BrasileirasPeloMundo.com
Carteiras de Motorista Pelo Mundo Dubai Emirados Árabes Unidos

O drama da carteira de motorista em Dubai

O título do artigo parece ser meio dramático mas é real. Tirar carteira de motorista em Dubai é um drama. Não querendo assustar ou desencorajar ninguém, acho que só conheci umas duas pessoa que passaram de primeira nas provas.

Para brasileiros que tenham carteira de motorista do Brasil é necessário fazer 8 horas de aulas teóricas e 20 horas de aulas práticas. Para os que não tem carteira, são 40 horas de aulas práticas. Como eu tinha carteira de motorista do Qatar fui dispensada das aulas, o que, no fim, não sei se foi bom ou ruim.

O processo, embora dispendioso, não é muito difícil. Ele é dividido em três etapas: prova teórica, prova de estacionamento e prova de direção.

A prova teórica é composta de 40 perguntas sendo 5 delas um teste de vídeo que avalia a sua percepção de perigos que, na minha opinião, é bem aleatório. A melhor maneira de estudar para esse teste é pelo aplicativo da própria RTA (Road transportation Authority), a maior parte das questões se repetem na prova. E ai, no dia da prova é só chegar umas 2 horas antes e estudar o resto das questões e o teste de percepção nos computadores de treino. Você pode errar até 10 questões, mas não mais de 5 questões numa mesma categoria – o teste é dividido em duas.

Passando a prova teórica vem a prova de estacionamento, para alguns considerada a mais difícil. São três tipos de estacionamento: angular, paralelo e garagem além da prova de freada de emergência e ladeira.

Abro um parentese para a prova de ladeira, aqui pode-se optar por fazer a prova para carro automático ou manual, as consessionárias não vendem carros manuais a não ser por encomenda, então a maior parte das pessoas opta pela prova para carro automático. Assim sendo, prova de ladeira é uma piada ainda mais que o país, em sua maior parte, é uma planíce, enfim, se estou na chuva é pra me molhar, vamos pra ladeira falsa.

O interessante dessa prova é que, se por acaso reprovar em um dos tipos de estacionamento e passar nos outros repete-se a prova apenas no tipo de estacionamento que a pessoa errou.

Após concluir a primeira e a segunda etapa, chegou a hora da terceira e na minha opinião a mais difícil que é a prova de direção.

Essa prova é aplicada na área industrial de Dubai, um lugar cheio de caminhões e com um trânsito bem estranho. Os fiscais avaliam o controle do carro, a conhecimento das leis de trânsito e as atitudes do motorista. Convenhamos que muitos desses critérios são subjetivos.

O circuito leva 10 minutos e saímos da auto-escola num carro com a fiscal (para mulheres sempre será uma mulher, para homens sempre será um homem) e mais duas pessoas que também vão fazer a prova.

Dirigimos na pista de velocidade de 60 km onde a fiscal avalia se você sabe trocar de faixa em segurança, de acordo com o critério deles, e depois dirigimos na área industrial com velocidade de 40 km e é aí que estão os caminhões e tudo mais.

Se tudo der certo, basta pagar uma tarifa e pronto! Estará habilitada para dirigir em Dubai. Se der errado, eles te obrigam a fazer 8 aulas antes de refazer o teste.

Os valores são 1090 AED para abrir o processo, 100 AED pela prova teórica, 310 AED pela prova de estacionamento, 310 AED pela prova de direção, 315 AED para emissão da carteira. As aulas custam entre 60 e 80 AED dependendo da auto escola.

Não se esqueça que embora Dubai seja bem liberal ao fazer a prova de motorista você estará dentro de uma repartição pública lidando com fiscais do governo. É prudente que você se vista de acordo, cobrindo os ombros e os joelhos e aginda da maneira mais distinta e respeitosa possível.

E como anda o meu drama? Bem, eu passei nas duas primeiras provas com louvor e estou emperrada na terceira. Depois de 11 anos de carteira de motorista, sem nunca ter me envolvido em nenhum acidente grave, ser considerada uma boa motorista por todos os meus caronas, cá estou eu tomando classes de direção em pleno sábado de manhã.

Eu paguei um extra de 20 AED para poder ter aulas ou fazer a prova com instrutores homens, se não teria apenas a opção de estudar com mulheres e elas não trabalham depois das 5pm por exemplo.

Segundo a minha fiscal eu demosntrei insegurança e não sei trocar de faixa porque não olhei duas vezes o retrovisor – a regra aqui para troca de faixa é olhar o retrovisor, ligar a seta, olhar o espelho lateral, olhar por cima do ombro, olhar o retrovisor de novo e só então trocar de faixa.

Cada Emirado tem um processo próprio para emissão de carteira de motorista. Em Abu Dhabi o processo é diferente de Dubai e um taxista cantou a pedra que em Fujairah é bem mais fácil… se não der certo dessa vez quem sabe eu não vá pra lá tentar a sorte.

Peço que torçam por mim e que em breve eu possa dar carona para vocês quando vierem passear por Dubai, se não acostumem-se ao metrô que não é de todo mal.

*No dia 04 de outubro de 2017, na terceira tentativa, a autora do texto (finalmente!) se tornou habilitada a dirigir nos Emirados Árabes. 

Related posts

Como tirar carteira de motorista na Irlanda

Luciana Damasceno

Dubai – De Dubai para Houston

Juliana Bordião

Como tirar carteira de motorista em Barcelona

Gleice Garcia Santiago

4 comentários

Renata Salas Collazo Novembro 26, 2017 at 9:49 pm

Thaís,
Muito informativo e ao mesmo tempo com um ótimo bom humor seu texto. Você está coberta de razão quando fala sobre a diferença de exigências entre os Emirados. Também ouvi dizer que em outros, diferente de AD e Dubai são mais fáceis, acho que devido ao menor número de expatriados. Tive a felicidade e sorte de não precisar tirar a carteira, apenas troquei, pois estava vindo dos EUA, mas acompanhei de perto o “drama”de várias amigas. Então, no verão, já sei a quem vou recorrer em Dubai!!! Adoro seus textos!

Resposta
Thais Cunha Novembro 30, 2017 at 11:53 am

Vem pra Dubai Renata! Agora eu tô motorizada hahaha

Obrigada pelo carinho, meus textos são escritos com base nas minhas experiências pessoais. Acho que informação por informação a internet está cheia, falar um pouco do que sentimos é o que faz a diferença.

Beijo grande!!

Resposta
Carol Dezembro 16, 2017 at 8:02 pm

Bem legal seu post Thais, passei por isso recentemente, nunca havia dirigido e tirei carteira em Dubai. Apesar de ter reprovado em um dos parkings, tive a imensa sorte e surpresa de passar de primeira na prova de rua, e agora vendo seu post faz mais sentindo a surpresa da minha professora. ?

Resposta
Thais Cunha Dezembro 18, 2017 at 3:23 pm

Que bom Carol!

Ninguém precisa ter vergonha de não ter passado de primeira… acontece!Principalmente com quem já dirige há muito tempo. Parabéns pela sua carteira! A gente se esbarra no transito dia desses =)

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação