BrasileirasPeloMundo.com
Portugal Turismo Pelo Mundo

Parque das Nações em Lisboa

Parque das Nações em Lisboa.

Agosto é o mês de férias em Portugal como é janeiro no Brasil e a cidade costuma estar cheia de turistas nesta época do ano. Existem alguns pontos da cidade que toda pessoa que visita Lisboa deve conhecer: a Baixa, Belém e o Parque das Nações. Vocês conhecem o Parque das Nações? Ainda não? Então vamos lá mostrar um pouquinho dessa região da cidade.

A região denominada “Parque das Nações” é uma freguesia de Lisboa e está localizada na região oriental da cidade. Para quem não conhece (e não conheceu), esta região era de estaleiros, lixeiras a céu aberto e fábricas e que foi revitalizada para a realização da Exposição Mundial dos Países, a Expo98, realizada entre os dias 22 de maio e 30 de setembro de 1998.

Expo98Lisboa1
Imagem da Expo98 a partir do teleférico. Arquivo pessoal.

O tema da exposição foi “Os oceanos: um patrimônio para o futuro” e muito do que está ainda hoje no Parque das Nações está relacionado à água e ao mar. Alguns edifícios existentes naquele espaço foram construídos para a exposição, foram mantidos e ainda hoje são utilizados. Também foram construídos muitos outros edifícios residenciais e hoje muitos lisboetas (e não só) vivem nesta freguesia da cidade.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar em Portugal

É na Gare do Oriente que funciona a estação de comboios “Oriente”. A partir daqui é possível viajar de trem/comboio para diversas regiões de Portugal (comboios Regional, InterRegional, Intercidades e Alfa Pendular) e ainda Espanha (Lusitânia Comboio Hotel de Lisboa a Madri) e França (Sud Expresso de Lisboa a Hendaye). Se tiver pouco tempo em Portugal e mesmo assim quiser conhecer a cidade do Porto, pode ir de manhã e voltar à tarde pelo Alfa Pendular. A viagem é só de 2:45 minutos e sai do centro de Lisboa, indo ao centro do Porto.

O “Pavilhão Atlântico”, hoje chamado de MEO Arena, foi construído para a Expo98 e durante a exposição era o “Pavilhão da Utopia”. É um espaço para até 20 mil espectadores e que, desde aquela época e até hoje, acolhe diversos eventos tais como torneios esportivos (futebol, atletismo, tênis de mesa, etc), congressos e principalmente shows com artistas famosos para todos os gostos como Elton John, Iron Maiden, Scorpions, Shakira, Lady Gaga, Madonna, Jennifer Lopes, etc. Os brasileiros que já passaram por aqui: Roberto Carlos, Ivete Sangalo, Caetano Veloso, Maria Gadu, Gustavo Lima e muitos outros.

O Oceanário é  uma das atrações turísticas bastante visitadas em Lisboa. Foi construído e funcionou durante a Expo98 e funciona até os dias atuais, quase todos os dias do ano, inclusive dia de Natal e Ano Novo. É o segundo maior aquário do mundo. É composto por vários aquários e existe um grande aquário central representando o “Oceano Global” com mais de 100 espécies dos quatro oceanos: Atlântico, Pacífico, Índico e Antártico.  Vale muito a pena visitar!

Leia também: como tirar o visto D7 para morar em Portugal

oceanário
Mergulhadores alimentam a moreia dentro do aquário central enquanto os visitantes observam. Arquivo pessoal.

No Parque das Nações também tem um shopping, o Centro Comercial Vasco da Gama. Por aqui os “shoppings” são chamados de “Centros Comerciais”. A finalização de sua construção se deu depois da realização da Expo. Durante a Expo98 este espaço funcionou como a entrada principal e nos últimos dias da exposição esteve sempre muito cheio. Para vocês terem uma ideia da quantidade de pessoas que passaram pela Expo98, nos últimos dias era quase impossível fazer uma ligação de celular de tão congestionadas que estavam as redes.

No Parque das Nações também funciona a Feira Internacional de Lisboa (FIL) onde, ao longo de todo o ano, são feitas várias feiras e eventos tais como a Feira Internacional de Artesanato (FIA), a  Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), o Pet Festival, destinado especificamente aos animais de estimação, e ainda feiras e exposições nas mais diversas áreas. Para quem gosta de artesanato a FIA é imperdível, pois além do excelente artesanato português, tem representantes de vários países.

O Pavilhão de Portugal é um edifício de autoria do arquiteto português Álvaro Siza Vieira e tem um grande espaço coberto como se fosse uma folha de papel apoiada em dois tijolos. No Pavilhão do Conhecimento, atualmente Pavilhão do Conhecimento Ciência Viva, acontecem vários eventos e exposições ligados à ciência. É um bom espaço tanto para adultos como para crianças. O Teatro Camões está localizado próximo ao Oceanário e, desde 2002, a gestão do espaço é da Companhia Nacional de Bailado. A CNB realiza vários espetáculos ao longo do ano e vale muito a pena para quem aprecia música e dança.

Leia também: como abrir conta bancária em Portugal

A ponte Vasco da Gama que liga o norte e o sul do país fica junto ao Parque das Nações. Sua construção teve início em 1995 e foi aberta para tráfego em 1998. É uma das mais extensas do mundo com comprimento total de 17.185m. Chama-se Vasco da Gama em comemoração aos 500 anos da chegada deste navegador português à Índia em 1498. Para quem tem um pouco mais de tempo, também pode atravessar a ponte e conhecer as Salinas do Samouco que ficam do outro lado da ponte. Vale a pena!

Caminhar junto ao rio Tejo é um dos passeios que se pode fazer no Parque das Nações e O Tejo dispensa comentários. Já dizia Alberto Caeiro (Fernando Pessoa): “O Tejo entra no mar em Portugal” e “Pelo Tejo vai-se para o mundo”. Caeiro falava do Tejo que não era o rio da aldeia dele mas, já que estamos ao pé do Tejo, aproveito os versos de Caeiro para falar do Tejo: “O rio da minha aldeia não faz pensar em nada. Quem está ao pé dele está só ao pé dele.”

Related posts

Turismo no sul da França

Júlia Lainetti

A descriminalização das drogas em Portugal

Priscila Maranhão

Como trocar a carteira de motorista em Portugal

Priscila Maranhão

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação