5 fatos de que a Alemanha é o país dos cães

Vira-lata na Alemanha

4
454
Eu curtindo um visu no lago Alster em Hamburgo. (Foto: Acervo pessoal)
Advertisement

5 fatos de que a Alemanha é o país dos cães.

Oi mulherada humana, tudo bem com vocês?

Minha mamis Mah me deixou invadir aqui para contar um pouquinho para vocês a experiência que eu tenho morando na Alemanha, esse país gelado e lindo, e que, ao meu ver de vira-lata viajante, é uma país feitinho pra nós, criaturas lindas de 4 patas, bora comigo nessa jornada escrita?

Primeiramente, venho por meio deste contar que fui adotada pela minha mamis humana ainda lá no Brasil, na cidade de Porto Alegre – RS, vocês conhecem? Eu tinha 4 meses, era bem medrosa e desajeitada, e nunca pensaria o que o futuro estava me reservando: me tornar uma cachorra viajante. Eu só queria um lar para chamar de meu e muito amor.
Com o tempo, minha mamis começou devagarinho a me levar nas aventuras dela. Primeiro era a praia, ahhh como eu amo a praia, correr na areia, entrar no mar, comer coco (a fruta, tá? rs), correr atrás dos passarinhos e descansar embaixo do guarda-sol. Difícil imaginar aqui com esse frio que eu já fui uma cachorra praiera, uma rata de praia, desculpa a piada! rs

Ainda lá conheci alguns lugares, viajei para outros países pertinho, Uruguai e por aí vai. Sempre de carro, com destino praianos e quentes, e eu amava.

Quando minha mamis e meus papis inventaram essa de morar fora, eu ouvia eles dizendo que sem dúvida eu iria junto, mas teria que ir de avião (eu fiquei com medo no início). Minha mamis fez um texto contando como vim parar aqui e como foi o processo todo, olhem aqui.

Pois bem, humanadas, quando cheguei na Alemanha, em Hamburgo, não estava frio, e sim, beem calor, meados de junho. Eu já cheguei andando de metrô, vocês acreditam? Esse é o primeiro fato de que a Alemanha é um país pensado para nós. Por aqui os cachorros podem andar em TODOS os transportes públicos (metrô, trem, ônibus e por aí vai). Eu já cheguei me achando fina, só conhecia carro. Não sabia que existia esse tal de transporte que levava tanta gente junta e ainda por cima tinha mais catiorinhos andando. Posso confessar? Eu amei.

Segundo fato, e isso comprovei nos primeiros dias aqui também, é que eu podia entrar em quase TODOS os lugares. Minha mamis foi passear nos shoppis e me levou junto. Eu achei estranho, pois no Brasil eu só podia passear na rua e em parques, nada de entrar em lojas e muito menos no shopping andando de escada rolante! rs Continuei me achando muito fina e europeia. Confesso que o shopping é um passeio que não me agrada muito, acho chato lugar fechado, mas às vezes vou contrariada acompanhar minha mamias nas compras.

Terceiro fato, e esse foi bem chocante, é que aqui não existe catioros de rua! Esse é o fato que me deixa mais feliz, vou ser sincera com vocês, gurias! Eu nunca vi um amiguinho na rua sem casa, cês acreditam? O estado cuida tanto da gente, que para adotar um de nós, os tios precisam ir buscar em outro país, pois aqui não tem essa de cachorro que não fez cirurgia de castração, sair fazendo baby por aí, é tudo muito bem controlado. Demais, né? Existem muitas ONGs de catiorinhos, mas a maioria delas é de cachorros de outros países abandonados, como Espanha, Romênia, Portugal etc. Da Alemanha mesmo é suuuuper raro, só quando alguém abandona, e é muito difícil, o amiguinho nem fica na rua, já vai para o abrigo. Ah, meu sonho é que no Brasil fosse assim também. Um dia quem sabe!

Quarto fato, aqui para ter um cachorrinho como eu, linda e maravilhosa, os papis e mamis têm que pagar uma taxa anual, quase um imposto, acho que é um imposto, mostrando para o governo que o catioro está bem e que os donos estão dispostos a manter e cuidar bem dele. E as vacinas são super controladas também, normalmente o tio veterinário envia uma cartinha para casa da mamis avisando quando tenho que tomar minha próxima vacina para ela não se esquecer da data, isso não é sensacional? Além desse imposto, minha mamis paga um seguro pra mim, caso eu estrague algo de alguém, suje alguém na rua (mentira, sujar não, mas bem que seria legal). Enfim, esse seguro é sobre alguma arte feia que eu fizer por aí, mas como eu sou educadíssima, nunca precisei acionar! rs

Quinto fato, os parques, lagos e praias SOMENTE para nós! Deixei para o final a melhor parte. Sim, por aqui existe lugar destinado SOMENTE para catioros. Não que a gente não possa frequentar os demais, pois como falei ali em cima, a gente pode quase TUDO por aqui, mas tem um monte de lugares que são só pra nós! Lá em Hamburgo, eu fui uma vez numa piscina de catioros, cês acreditam? Era só para gente nadar, brincar e correr, e tinha um monteeeee de cachorro legal correndo e sendo feliz, foi emocionante. Aqui em Berlin, onde eu tô morando agora (ah, spoiler, a gente se mudou pra cá, mas minha mamis vai contar isso em outro texto. Tá bom, ela disse que promete, é que sou metida mesmo e já sai espalhando a notícia! rs), existe lagos e uma praia só de catiorinhos também. Eu tô animadíssima pra conhecer, mas minha mamis disse que só no verão, que agora minhas patinhas ficam congeladas se eu for. Eu acho que sim né? Pois tá bem frio agora! Então, eu me contendo em ir correr nos parques e pegar gravetos mesmo, mas o verão que me aguarde, vou nadar em tudo quanto é lugar dessa cidade e quero ver algum tio dizer que eu não posso. Vou esfregar meu passaporte europeu na cara dele e dizer que estou frequentando um lugar exclusivamente canino, dá licença, tá? rs

Bom meninas (eu sempre quis falar isso bem blogueira! rs), eu fico por aqui. Espero que vocês tenham gostado dos meus relatos. Se gostaram avisem minha mamis que eu volto mais vezes pra escrever para vocês, tá bem? Uma lambida e um cheiro dessa vira-lata internacional e viajante bem brasileira mas que que se acha europeia, Nina.

4 Comentários

  1. Adorei Nina metida! Também espero que no Brasil possamos evoluir e virar um país que respeita e cuida dos animais! Lambidas de Bella (Golden Retrievers brasiliense) Ah pede para sua mãe te levar no botecos aí da Alemanha! Minha mamis passeou por aí e encontrou vários catioros nos bares a noite! Lambidas!!

    • Oiii tia Vandete e Bella! Que bommm que gostaram do meu texto 😉
      Minha mamis mandou dizer que eu já fui nuns butecos simmm, e gosto. Mas agora ta frio, prefiro sair nas noites do verão e ficar nos barzinhos na rua heheheh
      Estamos torcendo também pra que o Brasil evolua e se torne um país lindão pra nós, até porque somos muito amados e maravilhos né? <3
      Obrigada por ler e comentar,
      Uma lambida Nina e um beijo Mah

Deixe um comentário

Por favor inclua o seu comentário
Por favor escreve o seu nome aqui