BrasileirasPeloMundo.com
Culinária Pelo Mundo Holanda

Refeições Cotidianas na Holanda

Falar sobre alimentos e refeições é falar sobre a história, cultura e geografia mas, sobretudo, é apresentar a maneira como um povo interaje com o seu e com universos alheios.  Por esse motivo, os alimentos são também fortemente associados ao sentimento de identidade.

Para ficar mais claro, basta pensar nas visitas de Estado entre as nações, onde muitas vezes o governo anfitrião opta por servir um prato típico. Ou seja, uma forma de reafirmar sua soberania e identidade. A importância de  entender como cada povo se alimenta pode evitar situações extremas de conflito, como a que aconteceu aqui na Holanda no começo de 2016. Mas, volto a esse tópico logo mais.

Assim, desconsiderando as preferências pessoais de cada um e generalizando bastante, como podemos descrever as principais refeições cotidianas dos holandeses hoje ?

  • Café da manhã :

Muito comum de se encontar no café da manhã holandês é pão ou torrada (beschuit) com manteiga e hagelslag . Hagelslag é o equivalente ao nosso chocolate granulado. Contagem de calorias chegando a mil em uma única mordida, não é mesmo ? E não para por aí. Muito popular também é a pasta de amendoim e uma grande variedade de queijos. Chá , café e chocolate quente para completar.

hagelslag

Fonte : www.me-to-we.nl

Almoço :

  • Super prático, o almoço holandês é essencialmente composto por pães (olha o hagelslag aí novamente, gente!) ou sopa. As sopas mais populares são de ervilha, tomate e champignon. Beber leite ou chá no almoço também é uma prática. Ah e não é hábito levar marmita para o trabalho, como mencionado, leva-se pão ou um saquinho de sopa.

    Como escrevi em um artigo anterior, a principal caracerística dos holandeses na hora de se alimentar é a frugalidade (uma das heranças do protestantismo). E foi justamente essa característica que desencadeou a crise interna acima mencionada e que, por pouco, não chegou a níveis internacionais.

    Como aqueles que acompanham as notícias mundiais devem saber, recentemente a Europa recebeu um contigente imenso de refugiados vindos de países em guerra. A Holanda, a exemplo de muitos outros países, também acolheu centenas e centenas de pessoas. Antigas construções foram reformadas e novas foram construídas para receber aqueles que obtiveram refúgio. Inúmeros voluntários se prontificaram a ajudar a acolher os novos moradores. Passado algum tempo, a imprensa foi contatada com a informação de que os recém-chegados não estavam sendo tratados de forma adequada. Envia-se uma repórter, ao vivo, ao ponto de acolhimento do qual a denúncia partiu. Os entrevistados alegaram alimentação inadequada e insuficiente, principalmente para idosos e crianças. A repórter então perguntou o que era servido nas refeições e a resposta foi: “ pão, manteiga, hagelslag , queijo, leite, café, etc no café da manhã, e no almoço também pão!!! Só se tem uma refeição quente por dia!”.  A repórter espantada então diz : “Mas é isso o que nós comemos também!”. Resposta: “Mas, nós não! Não é possível ficar desse jeito”. E seguiu-se então uma espécie de debate, no qual a repórter tentava explicar como são as refeições na Holanda, etc e os entrevistados questionavam essa maneira de se alimentar.

    A notícia repercutiu, tomou corpo; um lado alegava displicência e “maus-tratos”, o outro alegava incompreensão e falta de reconhecimento pela ajuda recebida. Situação delicada, mas que exemplifica como a alimentação reflete o modo de vida de um povo e porque ter conhecimento da cultura e, consequentemente, da forma de se alimentar do outro é fundamental para evitar impactos culturais com sérias consequências políticas e sociais como esta.

    Mas, prosseguindo com as refeições cotidianas, e  entre o almoço e o jantar, o que se come por aqui ?

  • Lanche :
  • Mais uma vez esqueça aquela mesa de lanche da vovó cheia de bolos e gulodices. A maior parte das pessoas limita-se a comer um cookie acompanhado por uma xícara de chá ou café.

  • Jantar :
  • O jantar é a refeição quente e mais substancial do dia. No geral come-se cedo , o jantar é servido entre 17:30 e 18:30 . A maioria das pessoas aproveita os legumes e verduras da estação. Uma típica refeição de jantar holandesa não tem muita variedade, mas geralmente é uma refeição “forte”, principalmente no inverno. Um exemplo típico de prato holandês é o stamppot, que são batatas cozidas amassadas com endívia e salsichão. Importante esclarecer que existem outras variações desse prato.

    O fato é que a Holanda nunca foi conhecida pelo sabor e variedade de seus pratos, aliás, muito pelo contrário. A fama da cozinha holandesa desde séculos passados é de ser pouco imaginativa e insípida. Clima adverso, geografia e pobreza deixavam pouco espaço para variedade na mesa dos holandeses (os nobres tinham quantidade, mas continuavam também sem variedade). Nas últimas décadas, entretanto, com a chegada de pessoas dos mais diferentes países e continentes, houve a introdução de novos produtos e condimentos, principalmente de origem asiática e do Oriente Médio.

Quer conhecer um pouco das  gulodicesandesas? Clique aqui

Related posts

5 dicas antes de mudar para Holanda

Melissa Alfeu

Ano Novo na Holanda

Fernanda Campestrini

A culinária espanhola na Catalunha

Clara Nascimento Silva

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação