BrasileirasPeloMundo.com
Camboja Turismo Pelo Mundo

Os templos de Angkor no Camboja

Em 2015 Siem Reap foi eleita a cidade mais visitada no sudeste asiático e a segunda no mundo de acordo com o Trip Advisor. Para se ter uma ideia, em 2014 Paris recebeu 6 milhões de turistas. Siem Reap, 4 milhões.

Patrimônio da Unesco,  Angkor foi a capital do antigo império Khmer entre os séculos IX e XV.  Localizada a 5 km de distância do centro de Siem Reap. Os grandiosos templos Khmer eram construídos para serem morada dos deuses e apenas a elite religiosa e política do país tinha acesso aos recintos centrais.

Cada templo tem sua história e como são inúmeros vou listar os principais:

Angkor Wat

Foi construído pelo rei Suryavarman II, no começo do século XII. Além da capital, Angkor Wat também foi o centro político e religioso do seu império. Tinha como principal finalidade servir de tumba para o rei, mas sua importância é tão grande que o templo estampa a bandeira do pais. Único templo que foi construído desde o começo visando ser hindu e budista. Um lago de 3,6 km de comprimento contorna o complexo.

Durante o regime do Khmer Rouge (1975-1979), um quarto da população foi dizimada. Foram assassinados intelectuais, artistas, médicos, professores entre outros.

Apesar da decadência do império e do abandono dos templos durante os séculos seguintes (Angkor ficou sepultada pela selva), os monges budistas permaneceram em Angkor Wat até ser redescoberto pelos franceses.

 

É impossível não se impressionar com a grandiosidade e os detalhes deste templo. Imponente, mostra a força e o poder do império Khmer na época.

Bayon

Este é um dos meus favoritos! Templo budista, mas com elementos hindus, construído pelo rei Jayavarman no final do séc. XII e início do séc. XIII. Este templo é conhecido como Jayavarman, “Mona Lisa do sudeste da Ásia”, por conta de todas as faces serem de Budas sorridentes. São 54 torres  que cercam Bayon, cada uma com quatro faces. Cada uma tem seu significado: um sorriso para caridade, um para compaixão, um para simpatia e mais um para a paz. Afinal, para que mais precisamos sorrir?

4

Ta Prohm

Este, sem dúvida, é um dos mais famosos. Nele foi filmado Tomb Raider, com a Atriz Angelina Jolie, em 2001. Foi construído no final do século XII e início do século XIII. Com inúmeras árvores e outras vegetações crescendo entre as ruínas, parece mais uma floresta do que um templo.

 

5

Preah Khan

Do século XII, construído também pelo o rei Jayavarman VII. Assim como Ta Prohm, Preah Khan foi deixado em grande parte como foi encontrado, sendo assim praticamente dominado pela vegetação.

Ta Som

Um templo pequeno construído no final do séc. XII, pelo rei Jayavarman VII. Ele dedicou este templo a seu pai, Dharanindravarman II, que regeu o império Khmer de 1150 a 1160.

Banteay Samre

Construído no início do séc. XII, sob regime do rei Suryavarman II, também é um templo hindu. O nome Samre se refere a uma antiga tribo da Indochina muito provavelmente relacionada com os Khmers.

Banteay Srei

Do séc. X (967), foi dedicado a deusa Shiva. Banteay Srei significa “Cidadela das Mulheres” e, de acordo com a crença, os relevos neste templo são tão delicados que só poderiam ter sido esculpidos pela mão de uma mulher. Destaca-se entre os demais por ter sido feito, em sua maioria, por red sandstone, arenito vermelho, deixando-o mais vivo e mais colorido.

IMG_2566

Phom Bakheng

Foi construído no final do séc. IX, durante o reinado de Yasovarman (889-910.) Por se localizar no topo da montanha, tornou-se muito popular para se apreciar o pôr do sol pelos turistas. Templo Hindu e Budista dedicado a Shiva.

East Baray

Construído em torno de 890, durante o regime do rei Yasovarman, East Baray tem um reservatório de 1.7 km por 7.8 km. Diz uma teoria que a água era usada para irrigação, mas não há nada concreto que comprove esta função. Já outra teoria diz que o reservatório tinha somente um significado religioso, Khmer, que representava os mares que cercavam a casa dos deuses hindus.

Caso queira mais informações sobre estes e outros templos vale o acesso aqui.

Eu recomendo fazer todo o passeio pelo complexo em 2 dias. Atualmente o ingresso custa 20 dólares para 1 dia e 40 para 3 dias. Se tiver mais tempo, faça em 3! São várias as opções, como circuito tradicional, circuito menor, e por assim vai. Mas independente da sua opção, você vai ficar de queixo caído, pois esse lugar é surreal! Mas sou suspeita para falar!

Related posts

Kruger ou Pilanesberg?

Viviane Schäffner

 Lugares curiosos em Praga

Isadora Costa

Dicas de viagens perto da Cidade do México

Ana Paula Almeida

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação