BrasileirasPeloMundo.com
Irlanda

Comida brasileira em Dublin

Comida brasileira em Dublin.

Imigrar ou morar fora por um tempo pode ser uma tarefa muito difícil pra muita gente: aprender uma nova língua, ter que lidar com burocracias… E no meio disso tudo, a alimentação. Além de lidar com todos os novos acontecimentos, precisamos nos alimentar, o que nem sempre é fácil, principalmente se você não fala a língua local muito bem, pois pode se perder na hora de achar os produtos no mercado; sem mencionar o fato de que, às vezes, tudo que queremos é uma comida caseira, com aquele tempero que só encontramos na terrinha, não é mesmo?

Esse sentimento de encontrar conforto na comida é totalmente normal. Afinal de contas, é uma maneira de se sentir em casa, de voltar um pouco pra sua zona de conforto. Seja o pão francês com manteiga e café com leite ou um arroz e feijão para o almoço, o fato é que a culinária brasileira é tão rica e diversificada que não tem como não dar vontade de comê-la sempre.

Quer dizer, mais ou menos. Aqui na Irlanda, a saudade da comida brasileira não é um problema. Apesar do número de brasileiros ser de apenas 11.461 habitantes*, ou seja, 0,26% da população total do país, o que não falta são restaurantes brasileiros, lojas brasileiras e bares brasileiros, além de pessoas que trabalham no ramo por conta própria.

Leia também: acabei de chegar na Irlanda e agora?

No entanto, essa abundância se dá na capital, Dublin, onde a maioria dos brasileiros reside. De fato me parece que somos mesmo apegados à nossa comida, já que não haveria necessidade de tantos estabelecimentos da pátria amada quando somos menos de 1% da população da Irlanda.

Lojinhas que vendem produtos vindos do Brasil pipocaram quando o número de imigrantes e intercambistas foi aumentando no país. É possível encontrar de tudo, de guaraná a suco de maracujá, passando por tapioca, feijão, polvilho, Nescau, Bis, bolachas diversas, gelatina, açaí, etc. Uma dessas lojas se chama Mercearia Made in Brazil, localizada no shopping na Parnell Street. Há também duas próximas dali, na Capel Street: a Real Brasil Food & Grocery e a Mercado Brasileiro. Os preços obviamente não são os mesmos do Brasil, já que se tratam de produtos importados. No entanto, não dá pra reclamar de saudade de um café Pilão ou Leite Moça!

Mas como brasileiro é criativo e inventivo, a gente sempre dá um jeitinho pras coisas. Um exemplo é substituir os ingredientes brasileiros por produtos vindos de outros países (ou até mesmo irlandeses), como o requeijão encontrado em lojas asiáticas (queijo tipo Puck, de embalagem azul), a linguiça chamada Polonez, e o feijão tipo carioca (aqui, chamado de pinto beans) e farinha para quibe (bulgar wheat) no supermercado Tesco.

Fachada com a bandeira. Fonte: página oficial do Taste of Brazil no Facebook.
Fachada com a bandeira. Fonte: página oficial do Taste of Brazil no Facebook.

No quesito restaurantes, são diversas as opções. O que eu mais gostei de conhecer foi o Taste of Brazil, localizado na Parliament Street, no coração do Temple Bar. A fachada tem as cores da nossa bandeira e o menu inclui vários pratos típicos e sobremesas deliciosas. Não é o restaurante mais barato do mundo, mas está dentro dos padrões de Dublin, que é uma cidade cara, mesmo. Para quem está a fim de uma feijoada, é possível comê-la no The Mezz, também localizado no Temple Bar. Aos sábados você paga um valor fixo – quando fui, há uns anos, era 8 euros – e pode comer quantas vezes quiser no período das 12 às 18 horas. Eles carimbam a sua mão, então se você quiser, pode sair, andar pela cidade e voltar pra repetir o prato!

Leia também: como tirar carteira de motorista na Irlanda

Há também a churrascaria Rio, em Ranelagh e o restaurante Sabor Brazil, que tem uma proposta de proporcionar uma experiência degustativa com vários pratos ao cliente. Também ouvi falar de um chamado Samba que fica na Dorset Street, mas não conferi nenhum desses pessoalmente. Também já vi amigos postando fotos de um restaurante que faz comida nordestina!

Recentemente inauguraram uma padaria brasileira no centro da cidade. Acredite se quiser, mas na Irlanda, padarias são raras – as pessoas costumam comprar seus pães nos mercados. A Pulido’s Bakery serve pão francês na chapa, lanches com mortadela, bolos, sonho, churros e muitas outras coisas de dar água na boca.

Contudo, se você não estiver com vontade de sair de casa para matar a saudade da comidinha do Brasil, não tem problema: a comida também pode chegar até você. Nos diversos grupos de classificados de brasileiros vivendo em Dublin pelo Facebook é possível não só encontrar pessoas aceitando encomendas de docinhos de festa, salgados, marmitas e bolos de aniversário, mas também quem faça entrega de coisas como comida japonesa, esfihas e muitas outras coisas.

Docinhos de festa são sempre populares nos Classificados brasileiros em Dublin no Facebook.
Docinhos de festa são sempre populares nos Classificados brasileiros em Dublin no Facebook. Fonte: Pixabay.

Ser imigrante não-europeu na Irlanda pode trazer seus obstáculos e dificuldades, mas quando se trata de comida, é certamente uma moleza. O espírito empreendedor brasileiro é mesmo uma maravilha, não?

*Fonte: Vida na Irlanda

Outros links: Grupo no Facebook de brasileiros em Dublin

Mais produtos brasileiros encontrados em lojas não-brasileiras

Related posts

Irlanda – Trabalho, é difícil de conseguir?

Luciana Damasceno

Ensino superior na Irlanda

Bárbara Hernandes

Aplicativos de relacionamento para praticar inglês

Annaline Stepien

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação