Bem vindos à Clermont Ferrand

14
1139
Vista para a Cathedrale de Clermont tirada do Parc Monjuizet - Foto de arquivo pessoal
Advertisement

É muito engraçado e exótico morar em Clermont Ferrand, no interior da França.

Quando comento com qualquer pessoa que eu moro por aqui, ela rapidamente, toda entusiasmada, me pergunta: “Nossa ! Você mora em Paris ?”. Como explicar sem causar nenhuma decepção que não, não moro em Paris, e que a França possui muitas outras coisas tão incríveis quanto o Champagne e os vinhos da região de Bordeaux ?

Um pouco mais engraçado do que isso é que todas as vezes que eu conheço algum francês, eles me perguntam: “O que você veio fazer aqui em Clermont Ferrand?”. Eles fazem uma cara do tipo: “Não acredito que essa menina veio do Rio de Janeiro, do Brasil, pra viver aqui em Clermont Ferrand”.

Pois é, baseado em tudo que eu já ouvi e vivi, assumo a missão de apresentar a minha nova cidade pra vocês: Clermont Ferrand na França ! Espero que no final do texto vocês tenham no mínimo a curiosidade de olhar no GoogleMaps onde é Clermont Ferrand, ou pelo menos um pouquinho de vontade de passar um final de semana por aqui.

Bem vindos à Clermont Ferrand, onde temos aeroporto, estação de trêm e rodoviária! Ficamos a 420 km ao sul de Paris, 4h de carro, 3h30 de trêm ou 50 minutos de avião. Estamos a 333 km do mar mediterrâneo  e a 375 km de Bordeaux. Quase no coração da França.

Como toda cidade européia, temos um centro histórico repleto de igrejas, contruções históricas, restaurantes, pubs e muitas lojas. Lá temos a Cathédrale de Clermont feita com pedras de vulcão, e a basílica Notre-Dame-du-Port. Não podemos deixar de citar o Marché Saint-Pierre, um mercado super simpatico onde encontramos queijos, vinhos e diversas iguarias da região. É um local super aconchegante onde podemos tomar um café e conversar calmamente com os comerciantes que são todos da região.
Clermont é rodeada de parques e jardins: Jardin Lecoq, Parc de Montjuzet, Plateau de Chanturgue entre outros. Todos são muito bem cuidados e repletos de flores na primavera.

Temos também diversos lagos, onde no verão os franceses vão pegar sol, fazer picnic, caminhada, jet sky e passar bons momentos com os amigos ! Os mais próximos são Lac d’Aydat e Lac Chambon. Ao redor desses lagos temos diversos restaurantes para comer ou apenas tomar um chop, um vinho ou um café.

Ao lado de Clermont, está a cidade de Royat que é uma cidade histórica de águas termais. E como na França as cidades termais podem ter casino, temos um em Royat. Ele fica exatamente a 3km do centro de Clermont ! Fantástico, não?

Ainda não citei mas Clermont é uma região de vulcões (conhecidos como “chaine des Puys”). Graças a Deus nenhum deles está em atividade e nos proporcionam um relevo muito lindo, onde temos diversas montanhas e passeios exóticos dentro de um balão. Temos o ponto turístico Vulcania, que é um parque onde explicam a história dos vulcões e da região! No meio dessas montanhas, há vários roteiros de mountain bike (VTT em francês) e passeios à pé.

Um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade é o Puy de Dome. É uma montanha do grupos dos vulcões que pode ser visto de toda a cidade (tipo o Cristo Redentor no Rio). Temos um passeio de trêm panorâmico onde temos uma vista maravilhosa de  Clermont. É no Puy de Dome que temos um dos maiores grupos de parapentes da região ! Ainda não tive coragem de saltar mas dizem que devido aos vulcões e o clima da região, é um dos lugares mais fantásticos do mundo para voar de parapente… Não posso confirmar a informação, preciso pedir a opinião dos meus amigos parapentistas do Rio de Janeiro antes disso! Acho que vai ter discussão.

Temos também teatros, cinemas, galerias, inúmeras lojas, restaurantes, bares de vinhos, pubs e hotéis. Temos até uma “Galerie Lafayette”, a mesma rede da de Paris com diversos produtos e marcas. Não vou citar todos os nomes dos restaurantes de Clermont, mas posso dizer que encontramos praticamente todos os tipos de culinária de todos os cantos do mundo: chineses, tailandeses, portugueses, koreanos, japoses, mexicanos, italianos, espanhóis. Há pouco tempo inauguraram 2 restaurantes brasileiros: Rodizio.V e Maracujá Café. O primeiro com a verdadeira picanha brasileira, e o segundo com pães de queijo e brigadeiros. Além da empresa Adoro Brasil, que vende produtos brasileiros fabricados artesanalmente.

Clermont Ferrand é também uma cidade universitária, então temos uma vida noturna intensa com muitos espetáculos e festas. Há diversas boates no centro da cidade, e elas estão sempre cheias, de segunda a segunda.
Além disso tudo, temos aqui a sede da empresa Michelin, que é um dos maiores fabricantes de pneus do mundo. Os fundadores dessa empresa são a família Michelin que são originários de Clermont Ferrand. Por isso essa família e a empresa foram e são muito influentes por aqui. Temos uma rua com o nome “Edouard Michelin” e o museu “L’aventure Michelin”, que conta toda a história da famila, da empresa e de Clermont. Vale a pena conhecer.

Para finalizar, gostaria de falar que Clemont Ferrand possui aproximadamente 150 mil habitantes, que a maioria dos prédios da cidade não possui elevador e tem apenas 4 andares. Temos banheira nos banheiros, não temos porteiros, usamos muito os correios, e ainda usamos cheque como pagamento principal.

Obviamente temos muito queijo, vinhos e pratos típicos da região! Temos também estações de ski mas vou deixar isso para um próximo post!

Bem vindos à Clermont: alguns aspectos modernos, inovativos, e outros um tanto quanto exóticos. Bem, é isso… Se você ficou pelo menos com um pouquinho de curiosidade sobre Clermont, cumpri minha missão. Não deixe de mandar sua mensagem ou vir nos visitar!

Até mês que vem!

14 Comentários

  1. Oi Marcela, muito legal você explicar como é Clermont Ferrand na sua visão de brasileira e de habitante dessa cidade. Gosto muito de Clermont Ferrand, há 3 anos passo pelo menos um mês na cidade visitando minha netinha, Beatriz Moritz, e os pais dela. Quando estou engrenando o francês, já está na hora de retornar para o Brasil, rsrs. Bjks

  2. Adorei o texto, tenho um amigo que mora nessa cidade, fiquei com mais vontade de ir.
    Não deixe de fazer novas postagens a respeito de clemont ferrand. Parabéns.

  3. Oi, Marcella! Vou visitar a cidade em abril e conhecia nada de Clermont. Obrigada pelo ótimo passo inicial. Mas, queria uma dica bem específica. Estarei aí no dia do meu aniversário e essa data tem que ser comemorada com bolo. Você sugere algum lugar para comer uma fatia bem maravilhosa?

    Bjss

    • Oi Milenna, que bom que gostou do texto !
      Espero ter ajudado !
      Com relação ao bolo, existem varias “patisseries” maravilhosas em Clermont sendo assim vai ser facil achar uma torta bem gostosa! Vou sugerir 2 pra vc:
      1) LE CHATEAUBRIAND
      12 rue Chateaubriand, 63100 CLERMONT FERRAND

      2) La Ruche Trianon
      26 Rue du 11 Novembre, 63000 Clermont-Ferrand

      Me conta depois o que vc achou delas !

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui