BrasileirasPeloMundo.com
Alemanha Criando Filhos Pelo Mundo Estudando Pelo Mundo

Sistema educacional alemão

Sistema educacional alemão.

Mudar de país com filhos é, de fato, uma escolha bastante desafiadora. Quando cheguei em Munique fiquei muito perdida em relação à escola que meu filho, na época com 15 anos, iria estudar. No Brasil, ele estaria entrando no ensino médio, portanto um momento bem difícil para a adaptação. Muitas mudanças para se enfrentar em uma fase da vida bastante complicada, a adolescência. E, sem dúvida, esta transição me deixou bem apreensiva.

O sistema educacional aqui na Alemanha funciona diferente do Brasil, e pode variar de estado para estado. A partir dos 6 anos de idade, a educação passa a ser gratuita e obrigatória até o 9° ano. Durante 4 a 5 anos, variando de estado para estado, o aluno cursa a escola primária – Grundschule – equivalente ao ensino fundamental 1 no Brasil (1°, 2°, 3°,4° e 5° ano). É neste período que os alunos são avaliados, e ao concluírem esta etapa são direcionados para determinadas escolas secundárias (equivalentes ao ensino fundamental 2 do Brasil – 6°, 7°, 8° e 9° ano), de acordo com seu desempenho.

Leia também: tudo que você precisa saber para morar na Alemanha

Há 3 tipos de escolas secundárias na Alemanha:

  • Hauptschule ou Mittelschule: Uma escola de nível básico que vai do 6° ao 9° ano e os alunos aprendem matérias práticas. É o caminho mais rápido para entrar no mercado de trabalho. Após concluir essa escola o aluno está apto a frequentar uma Escola Técnica, onde aprenderá uma profissão.
  • Realschule: Esta escola tem um nível um pouco mais elevado, habilitando o aluno a frequentar cursos mais avançados nas escolas profissionalizantes. Após concluir a Mittelschule, o aluno pode passar para esta escola para complementar e cursar o 10° ano.
  • Gymnasium: É a escola de maior nível e vai até o 12° ano. Equivale ao ensino fundamental 2 e ensino médio (1°, 2° e 3° ano) no Brasil. É através desta escola que o aluno pode fazer o Abitur (similar ao Enem) e seguir para uma Universidade ou Escola Superior. Existe uma certa possibilidade do aluno conseguir transferência de escola, vai depender do seu desempenho nos primeiros anos já no ensino secundário (6° ou 7° ano). Hoje, uma mudança no sistema educacional permite que qualquer pessoa possa fazer o Abitur. A única exigência é aprender uma segunda língua estrangeira.

Por falta de informação, terminei matriculando meu filho numa Mittelschule. Não sabia ainda que seguindo nesta escola ele poderia não conseguir cursar uma universidade. Neste momento fiquei muito preocupada com essa possibilidade. Porém, durante a sua permanência na escola, os professores notaram que seu desempenho estava acima da média, tendo potencial para estudar em uma escola de nível mais aprofundado. Foi então que os próprios professores o orientaram a mudar para um Gymnasium. É comum ocorrer o contrário, as crianças serem transferidas do Gymnasium para os outros tipos de escola, caso as notas não condigam com o nível exigido.

Vocês podem imaginar como fiquei aliviada! Foi realmente um dos momentos mais difíceis para mim aqui. Deparar-me com a possibilidade dos sonhos do meu filho serem destruídos por falta de informação, foi realmente muito angustiante. Mas tudo deu certo e segui em frente. Entrei em contato com o Gymnasium e descobri que o aluno que vem de fora pode fazer uma prova para entrar numa turma especial. A prova inclui questões de matemática, inglês e noções básicas de alemão. Passando nesta prova, o aluno começa a frequentar uma turma intensiva de alemão (Seniorkurs) durante 6 meses, para então passar para uma turma normal. Felizmente meu filho passou na prova!

O primeiro passo para quem chega na Alemanha nesta idade e quer ingressar num Gymnasium, é entrar no site da escola que tenha turma especial para estrangeiros, imprimir um formulário de requerimento e levá-lo junto com o histórico escolar do Brasil (no meu caso não precisou de tradução), a identidade e comprovante de residência (Anmeldung). A partir daí você marca a data da prova. Feito isto, o próximo passo é se dedicar aos estudos para passar!

Aqui na Alemanha as atividades técnicas são bem remuneradas, não havendo tanta diferença, se comparadas às atividades de nível acadêmico. A mão de obra tem qualificação em todos os níveis. Por isso, nem todos os alemães optam por fazer universidades. É realmente uma questão de opção.

Além do sistema educacional ser bem diferente do brasileiro, como falei, existem algumas peculiaridades bastante interessantes:

  • Na Baviera o ano letivo começa em setembro e vai até julho. Isso muda em outros estados. É em agosto a maior parte das férias escolares, porém existem mini férias de uma ou duas semanas entre as estações.
  • O aluno tem aulas das 7h30 até às 15h30 todos os dias (isto vai depender da classe, podendo acabar às 13h05). Sendo assim, o almoço passa a ser na escola, mas é pago. Este horário também pode mudar a depender da escola.
  • No currículo, além das aulas normais de alemão, física, matemática, geografia, ciências, química e história, tem também aulas de teatro, economia e mais duas línguas: inglês (obrigatório) e francês, espanhol ou latim (também pode variar a depender da escola). As aulas de teatro, música, xadrez são opcionais a depender da escola.
  • É terminantemente proibido o uso de celular dentro da escola, mesmo em horário livre. O que, particularmente, eu acho ótimo.
  • As ausências não são toleradas, somente em caso de saúde, claro. Com 10 minutos de atraso, o professor nos liga para saber o que aconteceu que o aluno ainda não está na escola.
  • A maioria das provas são realizadas sem aviso prévio, o que obriga o aluno a manter a matéria sempre em dia.
  • Quando o professor entra na sala, todos os alunos levantam para cumprimentá-lo e o mesmo é tratado por senhor ou senhora. Sempre de maneira formal.
  • Os próprios alunos têm a obrigação de manter a sala limpa, varrendo, limpando quadro, mesas e cadeiras. Isso, no meu ponto de vista, é uma das melhores coisas que existem na Alemanha, cidadania. Todos aqui fazem a sua parte para o bem comum, a começar na escola.

Enfrentar novos desafios faz parte de quem se propõe a mudar. Assim foi minha trajetória e, apesar de todas as dificuldades, mais uma etapa foi vencida. Não podemos desistir na primeira barreira. Espero poder ajudar mães recém-chegadas que, como eu, buscam o melhor para seus filhos.

Related posts

Colônia de férias para crianças na Espanha

Melissa Dobrezanski

Licença paternidade na Alemanha

Karina Finke

5 manias e hábitos alemães que eu adquiri

Marcela Vieira

21 comentários

Rodolpho Lucena Maio 18, 2017 at 9:53 pm

Creio que em relação aos alunos se levantarem quando os professores entram varie de acordo com a gestão de cada escola, pois tenho um amigo que estuda em um Gymnasium em Berlin e ele disse que lá não ocorre o mesmo.

Resposta
Monique Abbehusen Agosto 7, 2017 at 3:33 pm

Olá Rodolpho. Sim, creio que existem diferenças entre escolas. Obrigada pelo comentário!

Resposta
Juliana Lopes Julho 19, 2017 at 1:17 am

Oi, Monique, tudo bem? Muito bacana seus textos, tenho gostado bastante! Uma dúvida: seu filho já falava um pouco de alemão quando se mudaram? E a filha mais nova? Pergunto porque tenho medo que seja difícil para as crianças chegar numa escola nova sem entender uma única palavra, um único comando dos professores. Um abraço!

Resposta
Monique Abbehusen Agosto 7, 2017 at 3:37 pm

Olá Juliana. Desculpe a demora. Minha filha mais nova não falava nada, mas meu filho mais velho, para entrar no Gymnasium, precisava ter um pouco de alemão sim. Espero ter ajudado!

Resposta
Daniela Lopes Martins Setembro 3, 2017 at 11:22 am

Oi Monique, pf, como faço pra falar com vc no privado? Estou planejando ir pra Alemanha e queria dicas. Obrigada, Danila

Resposta
Monique Abbehusen Setembro 3, 2017 at 9:04 pm

Oi Daniela,
Me adiciona no Messenger pelo face, @moniqueabbehusen

Resposta
Heloísa Outubro 17, 2017 at 9:19 pm

Olá, Monique. Você saberia me informar qual a média curricular do aluno para entrar no Gymnasium? Ou o nível de desemprenho necessário na prova para entrar?

Resposta
Heloísa Outubro 17, 2017 at 9:21 pm

Olá, poderia me informasse qual seria a média de desemprenho necessária para entrar no Gymnasium em questão de boletim? Ou o desempenho necessário na prova?

Resposta
Maria Fernanda Paes Venito Outubro 30, 2017 at 1:59 am

Olá Monique, meu filho tem 12 anos e está se mudando com o pai para Alemanha (vai no ano que vem). Aqui no Brasil ele estaria fazendo o 7 ano. Qual seria o ano equivalente aí na Alemanha?
Obrigada!

Resposta
Monique Abbehusen Dezembro 13, 2017 at 9:16 am

Olá Maria Fernanda,
A escola fará uma avaliação da grade curricular dele e indicará em qual ano ele irá se encaixar aqui. Espero ter ajudado!

Resposta
Ana Fevereiro 26, 2018 at 6:01 pm

Oi Monique!
Adorei este post.
Você poderia me indicar um site que contenham o ranking de desempenho das escolas em Monique??
Estou começando a pesquisar sobre o assunto é ainda meio perdida
Obrigada
Ana

Resposta
Patricia Março 12, 2018 at 10:51 am

Ola Monique!
Estou vendo as escolas em Munique e gostaria de saber se você tem algum link oficial com os nome das escolas públicas e o termo que eu devo procurar lá. Minha filha tem 14 anos e fala inglês.

Resposta
Lia Março 20, 2018 at 12:52 pm

Olá Munique!
Primeiramente,parabéns pelo Blog!
Você saberia me informar se uma pessoa que concluiu no Brasil o 1 ano do ensino médio pode fazer o Ausbildung já residindo na Alemanha ?
O que acontece na Alemanha com pessoas que não terminaram o ensino médio no Brasil?O que se deve fazer para terminar aqui na Alemanha?
Se puder me informar,desde já obrigada!

Resposta
Rita Março 28, 2018 at 1:42 pm

Oi Monique, muito esclarecedor seu texto. Estou de mudança para Munique e minha filha ingressará no ensino medio. Foi uma boa ajuda, obrigada.

Resposta
Sonia Mathis Maio 22, 2018 at 2:06 pm

Bom dia adorei seus comentários. Muito esclarecedor. Gostaria de saber como faço para meu esposo tirar o atestado de cidadania. A mãe dele veio por causa da guerra mas continua com a identidade alemã. Quero fazer a cidadania para ele e meus filhos.Você pode me ajudar.Gostaria de saber quais as profissões bem renumeradas aí na Alemanha. Estamos pensando em ir à família toda morar na Alemanha. Você está em Monique.

Resposta
Thales Junho 1, 2018 at 3:08 pm

Muito bom o texto. Existe algum local que posso consultar quais escolas em Munique oferecem essas turmas de integração?

Resposta
Luciane Dezembro 15, 2018 at 10:38 pm

Ola Monique! Muito interessante seu texto! Futuramente estarei indo morar na Alemanha com minha família e ainda tenho dúvidas sobre os estudos…. poderíamos falar em particular?

Resposta
Conceição Março 27, 2019 at 1:22 pm

Bom dia, Monique!
Meu filho quer muito estudar na Alemanha. Estamos em contato com uma pessoa que vive lá e está nos ajudando quanto à escola e a família que irá recebê-lo, mas ele não sabe quais os procedimentos que devemos adotar. Meu filho tem dupla nacionalidade. Ele é espanhol também, o que facilita demais a ida dele. Você poderia nos orientar quanto à documentação que devemos providenciar para solicitar a autorização de residência , bem como os documentos que devo levar para a escola? Podemos entrar em contato e conversar no particular? Um abraço

Resposta
Regiane Fernandes Abril 5, 2019 at 7:14 pm

Olá!
Meu filho tem a idade do seu e estou com perspectiva de morar aí logo.Posso conversar com vc por e-mail? [email protected] me chame para não expor o seu e-mail e se permitir,te pergunto o que me ajudaria muito Obrigada

Resposta
Karina Souza Zago Dezembro 4, 2019 at 2:31 pm

Olá Monique!
Estou me mudando ano que vem para Berlim. Tenho uma filha de 16 anos que aqui no Brasil iria começar o 2º ano do ensino médio. Gostaria de tirar algumas dúvidas com vc. Como faço para falar com vc no privado? Grata!

Resposta
Liliane Oliveira Dezembro 4, 2019 at 3:12 pm

Olá Karina,
A Monique Abbehusen, infelizmente, parou de colaborar conosco.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação