Relacionamento com estrangeiros: histórias e dicas das nossas colunistas

28
13096
Fonte: pixabay
Advertisement

Todos os dias nossas colunistas recebem em seus textos perguntas sobre relacionamento com estrangeiros, sobretudo de mulheres brasileiras interessadas em começar um relacionamento com alguém fora do Brasil ou de pessoas que já estão num relacionamento com alguém no exterior. Por vezes notamos a inexperiência e inocência de muitas dessas pessoas em relação ao que um relacionamento online pode significar em termos de risco para si próprias e sua segurança; portanto, reunimos nossas colunistas para contar suas experiências a respeito e dar dicas a você que está em busca de um amor atrás da tela do computador.

O importante é ter a consciência de que as pessoas que conhecemos virtualmente podem não ser as mesmas quando a realidade toma forma. Não sou contra iniciar um relacionamento pela net, mas acho que é necessário tomar muito cuidado na hora em que o virtual vira real. Infelizmente conheço menos casos de final feliz e mais histórias tristes. Uma conhecida minha teve que fugir, com medo de ser morta pelo marido, e outra está aqui, sem emprego e solitária, sem poder voltar para o Brasil por causa do bebê. Neste caso o pai pediu a guarda da criança na justiça e o juiz decidiu dar guarda compartilhada, ou seja, ela só pode sair do país com a criança se o pai autorizar e ele não autoriza. Esses casos não são raros; busque conhecer muito bem o seu parceiro, a distância nos torna alvos muito fáceis de mentiras.” – Maila-Kaarina, Finlândia

Caso você esteja se relacionando com um estrangeiro, é essencial se informar sobre a cultura do país dele. Como as mulheres são tratadas? É um país machista? Qual o perfil das mulheres que vivem lá? Tudo isso é importante, pois existe a possibilidade de você não se adaptar ou ter um choque quando entrar em contato com a realidade. Faça muitas e muitas perguntas e observe as respostas. Como é a reação dele quando você pergunta sobre família, amigos, trabalho, etc? Ele responde com detalhes ou evita responder? As respostas são coerentes ou contraditórias? Pode parecer bobagem mas esses detalhes dão pistas valiosas sobre os valores e comportamento das pessoas. Se vocês não falam nenhum idioma em comum fica difícil estabelecer um relacionamento com bases mais sólidas, afinal trocar ideias, falar de sentimentos, estabelecer limites, tudo isso demanda uma linguagem além do tradutor do Google e da mímica. Enviar fotos sensuais ou deixar-se filmar em situações íntimas é um tanto quanto arriscado; lembre-se de que o relacionamento pode não ir adiante e depois por um motivo ou outro ter essas imagens divulgadas no mundo virtual pode trazer consequências desagradáveis em sua vida. Por mais que você esteja apaixonada, é importante manter os pés no chão.” – Cintia, Holanda

Os relacionamentos online realmente existem. Eles mexem muito com nossas emoções, nos afetam fisicamente e incidem diretamente nos nossos dias. Se você está vivendo ou já viveu isto, saberá que tudo o que acontece é bem real, mas há certos cuidados que devem ser tomados. O primeiro é ir sempre com calma. Desconfie dos relacionamentos que acontecem muito rápido. Todo e qualquer relacionamento precisa de tempo e espaço. As emoções devem andar sempre de mãos dadas com a razão. A intuição conta muito neste momento. Mantenha sempre seus pés no chão e vá analisando. O segundo ponto é saber que alguém bem intencionado jamais vai lhe pedir, insistir, pressionar para fazer algo que você não quer ou considera invasivo. Tenha sempre o devido cuidado de não expor seu corpo, porque isto pode trazer sérias consequências (principalmente morais) à sua vida. E último conselho, deixe que ele saia da zona de conforto e vá até você no primeiro encontro. Marquem de se encontrar em um lugar público e evite ficar sozinha em sua companhia neste dia. Avalie o que você sente estando perto desta pessoa. Se você considera que sentem o mesmo, chegará o momento para tudo. Não tenha pressa. As coisas fluem melhor quando estamos seguros do que queremos e do que sentimos.” – Fernanda, Espanha

O amor é lindo mas não deveria ser cego porque as consequências podem ser graves. Acompanho alguns casos de mulheres que deixam tudo para trás para viver um grande amor e acabam sofrendo todo tipo de abuso e problemas, desde roubo de pertences, dinheiro e documentos até violência física, psicológica e sexual. Muitas ficam com vergonha de contar o que lhes acontece para a família e amigos do Brasil, outras têm medo de perder a guarda dos filhos ou o dinheiro que lhe restou. O amor online não é sempre um vilão, mas deve ser uma decisão bem pensada e planejada, de forma a nunca ser totalmente dependente de outra pessoa, o que acaba sendo um conselho para qualquer tipo de relacionamento, na realidade.” – Joy, Chile

Já tive relacionamentos que começaram online. Acho uma alternativa super válida e tenho uma visão muito positiva sobre isso. É uma mão na roda, principalmente aqui na Irlanda, onde os irlandeses são mais timídos e, por isso mesmo, fica muito mais fácil pra eles e, para nós, dar o primeiro passo por trás de uma tela. Acredito que os principais cuidados que se deve ter é checar tudo antes do encontro: pedir várias fotos em situações diferentes, conversar também pelo Skype para ver se o rosto casa com a foto e pelo telefone e nunca marcar um encontro após uma única conversa. Peça informações sobre onde trabalha, onde mora, sobre a família. Converse em horários diferenciados, e tanto durante a semana quanto nos finais de semana – dica para detectar casados! Marque o encontro em local público, avise a alguém para onde está indo, mantenha-se o mais sóbria possível e volte para casa sozinha no primeiro encontro e no seu próprio transporte – não aceite carona. Se o encontro envolver ir para outro país, mais cuidado ainda: peça endereço completo, telefone de casa e do trabalho, e verifique tudo no Google – use o Google para ver imagem da rua citada, para ver se tem casas ou apartamentos mesmo lá, e dê uma busca na empresa dele para ver se o telefone bate. Peça para ver o passaporte ou outro documento de identificação via câmera também. E JAMAIS viaje sem ter em mãos a sua passagem de volta para o Brasil. Saiba, de cor, como ir do ponto de encontro até o centro da cidade, e o telefone de emergência da Embaixada Brasileira e da polícia local.” – Luciana, Irlanda

Em Cingapura, conheci alguns homens online. Poucos cheguei a conhecer pessoalmente e digo que alguns deles se tornaram bons amigos; outros, espero não mais encontrar pela frente, e assim eu descobri que há pessoas muito ruins nesse mundo. Acredito que todo tipo de relacionamento é válido, desde que seja saudável. Se já é perigo estar com alguém que você conhece e convive lado a lado, imagina alguém que você só conhece através de mensagens e webcam.” – Juliana Cristine, Cingapura

—-

Leia mais textos sobre Relacionamentos Online

Conheça a página de Psicólogas Pelo Mundo, do BPM!

28 Comentários

  1. Eu me relacionando com um angolano.No facebook dele Ele se indentificar como Agostinho Eduardo Eduardo.conversamos muito.Ele fala quer é militar quando peço uma foto fardado disse quer ñ é permitido tirar foto.vejo na foto que é evangelico parece ñ beber alcool e ele ja me disse que ñ bebi ñ fuma vir umas foto dele mais antiga com uma mulher perguntei quem é me disse quer é a es.falei com ele quer aki ñ é normal um casal separar e continuar com fotos intimas do casal ele fala que vai apagar e nunca apaga.nunca fala muito sobre a vida dele ñ usa camara é mais escrita e fotos e são poucas fotos.Queria saber mais sobre esse homem como faço.desde ja agadeço vcs.Eu ñ tenho intenção de ir para um lugar desnconhecido ele fala quer vem para nos casar.

    • Reinalda, acho estranho que ele não ‘possa’ tirar fotos fardado se é militar. Parece-me mais uma desculpa para não mandar a foto que você pediu.
      Queria apenas lhe dizer que não trate esse relacionamento como sério até que vocês se conheçam pessoalmente e que sintam e vejam que dá pé. Lembre-se de que Angola, assim como alguns países árabes e a Índia possui altos índices de pobreza e desigualdade e uma das formas de tentar escapar da realidade é conseguir um visto para outro país estrangeiro através de casamento.

      Infelizmente não conheço sobre o sistema em Angola e não sei lhe dizer ou indicar um método específico que funcione nesse país para que você descubra quem é a pessoa com quem você conversa. Uma dica que lhe dou é digitar o e-mail e nome dele no Google para ver o que dá. Se for scammer, provavelmente estará em alguma página da rede. Não acredite em promessas feitas pelo computador.

      Cuide-se bem, boa sorte!

      • Oi meu nome é Elenilde e eu tô conhecendo um egípcio ele é muito lindo no começo achei que não era ele pelo fato de ser tão lindo até ele me liga por chamada de vídeo E ele mesmo agente conversa muito e ele já me contou metade de sua vida sobre sua família eu até já vi sua mãe mais eu não tô totalmente segura ele parece ter uma citação financeira estável tem um caro tem um loja em fim ele é muito legal ele falou que vem para o Brasil me conhecer e eu topei mais uma vamos marcar em um lugar público me dá um concelho do que devo fazer ou se eu estou indo muito rápido sei La eu tô confusa

        • Olá. Repetirei o que já foi dito em outros comentários: eu me abstenho de dar conselhos, a vida é de cada um.
          Se o cara quer vir pro Brasil te conhecer, deixe ele vir. Só se previna e evite ter muita expectativa. Árabes também são bons de lábia, assim como os indianos e paquistaneses, e certamente ele te conquistou com a lábia mole cheia de palavras doces que algumas mulheres gostam de ouvir. Às vezes tudo o que ele quer é sexo. Também pode ser que seja diferente, mas enfim, não tenho elementos para julgar.
          Se quiser viver essa aventura, viva, mas sem muita expectativa de que realmente será sério ou terminará em casamento. Quanto menos expectativa, menos frustração e mais chance de você enxergar a experiência de uma forma positiva.
          Abraços e boa sorte.

  2. Bom dia, conheci um alemão a um ano atrás, conversamos um longo tempo, depois tirei férias em julho fiz uma viagem, quando voltei ele não entrava mais no wattssap sumiu por um longo tempo.Quando foi em janeiro desde ano 2018, voltamos a nos relacionamentos via Skype, aí falo com ele em vídeo conferência, mas chega na sexta feira ele não aparece no sábado me chama as 3 da manhã no Brasil às 8 em Frankfurt, sei onde ele trabalha, tenho o site dele no LinkedIn, ele quer que eu vá encontrá-lo em agosto, vai comprar as passagens mas estou bem insegura quanto a ele sumir nos finais de semana será que ele tem um compromisso com alguém, mas como pode se ele quer que eu vá a erlangrn para ficar por um mês lá? Gostaria de um conselho!!

    • Lílian, você chegou a ler outros textos aqui no site falando sobre relacionamento com estrangeiros? Aconselho que os procure e leia.
      Não sei se você sabe mas o Brasil está 5 h à frente do horário de Frankfurt. Uma dica para evitar ser importunada por mensagens inconvenientes fora do horário é deixar o celular a uma distância segura da cama e silenciar as notificações do Skype e dos demais aplicativos de mensagens instantâneas.
      Se eu pudesse dar um conselho, diria a você para ouvir sua intuição. Se acha que tem algo errado, não venha. Pra começar, é um risco muito grande que você assume ao deixar que um estranho pague suas passagens para um país onde você nunca esteve. Não sei se você fala alemão mas pense nos riscos e contabilize se valerá a pena ir, ou não. Faça contato com brasileiros na área onde ele mora. Pergunte a ele se um amigo próximo ou familiares dele podem te adicionar como contato nas redes sociais para te transmitir segurança. Procure pelo nome dele na Internet para ver se aparece algo estranho. Se por ventura aceitar que ele pague as passagens, faça questão de ter cópia da passagem de ida e de volta emitidas no seu nome, leve dinheiro suficiente para a estadia e emergências; peça o endereço completo de onde vai ficar e deixe o nome dele, telefone e endereço completo com alguém da sua confiança no Brasil. Avise as pessoas próximas (amigos e familiares) sobre a viagem, informando data de ida e volta e o lugar onde irá ficar. Faça cópias autenticadas do seu passaporte e guarde-as em lugar seguro. Jamais entregue seu passaporte a ninguém. Ao chegar no seu destino, use o telefone dele para avisar alguém no Brasil sobre a sua chegada, e mantenha contato com seus amigos próximos e familiares através das redes sociais.

      Sei que a tentação de aceitar as passagens é grande, sobretudo se nunca tiver saído do Brasil, então se aceitar, tome as devidas precauções. Tenha no seu celular o telefone da embaixada do Brasil na Alemanha e do consulado brasileiro em Frankfurt: +49 69 92074213. Evite a todo custo vir dependendo economicamente dele para bancar a sua estadia, pois se algo der errado, será mais fácil você tendo dinheiro e algum contato nas proximidades de onde irá se hospedar.

      Abra-se com ele sobre a sua insegurança quanto aos sumiços. Infelizmente pode ser, sim, que ele tenha um compromisso e esteja apenas passando um tempo conversando com você, assim como pode perfeitamente ser que ele é super ocupado no trabalho e use os fins de semana para descansar a cabeça – os alemães são muito sérios nesse assunto de trabalho e conheço muitos que evitam ficar nas redes sociais.

      Tome as devidas precauções e seja feliz. Boa sorte!

  3. Oi Cristiane parabens pelo texto, bastante informativo.

    Conheci um inglês no Rio de Janeiro em Março e a partir daí decidi fazer um intercambio de um mês em Londres e visita lo.
    Ele ofereceu dinheiro para pagar minha passagem e disse q eu poderia ficar na casa dele. Não aceitei.
    Ele parece estar falando a verdade, eu apenas, pedi que ele me buscasse no aeroporto e levasse até a minha acomodacao, ele concordou.

    Você sabe como é a Inglaterra? Como são os ingleses? Quais conselhos você poderia me dar?
    Obrigada.

    • Oi Ana.
      Gosto muito da Inglaterra e consideraria morar no Reino Unido se fosse o caso, acho muito parecido com a Dinamarca, onde moro, em vários aspectos.
      Os ingleses que eu conheço são tímidos em sua maioria. São educados e gentis de forma geral, mas há exceções como em toda cultura. Já aconteceu comigo de ser abordada por um estranho no aeroporto de Heathrow que, mesmo depois de eu dizer que era casada, insistiu nas investidas. Até aí, algumas pessoas podem ser mesmo inconvenientes, independentement de sua nacionalidade…

      Nunca me relacionei amorosamente com ingleses, apenas paquerei alguns, e achei eles um tanto peculiares, mas o melhor mesmo é você ir (tomando as precauções que você está tomando, claro) e descobrir por si própria se esse é um relacionamento que tem futuro ou se é apenas um romance passageiro. Eu me abstenho de dar conselhos, pois acredito que a vida acontece e não há receita para a felicidade.

      Desejo que a experiência seja proveitosa!

      Abraços e continue nos acompanhando!

  4. Olá! Moro em Rondônia e conheci um cubano que mora em São Paulo…itapecerica da Serra.
    Ele é muito sincero comigo…ele trabalha em um salao de beleza..sempre mim manda fotos do que ele está fazendo….ele procura uma vida melhor no Brasil..em Cuba tudo é muito difícil. ..o salário não chega a 100 reais, ele é muito estudado e inteligente.
    Mim apaixonei por ele e ele por mim…a distância é que atrapalha.
    Ele não tem nada ainda. Nem um celular ele não tem. Conversa comigo no computador do chefe dele. Eu vi muita sinceridade nele….
    Só mim preocupo por que ele tem um filho em Cuba e disse que quando melhorar de vida vai buscar o filho.
    Eu estou completamente apaixonada por ele….ele mim trata com muito respeito e mim conta tudo o que acontece no dia a dia dele.
    Ele disse que qusando puder vai vir mim ver.
    Gostaria de um conselho.

    • Que conselho você quer, Valdirene?
      Eu evito dar conselhos. Somente você é quem pode saber se essa é uma relação em que vale a pena investir ou não.
      A distância atrapalha e o que acontece nessas de amor à distância é que a gente se apaixona na verdade por uma ideia e não por uma pessoa. Como é que é isso de se apaixonar por uma ideia? É assim: a gente na verdade gosta não da pessoa em si, mas sim de como ela faz a gente se sentir. Porém pessoas são de carne e osso, têm sangue, têm defeitos e qualidades, tem diversos lados que por uma conversa de computador fica difícil conhecer e nessas de se apaixonar pela ideia você pode estar deixando de conhecer a pessoa. Nós somos seres individualistas por natureza e é natural que pensemos primeiro na gente e no nosso próprio bem estar. Isso é até uma questão de sobrevivência. Por outro lado, lembre-se que embora a fantasia e a ideia sejam bonitas,quanto de verdade você sabe sobre ele? Tem gente com quem dá para conviver por anos e a pessoa viver de mentiras. É muito difícil tomar partido ou dizer o que é certo ou o que vale. Só você é que pode decidir.

      Uma coisa que também é muito comum nesse tipo de relação, além de que a gente se apaixona por uma ideia, é a carência que nos deixa vulneráveis e presas fáceis de qualquer demonstração de interesse ou afeto. Somos também seres sociais e precisamos disso, porém no mundo de hoje estamos cada vez mais pensando no eu e menos no nós. Isso explica a atual onda de solidão e depressão no mundo. Tome cuidado e reflita: será que você está tão carente a ponto de aceitar qualquer negócio? Será que vocês têm chances de tornar o virtual em real, de verdade?

      Converse sempre abertamente com ele sobre seus medos e apreensões e veja se vale a pena continuar investindo nesse romance à distância.
      Boa sorte.

  5. Conheci um rapaz Internet Portugal faro seria legal se existisse um lugar onde brasileiras em outros países pudessem nos ajudar indo até o trabalho da pessoa sem ela saber e na casa seria muito bom

  6. Olá Cristiane, tudo bem ?
    Estou vivendo algo muito interessante com um americano. Algo muito bonito mesmo.
    Esses dias me peguei pensando em segurança…mas acho que não tenho com o que me preocupar…
    Ele vem me visitar em breve ! Já comprou a passagem e vamos encontrar um casal de amigos dele que são brasileiros também.
    Acho que se fosse algo “inseguro” ele tentaria me fazer ir primeiro ou algo do tipo, mas não, ele quem virá. Tenho no face, sei que ele já esteve no Brasil, que é solteiro e que tem amigos aqui…acho que posso ficar tranquila né?
    O que você acha pela sua experiência?

    • Acho que o melhor é esperar que ele venha e daí ver o que acontece.
      Não dá pra saber a 100% se é seguro ou não. Mas já que ele comprou a passagem e disse que vem, veja o que acontece. Lembre-se de manter as expectativas baixas para evitar frustrações, ter o pé no chão e aproveitar cada minuto 🙂
      Boa sorte e tomara que dê tudo certo!

  7. Ola meu nome e glenny e conheci um francês que estem argelia a trabalho ele me disse que e engenheiro de carbonetos
    Disse que nao tem filhos e a namorada faleceu ha 5 anos e que desde entao nao conseguiu se envolver com mas ninguém
    Disse que viu minha foto no face e que gostou de mim… com um mes teclando me pediu em namoro sendo que desde de dezembro o ignorava e comecamos a conversar em fevereiro ranto ele insistir… disse que os pais ja morreram e que tem dois irmaos que moram em marselha mandou fotos dos dois irmaos e sempre que eu peco ele me manda foto e conversamos quase todos os dias pela webcam ele usa tradutor e me escreve em português e eu escrevo pra ele em português nos falamos quase todos os dias ja viu minha mae e meus filhos disse que quer casar comigo e quer assumir meus filhos e que vem em agosto no brasil tirar nosso passaporte e que nao e pra eu me preocupar com nada que ele vai pagar tudo e quer casar comigo na franca pra eu poder ter a cidadania de la
    Ele me liga varias vrzes ao dia e a noite também e quando e de madrugada e vejo ele online eu ligo e ele atende as vezes escreve que esta ocupado e depois retorna
    Quando ele esta trabalhando so vejo ele em um escritorio
    Ou a noite ja deitado
    O que eu faco …minhas amigas acham estranho ele querer casar comigo e ele me disse que a namorada dele que ja faleceu conheceu assim como esta me conhecendo e que vai passar dois meses aqui no Brasil comigo.. eu disse que nao sei a lingua dele e ele disse que nao tem problema o que fazer … e ele nao me da o numero do telefone por que e da empresa que ele usa e e privativo
    E disse quando ele vier ao brasil vai me dar um numero para contato.

    • Desculpa eu te desanimar mas essa história é típica de scammers ou golpistas, pra falar uma linguagem mais fácil. Há muitas quadrilhas que usam esse mesmo modus operandi: o cara diz que é empresário, engenheiro ou que tem qualquer profissão considerada de sucesso, diz que é viúvo ou que perdeu a namorada, promete que virá, nunca dá um número de telefone, liga de lugares estranhos… Todo cuidado é pouco.
      Insista para adicionar no Facebook alguns amigos próximos, como o melhor amigo dele por exemplo, ou familiares dele e veja como ele reage. Se ele inventar uma desculpa, pode aplicar o Selo Bino de cilada e correr! Normalmente homens desse tipo se aproveitam da carência feminina, já que costumam sempre falar o que as mulheres querem ouvir, e quando já conseguiram conquistar a mulher começam a pedir dinheiro e aí é que o golpe começa. Há até os que se casam para conseguir visto. Recentemente estive em contato com uma brasileira que se casou com um haitiano. Ela estava apaixonada e ele propôs de se mudarem para a França, onde ele pediria asilo como refugiado. Ela acreditou nele e agora está vivendo uma situação de assédio moral e psicológico por parte dele. Tome cuidado e boa sorte.

  8. eu conheci alguém na internet ele esta em Londres nos comunicamos todos os dias ele sempre manda as fotos ele trabalha na companhia petrolífera shell, me falou um pouco da vida dele e da família dele, ele diz que fará de tudo para vir ao meu pais me conhecer, será que dá para acreditar em um relacionamento virtual?

  9. Oi meu nome é Elenilde e eu tô conhecendo um egípcio ele é muito lindo no começo achei que não era ele pelo fato de ser tão lindo até ele me liga por chamada de vídeo E ele mesmo agente conversa muito e ele já me contou metade de sua vida sobre sua família eu até já vi sua mãe mais eu não tô totalmente segura ele parece ter uma cituacão financeira estável tem um caro tem um loja em fim ele é muito legal ele falou que vem para o Brasil me conhecer e eu topei mais uma vamos marcar em um lugar público me dá um concelho do que devo fazer ou se eu estou indo muito rápido sei La eu tô confusa

  10. Boa tarde…estou me relacionando com um rapaz americano. Bem…disse que é Engenheiro e vira ao Brasil. Mas enviou o email de um agente para que eu envie uma solicitação sobre ele. Tipo…uma carta para esse agente dizendo sobre reserva de passagem.Este procedimento é normal?

    • Ana Claudia, tem certeza de que ele é estadunidense? Essa história me parece scam: engenheiro dos EUA.
      E que agente é esse? Normalmente o que se pede nesses casos é carta convite, ou seja, um e-mail dizendo que você está convidando a pessoa a passar um período no Brasil. Entretanto preciso lhe dizer que me soa muito estranho um engenheiro estadunidense pedir isso, pois teoricamente, seria fácil para ele conseguir o visto para o Brasil sem precisar de carta convite. Tome cuidado. Você já o viu pela cam? Já falou com ele pelo Skype? Eu não mandaria carta convite nenhuma sem antes ver a pessoa. Leia o que eu recomendo em outros comentários também.
      Boa sorte.

  11. Oi tudo bem conheci um coronel na internet ele é americano e está no Paquistão somos bons amigos mais ultimamente mim pediu meus documentos para enviar algo para mim ainda não mandei não mim sinto segura o que vc mim diz???

    • Querida, você está sendo vítima de um golpe chamado scam. Normalmente são grupos/quadrilhas de nigerianos que mantêm essas redes. Eles usam perfis falsos com fotos de homens brancos e geralmente dizem ser militares de alta patente morando em lugares onde há conflito ou guerra. Ele vai dizer que precisa receber ou guardar um pacote valioso e que você deverá receber o tal pacote. Daí vai entrar alguém em contato dizendo ser da alfândega e vai te pedir pra pagar uma quantia em dinheiro alta pra liberar o tal pacote. É tudo mentira. Não tem general e muito menos pacote. Saia correndo e corte contato com ele imediatamente.

  12. ola conheci um holandês ele muito gentil e me trata super bem , falou que vem em abril me ver nas ferias dele, sempre me fala sobre ele e sobre sua familia me adicionou logo no instagram e tenho ele no face tambem, me pediu em namoro depois de umas 3 semanas conversando comigo, oque vc acha?

  13. Olá!
    Conheci pela internet um coreano de 48 anos que vive a 30 anos em Woshigton.. Divorciado e pai de 4 filhos que vive com a mãe.. Cerca de três semanas estamos todos os dias no Skype.. ele mencionou que poderia me conhecer no ano que vem que precisaria economizar para isso.. Comprou um boné e uma camiseta de basebol chegou essa semana aqui em casa! Nossas conversas flui muito bem e estou a ter um carinho especial por ele! Não sei se estamos indo rápido de mais?

    • Oi Danielli. Não sei qual a sua idade nem a sua expectativa sobre esse relacionamento, por isso prefiro me abster de dar palpite sobre estar indo rápido demais ou não. Eu particularmente teria cuidado dobrado pelo fato de ele ser divorciado, ter 4 filhos e morar com a mãe nessa idade… Mas enfim, cada um sabe do seu e longe de mim querer jogar areia nos planos dos outros. Como não sei da sua história e menos ainda da dele, nem dá para dizer se acho isso ou aquilo. Vocês têm de se entender e se aceitar um ao outro como são, se é que realmente querem ficar juntos. Porém o mais importante é você já ser feliz e independente por si, pois essa coisa de esperar ‘a pessoa certa’ que o amor romântico ensina pra gente é na verdade um barco furado. A gente tem de ser plena para poder deixar outra pessoa entrar na nossa vida, não para nos preencher e sim, para somar forças.

      No amor não existe ‘rápido demais’: as coisas acontecem. O que tem que ser, simplesmente é, assim como o que não tem que ser não é, por mais que a gente insista. Só quem pode saber se é ou não é são vocês dois.

      O que posso lhe dizer é para ficar bem atenta, evitar se empolgar demais, tentar ter os pés no chão e ser realista, saber bem o que você espera de um relacionamento, verbalizar isso pra ele e confiar na sua intuição.
      Boa sorte pra vocês!

  14. Olá, eu fiz uma viagem a passeio começo deste ano para a Holanda e vai um app, conheci um Holandês. Com 24 h ele me pediu para encontra-lo lá, mas eu recusei por medo, pois algo que me dá pavor é o tráfico de mulheres apesar de não ser uma mulher exuberante.
    Começamos a nos relacionar via WhatsApp desde então e uma vez ele me enviou dinheiro! Foi uma das coisas mais estranhas qdissi. Na ocasião, ele me ofereceu um valor mais alto para que eu comprasse uma passagem e fosse passar una dias com ele mas eu novamente recusei mas aceitei o valor que ele enviou primeiramente! Após isso ele ficou 2 meses me ignorando (acho que ficou chateado com minha recusa além do fato de estarmos muito longe, ele sempre diz que a distância irrita ele), e após muita insistência minha, ele voltou a falar comigo.
    Pediu muitas desculpas pela ausência e continuamos de onde paramos! ele jamais me prometeu namoro ou casamento (apenas uma vez, quando ele tinha bebido bastante e fez uma video chamada, ele falou algo sobre morar com ele).
    Estamos planejando uma viagem para conhecer ele pessoalmente e passar uns dias com ele! A minha dúvida é: meu pai tem certo medo, assim como eu, ele teme o tráfico. Apesar de atualmente, eu não acredite que ele faça parte disso (afinal ele relata, com fotos até, o dia a dia dele, fazemos video chamadas ocasionais, o dinheiro enviado sem nada em troca, ele está fichado em uma empresa, ele tira fotos no trabalho) mas existe um medo que não sei explicar qual é. O que você poderia me dizer disso
    Obs.: Hoje mesmo falei deste post pra minha família, as dicas (sim, eu farei todas as que vi aqui, mesmo confiando nele, é sempre bom ter cuidado).

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.