BrasileirasPeloMundo.com
França Sistemas de Saúde Pelo Mundo

Sistema de saúde francês

Sistema de saúde francês.

Entender o funcionamento do sistema de saúde de outros países não é fácil. Porém, quando você decide morar no exterior é muito importante conhecer quais são as regras do país em que você vai se instalar e o que fazer caso precise ir ao médico ou realizar algum exame. Sendo assim, no texto de hoje vou tentar descrever de uma forma simples e prática como funciona o sistema de saúde francês para o cidadão francês e para o imigrante legal residente na França.

Antes de começar a explicar como funciona, gostaria de dizer que moro na França há quase 4 anos e que sou casada com um cidadão francês, por isso, o que vou escrever é baseado na minha experiência pessoal, pesquisas realizadas na internet e perguntas realizadas ao meu marido.

Carte vitale, o que é?

Carte vitale é um cartão pessoal e intransferível que dá direito a utilizar os serviços de saúde público ou privado na França e no exterior. O funcionamento é bem parecido com a carteirinha do plano de saúde no Brasil. Por exemplo, caso você vá à uma consulta médica (consultório ou hospital), o pagamento é feito com essa carteirinha.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na França

Quem tem direito à Carte vitale?

Todo cidadão francês residente na França. Todo cidadão estrangeiro que seja residente legal na França e que possua um trabalho legal.

Quem NÃO tem direito à Carte vitale?

Qualquer cidadão que não resida em território francês, seja ele francês ou não, e que não possua renda na França – não tem direito à Carte vitale.

Mutuelle, o que é?

A Mutuelle é um plano de saúde complementar e deve ser usado quando a Carte vitale não cobre 100% da despesa médica. Por exemplo, você teve uma despesa médica de 100€ (cem euros) e a Carte vitale cobriu 70€ (setenta euros) do gasto. Nesse caso, você tem que pagar 30€ (trinta euros) que a Carte vitale não cobriu. Porém, se você possuir uma Mutuelle, você pode ter direito ao reembolso desses 30€ (trinta euros).

Não possuo Carte vitale, posso ir ao médico?

Sim, você pode ir ao médico mesmo se não possuir a Carte vitale. A única diferença, é que você vai precisar pagar 100% do valor da consulta e não terá direito a nenhum reembolso do governo francês. Muitos estrangeiros que vem à França a trabalho, possuem um “plano de saúde” particular e através dele tem cobertura de todas as despesas médicas.

Estou na França como turista, posso ir ao médico?

Todo turista que venha visitar a França deve possuir obrigatoriamente um seguro de saúde que seja válido em todo o período de sua estadia em solo Europeu. Sendo assim, caso o turista precise ir ao médico deverá utilizar esse seguro. Diversos cartões de crédito oferecem esse seguro saúde caso a pessoa tenha comprado a passagem de ida e volta utilizando o próprio cartão. Vale a pena conferir!

Preciso ir ao médico, e agora?

Aqui na França você não pode ir ao médico quando ou como você quiser. Calma, vou explicar! Aqui, para você ir a um especialista do tipo dermatologista, endocrinologista, otorrino ou qualquer outra especialidade, você precisa antes de tudo ir ao consultório do seu médico “generalista” (clínico geral). Esse seu médico generalista vai fazer um primeiro diagnóstico e te encaminhar para o especialista caso ache necessário. Desta forma, todo mundo tem que possuir um médico generalista. Você deve estar se perguntando: “Cheguei há pouco tempo na França, como faço para achar um médico generalista?” Sugiro que assim que você chegar no país procure se informar com algum amigo ou conhecido e peça para te indicar um médico generalista.

Mas é claro que toda regra tem exceção. Algumas especialidades não exigem a pré-análise de um médico generalista, como por exemplo, dentista, oftalmologista e ginecologista. Nesses 3 casos, o governo francês presume que o próprio paciente possui a capacidade de saber qual tipo de médico ele precisa.

É importante dizer que caso você tente ligar para um médico especialista e marcar uma consulta por conta própria antes de passar pelo médico generalista, ele pode até te atender, porém, a despesa não poderá ser coberta pela Carte vitale e nem pela Mutuelle.

Reembolso de remédios na farmácia, como funciona?

Todo o medicamento com prescrição médica pode ser comprado na farmácia utilizando a sua Carte vitale. Da mesma forma que consultas médicas, se por um acaso a Carte vitale não cobrir toda a despesa, você pode usar a sua Mutualle para complementar o restante. Caso o medicamento não tenha prescrição médica, você não poderá utilizar a Carta vitale nem a Mutuelle para efetuar o pagamento.

Bem, espero ter ajudado tirando algumas dúvidas com relação ao funcionamento do sistema de saúde na França. Logo abaixo vou deixar alguns links relacionados ao tema.

Uma outra colunista já escreveu sobre esse assunto, clique aqui para ler!

Carte vitaleseus direitos.

Regras para obter a Carte vitale, clique aqui.

Boas festas e até mês que vem!

Related posts

Paris com crianças no verão europeu

Juliane Prado

Dicas sobre assessoria de Pet para a França

Pati Siviero

O sistema de saúde dinamarquês

Cristiane Leme

2 comentários

Rosiane Outubro 6, 2019 at 7:13 pm

Você sabe como funciona o “L’ASSURANCE MALADIE” ou La Sécurité sociale,?
Estou planejando fazer um curso de francês de 3 meses na França no próximo ano, e vendo o guia de estudante da Aliança Francesa de Lyon tem a informação que estudantes em curso a partir de 3 meses podem se beneficiar “vous rembourse les frais médicaux si vous êtes malade, accidenté ou hospitalisé.”
Seria semelhante a essa Carte Vitale?

Resposta
Liliane Oliveira Outubro 12, 2019 at 4:11 pm

Olá Rosiane,
A Marcella Delfraro, infelizmente, parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação