BrasileirasPeloMundo.com
Espanha

A Cruz Vermelha espanhola e seu programa para refugiados

A Cruz Vermelha é maior organização não governamental humanitária do mundo. Atua no âmbito social e atende causas nacionais e internacionais através de fortes ações voluntárias. Em Madri, a comunidade que forma parte desta organização corresponde a mais de 10 mil pessoas, com a colaboração de mais de 170 mil associados.

Para atuar de maneira eficaz, a ONG utiliza uma ferramenta para identificar as mudanças externas e internas e desenvolver medidas de acordo com a sua missão, chamado Plano de Ação 2011-2015. Neste plano, ela desenvolveu 6 linhas de trabalho que são:

  1. Salvar vidas e apoiar os afetados em sua recuperação posterior a crises e desastres;
  2. Possibilitar vidas saudáveis e seguras;
  3. Promover a inclusão social, a paz e a não violência;
  4. Construir uma instituição forte que responda às necessidades de sociedades e coletivos vulneráveis;
  5. Promover a Diplomacia Humanitária a fim de prevenir e reduzir a vulnerabilidade;
  6. Funcionar com eficácia e eficiência para atender o seu compromisso humanitário.

Para quem quiser mais informação sobre o Plano de Ação mencionado anteriormente, pode acessar o site. Eles dispõem de um documento informativo sobre o assunto.

Dentro do Plano de Ação a entidade têm várias linhas de trabalho, que também podem ser encontrados no mesmo canal indicado acima. Mas agora que você já tem algumas referências, vou escrever sobre o Programa de Imigrantes e Refugiados que, neste momento tão delicado, está direcionado principalmente aos sírios que estão chegando ao país.

No último dia 02 de outubro eles realizaram uma ação pela capital chamada “Dia de la Banderita” (Dia da Bandeirinha).

O Dia de la Banderita acontece há mais de 100 anos. A Cruz Vermelha realiza esta ação em todo o país como uma maneira de conscientizar os cidadãos da importância que tem a colaboração deles para os mais necessitados, além de arrecadar fundos.

Muitos voluntários estavam pelas ruas com uma canequinha branca com o logotipo da Cruz Vermelha.

Imagem: www.andaluciainformacion.es
Imagem: www.andaluciainformacion.es

A pessoa que colaborava, ganhava um adesivo da Cruz Vermelha como um símbolo de gratidão pela ajuda proporcionada. A atuação deles foi muito intensa. Alguns meios de comunicação informaram que a ONG conseguiu uma ajuda superior a 15 mil euros através de doações, neste dia.

Dentro do Programa de Imigrantes e Refugiados, a Cruz Vermelha trabalha em 4 projetos:

  • Centro de Atenção aos Imigrantes e Refugiados – Oferece assessoria e apoio mediante intervenção social, laboral, psicológica, médica, mediação intercultural e orientação jurídica.
  • Projeto de Emergência Social – Oferece a acolhida inicial e cobertura das necessidades básicas a fim de facilitar o acesso aos recursos e ao processo de inclusão social. Dentro deste projeto, são desenvolvidas três ações:
    1. Acolhida inicial dos imigrantes em diversas localizações dentro do país;
    2. Atuação de emergência e intervenção sobre os fatores de riscos de exclusão social;
    3. Campanha contra o frio.
  • Recursos de Convivências – Projeto de intervenção social que tem como objetivo apoiar a inclusão social através de uma colaboração conjunta dos Planos de Intervenção Social. Dentro deste projeto, há dois projetos em Madrid:
    1. Centro de Acolhida Temporal San Blas. Atende as necessidades de alojamento, manutenção, orientação, informação e acompanhamento social. O Centro acolhe imigrantes que cumprem os requisitos relacionados a uma idade mínima e máxima, que não têm onde morar e não possuem cargas familiares.
    2. Projeto de Acolhida para Famílias Imigrantes. Da mesma forma que o Centro de Acolhida, o Projeto de Acolhida atende as necessidades de alojamento, mas de famílias imigrantes, a fim de desenvolver as habilidades e recursos pessoais e sociais a favor da integração na sociedade, fomentando a autonomia, compromisso e participação em todo o processo de inclusão.
  • Sensibilização Intercultural. Ações e iniciativas de sensibilização intercultural dentro das atuações e conteúdos temáticos dirigidos pela Cruz Vermelha neste âmbito.
Imagem: www.lagacetadeutrera.com
Imagem: www.lagacetadeutrera.com

Como informação adicional, somente ressalto que todas as decisões sobre os refugiados sírios na Europa estão sendo tomadas em Bruxelas, entre todos os países membros.

A maior concentração de refugiados está na Grécia e na Itália e as estratégias de acolhida dentro da Europa estão sendo desenvolvidas no sentido de aliviar estes dois países e dividir responsabilidades entre todos os países no continente.

A Espanha tem previsto receber 14.800 refugiados sírios. Segundo as notícias, já foram recebidas mais de 4 mil solicitações.

Related posts

Noite de São João na Espanha

Camile Wyatt

Regimes econômicos matrimoniais na Espanha

Thais Maciel Gomes

Quando se escolhe o recomeço

Camila Tavares

4 comentários

Jefferson Jose portela Outubro 2, 2017 at 11:46 pm

Rui quero contato com a cruz vermelha de Salamanca minha irmã que volta para o Brasil

Resposta
Liliane Oliveira Outubro 10, 2017 at 3:41 pm

Olá Jefferson!
A Fernanda Medeiros parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Espanha.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM.

Resposta
Sidney Janeiro 31, 2019 at 7:50 am

Como posso encontrar um parente desaparecido na Espanha?

Resposta
Liliane Oliveira Janeiro 31, 2019 at 3:29 pm

Olá Sidney,
A Fernanda Medeiros parou de colaborar conosco, mas temos outras colunistas na Espanha que talvez possam te ajudar.
Você pode entrar em contato com elas deixando um comentário em um dos textos publicados mais recentemente no site.
Obrigada,
Edição BPM

Resposta

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site ou suas ferramentas de terceiros usam cookies Aceitar Consulte Mais Informação