BrasileirasPeloMundo.com
Chile Páscoa Pelo Mundo

Páscoa no Chile

Páscoa no Chile.

Com um pouco mais de 67% de sua população composta de católicos (censo 2012), a Páscoa no Chile é bem similar à que vivemos no Brasil. Aqui, em muitos lares, se deixa de comer carne pelo menos na sexta-feira santa. Alguns dizem que é porque a carne representa o corpo de cristo crucificado, outros asseguram que é porque essa é uma época onde devemos nos abster de comer algo que realmente desejamos. Seja qual for a explicação, a verdade é que o preço dos frutos do mar sobem consideravelmente nesse período, mas estão presentes nas mesas da maior parte dos chilenos.

Aqui é bem difícil de encontrar o tradicional bacalhau que comemos em terras tupiniquins, mas o Oceano Pacífico oferece uma variedade de peixes e mariscos que não deixam ninguém passar fome nesse período. Pra quem não sabe ou não gosta de cozinhar, esse também é um dos dias que o Mercado Central mais fatura (o outro dia é o Ano Novo).

OVOpasco2jpg

Uma das coisas que me chama a atenção nesses dias sagrados para os cristãos é a programação da televisão aberta. Há alguns anos atrás, quando a tv a cabo era realidade somente de uma pequena elite, da manhã da sexta feira até a noite do domingo, não se viam programas violentos (exceto as notícias) e o que se via eram basicamente filmes e musicais de teor religioso. Hoje, com a loucura pelo Ibope (que aqui chama de rating), os canais nacionais tiveram que repensar essa estrutura e deixaram de lado o excesso.

OVOpascoa3

Apesar de amenizar o conteúdo“pecaminoso” da grade programática, principalmente na sexta e no domingo, no sábado podemos ver os programas regulares na maioria das emissoras. Ainda assim, Jesus Cristo Superstar e a Paixão de Cristo são clássicos desses dias.

cuasimodo2

Domingo aqui também aparece o “tal” coelhinho da páscoa, com ovinhos de chocolate pra alegria da garotada e dos chocólatras de plantão (culpada!) e, como no Brasil, muita gente, principalmente da nova geração, ainda não tem muita certeza do significado desses símbolos, só querem saber é de comer os ovinhos.

Geralmente se entregam em mãos mesmo, mas está crescendo essa tradição que a gente vive assistindo nos filmes norte-americanos de esconder os ovinhos pra criançada procurar, assim como a decoração de ovos de galinha para essa ocasião.

Apesar de ser a época dos ovos de chocolate, o Chile ainda está longe de se comparar ao Brasil. Enquanto lá a gente vai ao supermercado e dá de cara com um portal de ovos de todos os sabores e tamanhos, aqui o que mais se vê são bandejinhas com 25 ou 50 mini ovinhos pra se fazer pequenos pacotinhos para presentear. Faz pouco tempo que esses ovinhos passaram a ser maciços, antes eram ocos, a coisa mais sem graça do mundo. Agora chegaram os ovos maiores e a maioria é de marcas brasileiras, pra alegria dos meus conterrâneos que vivem aqui.

cuasimodo3

Mas uma coisa bem mais interessante e diferente que acontece por estes lados da cordilheira e que tem conexão com a Semana Santa, apesar de acontecer no domingo seguinte ao que se comemora a Ressureição de Cristo: é a Fiesta de Cuasimodo.

Para explicar essa manifestação religiosa, vamos aos fatos. Aqui no Chile, vários católicos levam bastante à sério a necessidade de receber a comunhão pelo menos uma vez por ano e muitas vezes estão fisicamente impedidos, seja pela idade avançada ou por alguma doença. Não se sabe exatamente em que ano foi iniciada a tradição dos sacerdotes de sair em carruagens para dar a Eucaristia aos enfermos e qualquer um de seus fiéis que não pudesse assistir às missas da Semana Santa.

cuasimodo4

Para evitar os perigos no caminho e a insegurança dos caminhos rurais, os sacerdotes iam protegidos por uma comitiva de voluntários da própria comunidade que hoje se conhecem como cuasimodistas.

Antes da procissão é feita uma missa, em lugares abertos predeterminados e preparados pela Municipalidad e por Carabineros (polícia) ou em uma das igrejas da comuna. A primeira fase dita na missa é, em latim, a seguinte: “Quasi modo géniti infantes”, que significa “como crianças recém nascidas” e das duas primeiras palavras foi que se tirou o nome deste “festejo”.

cuasimodo1

Antigamente a procissão era feita somente com cavalos e carroças. Hoje em dia os ciclistas também se integraram ao percurso. Usa-se uma roupa típica, geralmente toda branca e amarela, simbolizando as cores do Vaticano e se adornam as carroças, bicicletas e cavalos com enfeites das mesmas cores.

Mesmo pra quem é de outras religiões é bem bonito ver os cuasimodistas passando, degustando um gostoso chocolate.

Related posts

Chile – Como Cuidar da Saúde

Joy Matta

Chile – Nascer em Santiago

Joy Matta

Como tirar a carteira de motorista no Chile

Joy Matta

13 comentários

Cristiane Leme Abril 14, 2014 at 1:17 pm

Georgina, gostei muito do texto. Uma coisa que me chamou atenção foi essa procissão. Coincidentemente, o corcunda de Notre-Dame da história do Victor Hugo também se chama Quasímodo… achei interessante a associação do latim, que eu desconhecia e que tem tudo a ver, já que os portadores de necessidades especiais são mesmo como crianças, que precisam ser assistidas. Confesso que foi a primeira vez que parei pra pensar nisso. Também achei legal essa coisa meio parecida com o Brasil, de passar filmes religiosos na Semana Santa, em busca de audiência (que no Brasil a gente chama de Ibope por associar com o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística, responsável pelas pesquisas de audiência no país). E que curioso não ter bacalhau no Chile! Com bacalhau ou sem, feliz páscoa pra você! Beijos

Resposta
Joy Matta Abril 17, 2014 at 12:08 am

Eu sempre soube que o nome do corcunda de Notre-Dame se chamava Quasimodo, mas só fui descobrir o significado aqui. E mesmo sem bacalhau, este ano vai ser o primeiro ano que o filhote vai procurar ovinhos pela casa. Estou super ansiosa!! Feliz Páscoa!!

Resposta
Ana Cristina Kolb Abril 14, 2014 at 3:53 pm

Nossa Georgina amei seu texto, viajei completamente nas fotos, na descrição. Muito interessante conhecer estas tradições e os símbolos que foram adotados, a perspectiva do povo. Parabens super texto! e super feliz pascoa pra voce e pra família e agregados e muito chocolate gostosa pra vc que é chocolatra como eu! 🙂 Bjus no coração! 🙂

Resposta
Joy Matta Abril 17, 2014 at 12:13 am

Ai…. chocólatra soooofre nesta época, né??!! Ainda bem que a tentaçao é só por um período…. Boa páscoa pra vc também!!! Comer sem culpa!!

Resposta
Lucciana Santos Abril 14, 2014 at 6:41 pm

Lindo relato Georgina,incrivel comemoracao em este incrivel paisFeliz pascoa para voce e sua familia…
e feliz pascoa para essa gente tao linda de este pais tao lindo chamado CHILE!!!

Resposta
Joy Matta Abril 17, 2014 at 12:14 am

Obrigada, Lucciana!!! Que seja um dia maravilhoso esta Páscoa!!! Abraços!

Resposta
Thais Oliveira Abril 15, 2014 at 2:34 pm

Parabéns Georgina pelo texto e pela iniciativa de mostrar as pessoas um pouco da cultura de outro pais.
Feliz Pascoa para você e sua família. 🙂

Resposta
Joy Matta Abril 17, 2014 at 12:34 am

Obrigada Thais. Sempre acho interessante conhecer um pouco mais da cultura de outros países. de vez em quando é a forma de fazer me apaixonar de novo pela minha própria cultura 😉 Feliz Páscoa pra você também!

Resposta
Pri Abril 16, 2014 at 12:20 am

Geo!!!! Cada día mais sou sua fã! Parabéns pelo texto 😉

Resposta
Joy Matta Abril 17, 2014 at 12:35 am

Pri! Eu que sou sua fã!!! Sua linda!

Resposta
Francisca Mônica Porto Freire Março 15, 2015 at 11:40 pm

Era tudo que eu queria. Estou indo visitar uma sobrinha-afilhada que está morando em Santiago. Assisti em Barcelona a procissão típica que me impressionou bastante. Vim buscar no Google e encontrei você com estes registros maravilhosos. Vou chegar aí bem sabida,rs, na maior moral vou ensinar pra Claudinha e Daniel (ele é americano do norte) a cultura dos Chilenos na Semana Santa. Obrigada.

Resposta
Joy Matta Março 20, 2015 at 7:32 pm

Francisca, que bom que pude te ajudar :D. E espero que você goste de ver a procissão pessoalmente!! Abraços!

Resposta
Páscoa pelo Mundo! Abril 5, 2015 at 2:28 pm

[…] Chile – as comemorações são muito semelhantes as do Brasil, com ovos, reunião da família, não comer carne na sexta-feira santa. Mas o que difere é uma festividade que acontece uma semana depois da Páscoa, que se chama Fiesta de Cuasimodo. Vale a pena conhecer esse costume, onde os sacedortes visitam as pessoas que não puderam confessar na Semana da Pascoa pois estavam doente ou possuem idade avançada. […]

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação