto te receberá com uma deliciosa caipirinha, um pãozinho de queijo recheado com linguiça de entrada e um escondidinho. Ah, e não se esqueça de trazer uma cachacinha quando for a Goa.

Related posts

Dicas para visitar o Taj Mahal

Marina Mazzoni

Higiene e alimentação na Índia

Rachel Tardin

A chegada em Nova Délhi

Nione Cristina Claudino

3 comentários

Iara Carvalho Maio 13, 2018 at 10:57 pm

Olá Luanda, seu texto é maravilhoso! descreveu perfeito o dia a dia na cidade indiana de Mumbai. Amei ver
que a internet funciona tão bem, pois a segurança é fundamental. Muito interessante fazer as compras de
mercado pela internet e tudo chegar de acordo com a programação esperada. Também muito importante es-
sa gastronomia orgânica que faz tão bem à saúde e os famosos chás. Preciso mesmo ir à Mumbai conhecer
essa cultura tão diferente da nossa cultura ocidental e tendo todo essas informações descritas por você.

Resposta
Camila Maio 20, 2018 at 4:10 am

Oi Luanda
Td bem?
Amei seu texto 😊
Em julho eu, meu marido e minha filha de 3 anos estaremos nos mudando pra Mumbai. Estamos bem perdidos com relação a nossa mudança. Qual seria a sugestao de loja para mobiliar a casa? Desde já agradeço. 🙏🏽

Resposta
Luanda Fernandes Maio 28, 2018 at 7:26 am

Olá Camila,
seja muito bem vinda a Mumbai!
A escolha da loja vai depender do bairro onde vocês vão morar. As distancias aqui costumam ser longas e o trânsito pode ser bem pesado.
Vai depender também do seu orçamento e estilo, mas deixo aqui algumas sugestões:
No Oshiwara market você encontra bons móveis de madeira a preços bem acessíveis, especialmente se você tiver habilidade para pechinchar.
A Furniturewalla tem sofas de excelente qualidade. Se você der um pulo lá, aproveite para dar uma volta na região, Raghuvanshi Mills, considerada a meca da decoração e do design de interiores em Mumbai. Lá tem outras ótimas lojas de móveis de design, como a Magnolia, a Anemos e a luxuosa INV.
A Fab India é uma opção bem mais em conta.
Para artigos de cama, mesa e banho sugiro o Crawford Market. Lá você encontra boas toalhas e bons lençois de algodão a preços excelentes.

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação