BrasileirasPeloMundo.com
África do Sul Política Pelo Mundo

Presidente Jacob Zuma da África do Sul

Jacob Gedleyihlekisa Zuma, este senhor de 74 anos é o atual presidente da África do Sul, assim como do seu partido ANC – African National Congress (Congresso Nacional Africano). Este partido teve como inicial proposta, defender os direitos da população negra do país. Tendo como figura mais influente, o pacificador Nelson Mandela. Em 2009 o movimento do Congresso Nacional Africano confirmou-se como o partido dominante.

Após o fim do Apartheid em 1994, África do Sul teve o seu primeiro presidente, Nelson Mandela, que governou de 1994 a 1999. O segundo foi Thabo Mbeki que ficou de 1999 a 2008. Seu sucessor foi Kgalema Motlanthe, como presidente-interino até a eleição geral de 2009, quando Zuma tornou-se o novo presidente.

Zuma frequentou a escola por alguns anos e não recebeu nenhuma educação formal depois do primário. Ele também foi condenado a dez anos de prisão, juntamente com Mandela e outros líderes do ANC por “conspirar para derrubar o governo”. Passou anos na prisão de Robben Island na Cidade do Cabo. Também conhecido por sua poligamia, se casou 6 vezes e ate 2012 tinha vinte filhos.

Por que eu resolvi escrever sobre ele?

Nós brasileiros estamos vivendo um momento muito difícil no Brasil com a questão do Impeachement da Dilma, nervos a flor da pele com tanta corrupção e o medo do futuro.

Aqui no Brasileiras pelo mundo recebemos mensagens e comentários de muitos brasileiros pedindo dicas de como sair do Brasil. É triste, mas não adianta fugir, todo lugar tem seus problemas. O clima por aqui também está tenso e muitos sul africanos insatisfeitos.

“Quem votou nele e por que?”. Uma pergunta que sempre aparece quando algum candidato começa a criar problemas. A resposta é que o voto é sigiloso e existe escolha. Mas a culpa sempre pende para o lado mais fraco e encontramos esse tipo de resposta: “A maioria das pessoas que votaram são ignorantes, desempregados e vivem em favelas. Eles sentem medo de votar em qualquer outro partido que não o ANC, que os libertou do Apartheid e qualquer oposição é dada como racismo”.

A opinião da maioria é que ele é um homem sem preparo e capacidade para o cargo que ele ocupa há oito anos. Um homem corrupto e egoísta, que acredita estar acima da lei, perigoso para o país. Ele está destruindo tudo o que Nelson Mandela, Chris Hani, Walter Sisulo e outros heróis da luta da libertação fizeram e lutaram para conquistar.

Zuma foi acusado de estupro em 2005, porém acabou sendo absolvido. Além disso, acusações de estelionato e corrupção preenchem sua ficha. Ele ignorou ordens de pagar de volta parte dos US$16 milhões em recursos públicos gastos na reforma da sua residência. Sem contar o mau exemplo que ele é para a população, mostrando a todos que tudo bem ser casado com várias mulheres, em um país que luta fortemente contra o vírus HIV.

Mas apesar de tudo isso vimos que o Parlamento rejeitou o impeachment do presidente na primeira semana deste mês. Foram 233 votos contra e 143 a favor. A esperança é que ele renuncie, o que daria ao governo do país a chance de se recuperar de “uma crise de confiança”.

Tenho alguns amigos que sentem medo de morar na África do Sul, e gostariam de ir embora. Temem que os filhos não tenham um trabalho no futuro, temem que os negócios comecem a falir, reclamam de muitas coisas.

Mas assim como nós brasileiros estamos esperando o impeachment da Dilma, sabemos que ambos farão de tudo para não perder esta oportunidade de ganhar mais dinheiro e se manterem no poder.

Vamos então dar início as apostas. Quem sai primeiro? Dilma ou Zuma?

Related posts

Eleições americanas

Raiane Rosenthal

Western Cape e a rota dos vinhos na África do Sul

Michelle Braga

África do Sul e Sanibonani

Juliana Plácido

4 comentários

Cintia Abril 14, 2016 at 5:49 pm

Oi Thaís,

Puxa fiquei triste em saber que todo o trabalho de Mandela e outros está sendo desperdiçado. Esperemos que haja algma luz futuramente.
Cintiaa

Resposta
Thaís Helena Maio 12, 2016 at 12:15 pm

Olá Cintia, os sul-africanos tambem estão sentindo na pele esse desperdicio. Muito triste mesmo. Mas muitos estão esperançoso com uma futura mudaça. Ficamos na torcida! Abraços

Resposta
Elias Abril 18, 2016 at 6:13 pm

Eu percebo que Brasil e África do Sul tem muitas similaridades, apesar de serem países geograficamente distintos. Ambos são países com potencial econômico e lugares lindíssimos, mas tem muita pobreza (financeira e intelectual) e corrupção, além dos governos promoverem seus países por meio de grandes eventos esportivos (como a Copa do Mundo da FIFA). No caso dos presidentes de ambos os países, a diferença crucial está no apoio do parlamento: na África do Sul, a maioria é do mesmo partido do presidente (o que acaba dando mais proteção a ele), enquanto o Brasil tem um parlamento mais oposicionista (e o colapso econômico como agravante) e com possibilidades muito grandes de concretizar um impeachment da atual presidente. É uma pena que situações semelhantes estejam acontecendo na África do Sul também, pois é um país de referência para o continente. Mas imagino que em outros países africanos a corrupção seja muito pior.

Mas na questão da imprensa sul-africana, eles tem liberdade para denunciar casos de corrupção? Ou eles são mais protecionistas ao governo?

Resposta
Thaís Helena Maio 21, 2016 at 8:19 pm

Olá Elias, desculpe, ja tinha respondido o seu comentário mas não foi enviado.
Concordo plenamente com você, ambos países tem um enorme potencial de crescimento, mas tem sempre “alguem” que nao deseja que isso aconteça. E sim, ouço histórias terríveis sobre corrupção em outros países africanos, onde a ignorância também reina.
Aqui na África do Sul a imprensa tem liberdade de falar sobre a corrupção sim, alguns até com uma pitada de sarcasmo cômico. Não obstante, também temos jornais e revistas que são controlados pelo governo, os quais usam esses meios para suas propagandas. Infelizmente o outro lado também da um jeitinho de aparecer.
Até a próxima!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação