BrasileirasPeloMundo.com
Qatar

Qatar – A arte de se reinventar: de advogada a dona de casa

O ano de 2013 foi bem movimentado para mim. Cheguei a me dividir entre três empregos, organização de casamento, obra, casa nova. Confesso que, de início, não foi muito difícil  jogar tudo para o alto e vir viver em Doha num hotel maravilhoso, com piscina, jacuzzi e uma pessoa para fazer faxina todos os dias. Foram quase umas férias!

Depois da pergunta da burca, a que mais ouvi foi: “e você, vai largar tudo?”

A preocupação das pessoas era válida, afinal foram 5 anos de faculdade de direito, 1 ano de pós graduação, cursos, estágios, meu sonhado emprego como professora universitária, minha cartela de clientes, enfim, toda uma carreira que construí seria deixada de lado para seguir os sonhos dos meu recém marido.

adv

Para quem não sabe, às vésperas do meu casamento meu noivo recebeu a proposta de vir trabalhar fora. O salário e os benefícios eram convidativos, ele sempre teve o sonho de sair do Brasil e eu, não, mas depois de muita conversa (inclusive com Deus!), aceitei o desafio. Empacotamos nossas coisas novinhas, vendemos tudo e cinco dias depois da nossa cerimônia de casamento ele veio.

Thais_Thiago-516

Eu só cheguei em janeiro de 2014, deixo o motivo para outro post. Pulei num tapete mágico e vim viver minha história de amor aqui nas arábias. Não pensei muito bem que tudo que estudei no Brasil não seria muito útil por aqui. Recebo sempre no meu blog DesbravaDoha, e-mails de pessoas me perguntando se vale a pena. A resposta é algo tão pessoal que eu prefiro só contar como é para mim.

Quando saímos do hotel e viemos morar numa casa de verdade, a minha ficha caiu. Eu estava num lugar estranho, cercada de gente estranha, sem NADA pra fazer a não ser cuidar da casa e assistir séries de TV, episódio atrás de episódio. Não que seja ruim colocar as séries em dia ou que eu não tivesse bastante serviço doméstico, mas sair da vida corrida de três empregos e virar dona de casa foi um baque!

Comecei a perceber, porém, que não estava sozinha; a maioria das mulheres que andam por aqui vieram para acompanhar os seus maridos. Muitas delas (ou todas) também tinham suas carreiras. Conheci uma pessoa inspiradora que me deu todo gás para seguir adiante. Ela era jornalista, com especialização em línguas, mestrado na Inglaterra e todo tipo de experiência pelo mundo. Veio para Doha com o marido, não conseguiu encontrar emprego na área dela por questões étnicas (eles não veem asiáticos com bons olhos, ainda mais mulher); passou a se dedicar ao esporte e hoje ela é uma das educadoras físicas mais conceituadas e qualificadas do país.

Ela recomeçou do zero e, se ela conseguiu, eu também consigo! Comecei a estudar inglês, ir à academia regularmente, passei a ensinar português em casa; hoje tenho 3 alunos (já tive 5). Criei um blog, adotei um gato (ele tem até Instagram – @anguselgato); faço uns bicos de modelo e continuo a aprender coisas novas todos os dias: acabei de me matricular num curso de fotografia e de escritora de romances.

gato

Reza a lenda que muitos casamentos se desfazem aqui. Acredito que, se isso acontece, é porque não existe cumplicidade entre os cônjuges. Quem abriu mão tem que abrir o coração também para novas experiências e quem veio para realizar seu sonho deve estar apto a entender as queixas, os medos e a ansiedade de quem deixou tudo para trás.  Afinal o que é o casamento senão o eterno jogo de ser feliz fazendo o outro feliz?

A coisa mais maravilhosa que o Qatar me deu foi a oportunidade de me reinventar. E esse presente ele dá a todos que aceitam o desafio, sem distinção. Aqui podemos começar do zero, ser alguém diferente, tentar algo novo tudo sem medo de ser julgado. Então, se você me pergunta se valeu a pena eu te digo: sim, todos os dias valem a pena!

mia

Related posts

Desafios da adaptação no Qatar

Mariana Marques

Qatar – Negociando no mundo árabe

Thais Cunha

Qatar – O que tem além de Doha?

Thais Cunha

20 comentários

Bianca Setembro 20, 2015 at 4:51 am

Muito bacana Thaís. Felicidades sempre aos dois!

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:26 pm

Obrigada Bianca! Deus te abençoe =*

Resposta
Thiago Setembro 20, 2015 at 6:39 am

Fantástico! Belo texto com palavras sutis. Ainda mais pra quem acabou de chegar e aguarda o rp e a família.

Você, de longe, sempre nos colocou (eu e a família) com o pé um pouquinho aqui em Doha, mesmo quando eu ainda estava no Brasil. Saiba que esse seu novo “começo do zero” (no caso o fato de ter criado o blog) já ajudou bastante, e eu sou testemunha disso.

Muito obrigado!

Um abraço,

Thiago

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:26 pm

Thiago, fico muito emocionada quando recebo recadinhos como esse seu. Muitas vezes quando escrevo e posto no blog acho que estou falando sozinha. Saber que tem alguém do outro lado é maravilhoso, melhor ainda é saber que o blog serviu ao seu propósito que sempre foi ajudar quem estava vindo para essa terra ainda misteriosa. Eu sou quem agradece. Obrigada!! Forte abraço e eu espero que você e sua família possam encontrar a felicidade aqui no deserto assim como eu encontro todos os dias!

Resposta
Tatiana Setembro 20, 2015 at 11:46 am

Parabéns pela coragem em sair da zona de conforte e REcomeçar, Thais.
Um grande beijo e coragem na nova etapa da vida.

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:20 pm

Obrigada! E se nada der certo, a gente tenta de novo. Desistir jamais! Beijo grande!!

Resposta
Helena Setembro 20, 2015 at 1:22 pm

Oi, Thaís.
Me identifiquei mto cm seu relato… Comigo aconteceu bem parecido, mas o destino foi a Holanda.
No Brasil, era alfabetizadora então minha única opção tbm foi me reinventar.
Obrigada por dividir sua experiência!

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:18 pm

É ótimo saber que não estamos sozinhas nesse barco. Obrigada por dividir a sua, grande abraço!

Resposta
Vivi Setembro 20, 2015 at 7:35 pm

Realmente uma grande virada na sua vida, parabéns pela coragem. Aproveite a vida e seja feliz.
Ah, já estou seguindo o insta do Angus e estou amando. Felicidades!

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:16 pm

Que bom que você gostou Vivi! Ele é lindo demais né? Sou apaixonada nesse gordinho! Obrigada =*

Resposta
Édima Setembro 21, 2015 at 2:01 am

Adorei o texto. Estou prestes a embarcar em uma nova viagem em minha vida, como a sua, e já tenho certeza que vai dar tudo certo. Que você tenha uma ótima jornada no Qatar. 😉

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:15 pm

Boa sorte na sua jornada e felicidade sempre! Abraço apertado =)

Resposta
Erika Bechara Setembro 21, 2015 at 4:38 am

Adorei ,querida!!!Isso aí!Eu mesma já me reinventei várias vezes!????

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:14 pm

Sim!! Você é um exemplo, obrigada pelo carinho de sempre =*

Resposta
Bruna Pickler Setembro 21, 2015 at 7:43 am

Que linda sua história Thais! Realmente um grande desafio, que coragem a sua. Mas acredito que você possa sim, colocar em prática o que aprendeu na faculdade. Pelo menos aqui na China, existem diferentes escritórios de advocacia, de diferentes países. Realizando serviço jurídico para quem precisa linkar o país em que estamos, com o Brasil, no caso. Que belo exemplo dessa pessoa em quem você se espelhou. É através de pessoas assim, e como você, que encontramos inspiração, e nos sentimos fortes 😉 Parabéns pela coragem, e tudo de melhor! :*

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:13 pm

Oi Bruna! Aqui tem diversos escritórios, porém todos focados em business. Eu amo trabalhar com gente, ajudar os outros… sou especializada em Direitos Humanos, infelizmente aqui no mundo árabe não temos muitas portas abertas nesse campo. Mas eu não desisti do direito sei que uma hora ou outra ainda me reencontro com ele s2 Força a todas nós! Grande beijo!

Resposta
Teca Hungria Setembro 22, 2015 at 8:22 am

Parabéns Thais,
É muito legal e inspirador ler alguém que encara as oportunidades da vida com atitude positiva.
Bravo! Continue sempre feliz,
Teca

Resposta
Thais Cunha Setembro 25, 2015 at 2:09 pm

Obrigada Teca! Ser feliz é uma escolha. Beijo grande!

Resposta
Bruna Ponzoni Outubro 15, 2015 at 1:45 pm

Oi Thais mesmo sem nunca ter ido a Doha já a conheço pelos seus posts… Como a vida se cruza em momentos inesperados… Quase minha vida é uma cópia da sua rsrs sou formada em Direito amo a aérea tenho minha profissão minha carreira que tanto amo… E meu marido 30 dias depois do casamento foi para Doha e tb por outros motivos ainda estou no Brasil. Ele já está no Qatar há 5 meses e agora me preparo física e emocionalmente para a mudança. E sim o que fazer? Me pergunto isso a todo momento… Obrigada pelo depoimento e espero encontrar a coragem que preciso para me reinventar.

Amo seu blog

Um beijo

Bruna

Resposta
Thais Cunha Outubro 23, 2015 at 7:06 am

Quando você vier vamos ter muito assunto pra conversar! hahaha

É difícil, se eu disser que não sinto saudade estaria mentindo! Mas se vocês estiver disposta a viver uma aventura pode vir! =)

Obrigada pelo carinho, estou aqui para o que precisar. Beijo!!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação