BrasileirasPeloMundo.com
Grécia Transporte Público Pelo Mundo

Transporte público em Atenas

O transporte público em Atenas não é perfeito em termos de organização e horários, mas ele tem algumas vantagens interessantes em relação a outras capitais europeias. Além dos valores dos bilhetes serem relativamente baixos (1,40 euros para usar durante 90 minutos em qualquer transporte público circulando na cidade), a principal linha de metrô de Atenas é nova e está sempre bem limpinha. Antes de 2000 e das Olimpíadas de 2004, a cidade possuía apenas uma linha de metrô: a verde. As linhas azul e vermelha, mais modernas, foram construídas para o evento.

Desde que cheguei aqui, algumas novas estações foram inauguradas nessas linhas, e é muito fácil usá-las e também fazer conexão entre elas ou com a linha verde. Ultimamente, algumas mudanças para modernizar o transporte, incluindo placas eletrônicas que mostram os itinerários dos ônibus, aplicativos para acompanhar os horários e a transição para bilhetes eletrônicos – que ocorrerá oficialmente em 2017- têm deixado a população mais satisfeita com o serviço.

Além do metrô (com três linhas) e dos ônibus, a cidade conta com bonde elétrico (tram), circulando principalmente pela costa e bairros ao redor, e trem, que circula nos subúrbios da cidade e segue até municípios vizinhos a Atenas. Claro que também há uma estação maior de trem, chamada Larissa (quase minha xará), que vai para cidades e vilas mais distantes da capital, porém definitivamente não é a maneira mais procurada para circular pelo país. As pessoas, e estou me incluindo nessa, preferem ônibus, avião e carro para ir a outras cidades e ilhas na Grécia, além dos barcos, é claro!

Estação de metrô em Atenas. Foto: arquivo pessoal.
Estação de metrô em Atenas. Foto: arquivo pessoal.

No dia a dia eu prefiro circular de ônibus pela cidade, pois sou um pouco claustrofóbica e, entre pegar um metrô ou um ônibus lotado, me sinto melhor no segundo, ainda que correndo o risco de mofar no ponto ou presenciar brigas de velhinhos procurando a aventura do dia dentro do transporte. Os motoristas aqui, apesar de, em teoria, possuírem horários para começarem suas viagens, não costumam ser muito pontuais. Um pouquinho do estilo grego de ser, bem similar à nossa pontualidade brasileira (risos).

Para quem não vive na cidade e não fala grego, é confuso saber que ônibus vai para qual lugar e há grandes possibilidades de se perder. Portanto, se você não tem alguém que more aqui para te orientar, é bom não arriscar… As pessoas nem sempre informam corretamente na rua. Cuidado também ao andar pelas ruas, os motoristas e motoqueiros não respeitam tanto as leis e muitas vezes furam sinais ou param em cima da faixa de pedestres. Por sinal, bicicletas também não são muito bem-vindas, apesar de alguns poucos corajosos insistirem em usá-las.

Mas há ônibus que costumam ser pontuais e eles circulam em diferentes lugares da cidade levando e trazendo pessoas para o aeroporto. As linhas são: Χ93 (direção à estação Kifissos), Χ95 (direção à Syntagma), Χ96 (direção ao Porto de Piraeus) e Χ97 (direção à estação de metrô Dafni). Como eles fazem apenas o trajeto de diferentes lugares da cidade para o aeroporto e vice-versa, não tente pegá-los para ir a outros locais, pois o motorista não vai parar ou deixar que você desça. O valor do bilhete para esse ônibus é especial, custa 6 euros, e pode ser adquirido direto com o motorista.

Outra opção para o aeroporto é o metrô. Apenas atenção! Apesar dessa linha do metrô circular pela cidade normalmente, caso você tenha como destino o aeroporto, o bilhete é diferente do normal e custa 10 euros (sim, o preço é salgadinho!). Ele pode ser adquirido normalmente nas máquinas ou guichês das estações. A linha do metrô com destino ao aeroporto é a azul, também a mais usada pelos turistas, pois leva ao centro, nas estações de Syntagma e Monastiraki.

Para todos os outros transportes, lembre-se que o bilhete pode ser comprado nas estações de metrô ou em banquinhas (chamadas aqui de perípteros) espalhadas pela cidade. Mas nem todas as banquinhas têm sempre os bilhetes para vender, então o jeito é perguntar quando passar por uma. Não há catracas nas estações e nem nos ônibus, mas é obrigatório colocar o bilhete nas maquininhas que marcam o horário do primeiro transporte que você pegou. Daí, você pode usá-lo por 90 minutos, 3, 5 ou 7 dias, de acordo com o bilhete adquirido. Caso haja fiscalização – e elas acontecem com frequência principalmente nas áreas turísticas – a multa é de cerca de 60 euros.

E que bilhete vale mais a pena ser comprado pelos turistas? Bem, há algumas opções. Para uma estadia de três dias, a melhor opção é o de 22 euros especial para turistas que inclui o metrô ida e volta do aeroporto nesse período. Caso você prefira usar ônibus ou táxi (por volta de 35 euros do aeroporto ao centro da cidade) para o aeroporto, você pode adquirir bilhetes 24 horas por 4,50 euros, 5 dias por 9 euros, ou os avulsos de 1,40 na medida em que for usando. Grande parte das atrações turísticas da cidade estão localizadas no centro e é bem tranquilo caminhar de um lugar para o outro. Então, tudo vai depender dos lugares que você queira visitar e do tempo de estadia. Estudantes de até 24 anos, crianças e idosos acima de 65 anos, possuem a vantagem de pagar tarifa reduzida.

O valor mensal, para quem mora ou vai passar mais tempo pela cidade, é bem interessante. Com 30 euros você circula na cidade e usa todos os transportes quantas vezes quiser. Mas, para obtê-lo, é necessário comprá-lo entre os dias 1 e 10 do mês e apresentar o passaporte e uma foto no guichê das estações. Se quiser que o bilhete inclua idas ao aeroporto, o valor é maior, custa 49 euros.

Apesar de ter uma vida noturna agitada, o transporte público em Atenas não funciona 24 horas. As linhas de metrô e bonde elétrico funcionam até à meia-noite durante a semana, e até às 2 da manhã sextas e sábados, abrindo novamente às 5:30. O funcionamento é 24 horas apenas para algumas poucas linhas de ônibus, mas com um intervalo grande entre a passagem de cada um. A vantagem é que os táxis não são caros por aqui. Apenas certifique-se que conhece o caminho antes de tomar um, pois os taxistas aqui também têm fama de “espertinhos”.

Nesse link você encontra todos os detalhes sobre valores e atualizações do transporte público em Atenas, em inglês.

Tallenna

Related posts

Dicas de turismo no Japão

Juliana Platero

Transporte público na Costa Rica

Jesuela Macedo

Transporte público em Londres

Simone Pereira

8 comentários

Marlise Julho 15, 2017 at 9:35 am

Olá, Larissa!! Estamos indo para a Grécia no final de julho e vamos de ônibus para Zakynthos. Nosso ônibus sai de Zakynthos às 18:30 e vamos chegar bem tarde à noite. Creio que por volta das 01:00. Qual seria o melhor meio de transporte para voltarmos para o hotel? Muito obrigada!

Resposta
Clarissa Gaiarsa Julho 29, 2017 at 11:15 am

Oi Marlise! Depende do dia da semana. Durante a semana o transporte funciona até 11 da noite oficialmente, com trens ainda circulando até meia-noite. Depois disso, apenas alguns ônibus circulam. No fim de semana o metrô funciona até às 2 da manhã oficialmente. Espero que tenha ajudado! Boa viagem! 🙂

Resposta
Alyne Novembro 9, 2017 at 11:50 pm

Oi, como foi sua viajem a Grécia? Estarei indo para lá em Julho 2018. Queria algumas dicas suas, visto que já foi?
Meu e-mail : [email protected]

Resposta
Clarissa Gaiarsa Novembro 18, 2017 at 5:53 pm

Oi Alyne. Eu morei em Atenas por quatro anos e viajei bastante pelo país. Pode entrar em contato comigo pelo Facebook se quiser umas dicas e também ler os textos publicados aqui no blog, tem bastante dica! 🙂

Resposta
Kate Julho 27, 2017 at 6:12 pm

Dicas super interessantes.
Super vlw!!!! 😉

Resposta
Clarissa Gaiarsa Julho 29, 2017 at 11:16 am

De nada Kate! Que bom que gostou! Continue curtindo o blog. Abraços!

Resposta
Gabriela Pinto Julho 1, 2018 at 5:14 pm

Ladrão da Estação Vitória – Roubou-me o telemóvel da mochila, mesmo na entrada da carruagem. Um individuo de pele morena, cerca de 55 anos, gordo, cerca 1,75m, cabelo curto, cara oval e nariz redondo, que aborda ajudando a entrar no metro com as malas pesadas, e fica perto até conseguir. O mesmo individuo abordou-me em duas viagens e roubou-me na 2 vez.

Resposta
Clarissa Gaiarsa Julho 8, 2018 at 10:05 am

Prezada Gabriela, obrigada pela informação e lamento pelo ocorrido. Infelizmente a Grécia não é dos países mais seguros da Europa. Fica a informação aqui para os outros leitores do blog se atentarem. Obrigada e espero que continue seguindo o Brasileiras Pelo Mundo. Um abraço!

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação