BrasileirasPeloMundo.com
Qatar Sistemas de Saúde Pelo Mundo

Sistema de saúde no Qatar

Sistema de saúde no Qatar.

O governo do Qatar acredita que uma população saudável é o segredo para uma nação próspera, por isso, em 2013, colocou em ação o “SEHA”, regime de seguro social, para cobrir toda a população, cidadãos e residentes do país, com um seguro universal de saúde.

Esse plano veio para cumprir resoluções das Nações Unidas e da Organização Mundial de Saúde que determinam a países membros que prestem cuidados de saúde universal sendo este um objetivo chave para o desenvolvimento.

Neste ano passou a ser obrigatório a todos os indivíduos que vivem no país ter uma apólice de seguro de saúde privado. No caso dos qataris essa é financiada pelo governo, no entanto, para expatriados os seus empregadores são responsáveis pela concessão de uma cobertura adequada, e nos poucos casos em que não exista empregador o expatriado terá que comprar cobertura.

Meu marido tem o seguro de saúde pago pela empresa e eu, como não tenho empregador, tenho o mesmo seguro sendo que  pago pelo meu marido. Pagamos para mim o valor mensal de QR 350,00, o equivalente a R$ 409,50.

Além da opção do plano de saúde privado, a população pode optar pelo “Health Card” (cartão saúde), que dá acesso aos hospitais e clínicas de saúde do governo. Ao todo são 21 clínicas e 8 hospitais sendo o Hamad General Hospital o mais completo no país.

Leia também: cinco motivos para morar no Qatar

O valor anual do Health card é QR100,00 (R$117,00) e, exceto nos atendimentos de emergência, é cobrado uma taxa simbólica pelos atendimentos sendo o resto dos valores do tratamento subsidiados pelo governo.

No meu caso, que tenho seguro privado, toda vez que eu o utilizo pago uma taxa de QR 75,00 (R$87,75) nos quais estão inclusos todo atendimento médico, exames e remédios receitados. No fim, até que a conta não é tão alta.

DSC_0538_web
Meu cartão de saúde e últimos exames feitos

A saúde privada conta com três grandes hospitais além de diversas clínicas. Em breve mais um hospital será inaugurado, o SIDRA. Este hospital tem contratado os profissionais mais qualificados do mundo e será especializado em saúde da mulher além de também poder ser considerado um ponto turístico já que ostenta a MA-RA-VI-LHO-SA escultura “Jornada Milagrosa” do Damien Hirst.

Se por um lado a prestação de saúde no país parece ótima, por outro temos por consequência a eterna desconfiança do governo no que diz respeito aos expatriados. Depois que foi implantado esse sistema de saúde eficiente e monetariamente acessível, os vistos para pessoas idosas passaram a ser difíceis ou quase impossíveis de se conseguir.

Ou seja, você mora aqui e quer trazer sua vozinha para passear, ela está saudável e feliz, quer só ver a netinha e passar uns dias agradáveis de férias, o governo pensa que ela está doente e está vindo para o país para ser internada como emergência e que eles que terão que arcar com os custos do tratamento, na dúvida, nada de visto para a vovó.

Leia também: o que é proibido fazer no Qatar

Efeitos colaterais a parte, o sistema é bom e tem tudo para melhorar. Afinal o Qatar foi o primeiro da região a implementar algo parecido. Para quem não sabe não existem impostos no país, por isso a saúde pública cobra uma pequena taxa pela utilização.

Agora não mais, mas eu já soube de casais que fizeram o tratamento de fertilidade aqui no Qatar pois os preços eram muito abaixo de qualquer outro lugar do mundo. Digo não mais porque esse tratamento específico, devido a larga procura, hoje é restrito aos qataris.

Para tudo funcionar direitinho é só as pessoas pararem de procurar os médicos apenas quando estão morrendo e buscarem para um acompanhamento contínuo. É difícil mudar a cultura, mas acredito que, em breve, o Qatar não será apenas o país com o crescimento mais rápido do mundo será também o mais saudável.

Links relacionados:

Related posts

Qatar – Festas de final de ano em terras árabes

Thais Cunha

Depressão e a falta de políticas públicas no Chile

Renata D'onofrio

O sistema público de saúde finlandês – Parte 1

Maila-Kaarina Rantanen

3 comentários

Erika Bechara Outubro 14, 2015 at 9:10 pm

Muito bom Thais!!!

Resposta
segredos da fertilidade Outubro 27, 2016 at 2:13 pm

Obrigado por mais esse conteúdo de qualidade.

Resposta
Thais Cunha Outubro 29, 2016 at 7:16 am

Obrigada!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação