O Brasil para mim

2
379
Advertisement

O Brasil para mim.

É incrível como enxergamos melhor as coisas quando estamos de longe, e estar fora do Brasil me fez vê-lo sob uma perspectiva diferente. Esse novo olhar é um dos grandes aprendizados que venho colecionando, como citei no meu último texto: A arte de morar fora. Aprendi a dar mais valor ao que é nosso.

Nesse longo processo de adaptação em um outro país, uma frase que li recentemente me chamou muito atenção: “Lá, é bom mas é ruim. Aqui, é ruim mas é bom.“ (Não tenho conhecimento da autoria, se alguém souber, gostaria de colocar os devidos créditos). Essa simples frase faz muito sentido para mim hoje. Isto não quer dizer que eu não goste de morar na Alemanha, ao contrário, eu adoro e tenho muito respeito pelo país que me acolheu e que aprendi a admirar. Mas hoje vou falar sobre a parte que falta. Hoje vou falar sobre amor.

Quando tomamos a decisão de sair do nosso país, estamos primeiramente em busca de uma vida melhor. Infelizmente o Brasil vive, há alguns anos, uma séria crise econômica e social que impulsiona muitos brasileiros a saírem do país. Muitos saem de lá com um sentimento bastante ruim em relação a nossa pátria e, talvez, pensando que estão deixando para trás apenas a família e os amigos. Claro que estas são nossas maiores riquezas e nossos maiores motivos de saudade, mas quero falar de coisas que por termos nas mãos, por vezes não damos valor, somente enxergamos quando perdemos. Só percebemos quando já não estamos mais em casa.

Leia também: Ter cidadania alemã facilita a vida na Alemanha?

Após quase dois anos e meio fora do Brasil, percebo que o que deixamos para trás é muito mais do que imaginamos. O meu sentimento em relação ao meu país mudou bastante, consigo enxergar qualidades que, até então, passaram despercebidas. 

Muitos dizem que o pior e o melhor do Brasil é o brasileiro. Eu não concordo. O brasileiro é um povo caloroso, trabalhador e que sabe como ninguém driblar as adversidades. E não estou falando do famoso “jeitinho brasileiro“, não. Até porque eu acredito que a população honesta e trabalhadora é muito maior. Quando falo em driblar as adversidades é que hoje, mais do que nunca, enxergo tudo aquilo que o nosso desgoverno e anos de corrupção negaram ao povo brasileiro. Ainda assim, esse mesmo povo consegue conviver pacificamente e com sorriso estampado no rosto, que é marca registrada da nossa gente. O bom humor do brasileiro também é famoso, gente! Quando eu digo que sou brasileira, o semblante das pessoas muda. Somos queridos, nós sentimos na hora o acolhimento e o carinho. E isto tem valor! 

E vou te dizer, esse calor, essa alegria, esse sorriso fácil do nosso povo faz uma falta enorme. Definitivamente não estamos acostumados com a frieza e com a distância nas relações.  

“O que vocês vieram fazer aqui? Nesse frio? Vocês são loucos!“ Tenho certeza que todo brasileiro que mora fora já escutou, pelo menos uma vez, essa frase! Eu já ouvi várias vezes. O clima do Brasil é de dar inveja em qualquer um e é para dar mesmo. O inverno rigoroso na Alemanha, por exemplo, deixa a maioria dos alemães mal-humorados e reclusos por uma boa parte do ano, e por isso eles valorizam tanto o nosso clima. É verdade! Eu sou de Salvador na Bahia, então para mim, o clima era de verão o ano inteiro. Mas mesmo para as regiões sul e sudeste do Brasil, acostumadas com o frio, nada se compara com o inverno na Europa como um todo e olha que eu adoro o frio, sou a louca da neve! Mas o frio realmente nos mantém em casa a maior parte do tempo, dá para perceber que o clima, leia-se humor, fica realmente mais pesado. 

Leia também: Coisas que os alemães acham curioso no Brasil

E quando o tópico é comida, pelo menos aqui na Alemanha a comida do Brasil dá de dez a zero! Claro, isto é questão de gosto, paladar e é totalmente pessoal, eu sei. Mas, fala sério, a dificuldade de se comer carne (pelo menos num preço razoável) é gritante. Sem falar na nossa variedade de frutas e verduras, na Alemanha só se tem fartura de batata. Brincadeira! Outro dia um supermercado alemão fez uma campanha deixando nas prateleiras apenas produtos produzidos na Alemanha e pasmem, o supermercado ficou vazio.   

Temos que dar valor ao nosso país, terra que tudo dá. Sim, as nossas riquezas são mal aproveitadas mas a nossa riqueza natural tem que ser respeitada e deve ser, sim, motivo de orgulho! Nossa terra é fértil e linda, temos o privilégio de ter um país de grande diversidade e beleza ímpar. 

É impossível fechar os olhos para todos os nossos problemas. Não é a toa que muitos, como eu, desviam a rota em busca de coisas que infelizmente a realidade do Brasil nos nega. Educação, saúde, segurança, itens que deveriam ser básicos estão sucateados e “expulsando” brasileiros da sua querida terra natal. Mas a verdade é que realmente essa tão falada “síndrome do cachorro vira-lata“ dos brasileiros existe. Muitos de nós conseguem enxergar maravilhas do lado de fora e somente coisas negativas do lado de dentro, sem perceber que não existe paraíso, que não existe lugar perfeito. Não adianta esperar perfeição das realidades, não existe.

Leia também: Morar legalmente através do trabalho e estudo na Alemanha  

Uma das coisas que mais me entristece quando olho para o Brasil, daqui do lado de fora, onde tem tudo mas não tenho nada, é ver que o que nos falta é simplesmente amor próprio. Nos falta arregaçar as mangas para limpar toda a sujeira que vem contaminando nosso país e que encobre cada dia um pouco mais toda a sua exuberância.

Sim, eu amo o meu país e agora, do lado de fora, eu amo um pouco mais. Porque não somos somente samba, corrupção, bunda e futebol. E a cada cheiro, a cada sabor, a cada foto, a cada música e a cada lembrança eu retorno ao colo dos afetos, minha casa, Brasil.

2 Comentários

  1. Muito bacana sua reflexão! Concordo que um pouco mais de amor-próprio e auto-confiança impulsionariam o Brasil em alta velocidade! Espero que isso esteja sendo reconhecido por nós todos aos poucos! Obrigada !

  2. Monique, muito obrigada por esse texto. Parece ter sido escrito retirando os sentimentos e pensamentos soltos que tenho e maravilhosamente escrito em forma desse texto.
    Compartilho 100% desse sentimentos e visão.
    Por favor, me permita compartilhar.
    Beijo, Denise Pannain

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.