BrasileirasPeloMundo.com
Vietnã

Vietnã – Sobre tigres, carneiros e outros bichos – Parte 2: O Tet no Vietnam

O Tet (ano novo vietnamita) está chegando e com ele, ritos e esperanças.

Estamos no ano do Carneiro e se você nasceu em 1955, 1967, 1979, 1991 ou 2003, então você é regido por esse signo.

De acordo com os princípios budistas, é graças ao esforço coletivo dos animais do zodíaco que o mundo não mergulha completamente no caos. O caos existe e nos circunda, mas o trabalho dos bichos nos leva a encontrar um meio de não sermos sugados pela espiral da existência, levando-nos a trabalhar para o bem comum e o progresso espiritual da humanidade.

Há poucas diferenças entre o horóscopo chinês e o vietnamita. No horóscopo chinês há o boi e no vietnamita, o búfalo. No chinês o coelho e no vietnamita, o gato. No entanto, as características atribuídas a cada um desses animais são as mesmas tanto em um país como no outro.

O horóscopo é muito importante para o povo vietnamita que, supersticioso, segue à risca cada dica de como se esquivar da má sorte. A roda da fortuna, o conceito de destino, sorte e azar são muito fortes na cultura vietnamita.

Assim como no Brasil, há sincretismo religioso. Um mix entre budismo, confucionismo, catolicismo, xamanismo e culto à deusa mãe, que é seriamente banido dos relatos históricos e antropológicos do país (embora provavelmente seja o mais forte entre todos os outros).

Como no ocidente, em períodos de ano novo, as crenças e superstições se multiplicam. A ideia de renovação, adeus às velhas coisas e boas vindas às novas, fazer votos e resoluções, tudo isso se parece. Como nós, durante essa espera animada há uma preparação festiva. As pessoas decoram a casa com vermelho e dourado, as cores da sorte e da prosperidade, compram roupas novas e preparam pratos especiais.

No dia de ano novo as pessoas trocam presentes e votos, como fazemos no natal. Para as crianças, além de presentes, são distribuidos envelopinhos coloridos com dinheirinho dentro. Esse dinheiro daria sorte para quem ganha e quem oferece.

Os alimentos também fazem parte desses ritos. Nós comemos uvas, lentilhas, tomamos champanhe. Eles comem banh chung e banh Tet , um tipo de arroz grudado com ou sem recheio; canh mang, sopa com pedaços de bambu seco; bong, uma espécie de pururuca de porco; e um frango cozido inteiro, que na minha modesta opinião é a coisa mais feia do mundo.

imagesCASR8T0J     544507_10151349641510889_1399154378_n   Ga-luoc

O preparo de algum desses alimentos dura dias, por isso as semanas que antecedem o Tet já são festivas e de certo modo caóticas. Sabe aquela agitação que antecede as festas de fim de ano? Gente comprando sem parar, buscando comidas especiais, salões de cabelereiro lotados… Enfim! Como eles mesmos dizem aqui: Same same, but different.

Bom lembrar que o Tet é um período tanto de celebração quanto de temor. De acordo com as crenças vietnamitas, tudo que ocorrer no início do ano, marcará o resto do ano da pessoa. Acredita-se que se uma pessoa rica ou influente visitar você, então você terá prosperidade e fortuna o  resto do ano, mas se você receber a visita de um “mané”… imagina só! Alguns deles tem tanto pânico dessa possibilidade que simplesmente não recebem visitas durante uma semana.

De acordo com a etiqueta vietnamita funciona assim: Primeiro dia a celebração é reservada para a família. O segundo dia  é aberto para visitantes especiais e amigos próximos. Normalmente este é o dia em que pessoas consideradas bem sucedidas são convidadas para fornecer sorte e prosperidade à família. No terceiro dia, são recebidos professores, pessoas da relação profissional ou ligadas aos negócios da família.

Na noite de passagem de ano novo, eles estouram bombinhas, fogos de artificio e enchem as ruas para assistir à colorida dança do leão.

O Tet é uma celebração familiar e eles levam isso muito a sério. Todos os trabalhadores das grandes cidades viajam para as provincias para levar presentes e oferendas para seus familiares. É uma fase de muito consumismo. Todos os preços de produto baixam, afinal, vender o estoque logo é uma possibilidade de ir para suas vilas mais cedo, mas pra mim, o mais bonito e peculiar do Tet, são as árvores da sorte!

Assim como temos o pinheiro de natal, os vietnamitas tem as árvores da sorte. São bonsais, normalmente de pessegueiro, ou de abricó, que TODO MUNDO tem em casa para a passagem do ano. Também há miniaturas de mexericas, pomelo e dragon fruit. São adoráveis!

imagesCAP1N5II      

As ruas ficam lotadas de motos carregando árvores para toda a parte. As flores de pessegueiro rosa são as mais desejadas no norte do país e representam vitalidade e um coração cheio de força. As de abricó são amarelas. Elas representam as fortes raízes do povo vietnamita (que de acordo com lendas locais é um povo originario do amor impossivel entre um dragão e uma fada).

Aa flores de pessegueiro atrairiam prosperidade, enquanto as de abricó afastariam os maus espíritos. Para que as árvores frutíferas tragam sorte e fortuna para a família, é preciso que tenham, necessariamente, frutas, flores, galhos, brotos e raizes.

mai29121_d8944 mai29122_e0e2c

Outra coisa maravilhosa que acontece no Vietnam durante o Tet é que artistas populares andam pelas ruas dançando a tradicional Dança do Leão, que atrai boa sorte a alegra os olhos de quem assiste.

Resumindo a ópera, tanto lá como cá, a antiga música da dupla gaúcha Kleiton e Kledir resume tudo: Ser feliz é tudo que se quer!

Chúc mừng năm mới (Feliz ano novo!)

DSCN9562

 

 

 

 

 

 

Related posts

10 lugares para visitar no Vietnã

Natalie Lima

Da Holanda para Hanoi

Patrícia Alves

Ponte Cầu Vàng, a famosa ponte das mãos no Vietnã: vale a pena visitar?

Natalie Lima

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação